Palmeiras recebe ascendente São Paulo com equipe alternativa

O Palmeiras, preocupado com a Copa Libertadores, receberá o São Paulo com uma equipe alternativa às 16 horas (de Brasília) deste sábado, no Estádio Palestra Itália, pelo Campeonato Paulista. Já o time tricolor, sob o comando do técnico Rogério Ceni, chega embalado.

O Palmeiras vem de um empate por 1 a 1 com o Atlético Tucumán, na estreia pelo torneio continental. Em função do jogo desgastante na Argentina, os veteranos Edu Dracena e Zé Roberto não foram nem relacionados por Eduardo Baptista. Atletas como Jean, Dudu e Borja podem começar no banco. Felipe Melo, por sua vez, está suspenso.

No miolo de zaga, a tendência é que o colombiano Yerry Mina jogue ao lado de Vitor Hugo, enquanto Egídio assume a vaga de Zé Roberto pela esquerda. No meio de campo, Tchê Tchê, recuperado de lesão no ombro esquerdo, deve reaparecer ao lado de Alejandro Guerra, com Willian no comando de ataque.

Na próxima quarta-feira, o Palmeiras volta a entrar em campo pela Libertadores, recebendo o Jorge Wilstermann. “Sabemos tudo que ronda o clássico, mas não vamos correr risco de perder alguém. Construímos uma pontuação que nos dá gordura no Campeonato Paulista e a Libertadores agora é mais importante”, disse Eduardo Baptista.

Jogando no reformado Estádio Palestra Itália, o Palmeiras não perde um clássico estadual desde fevereiro de 2015, quando caiu diante do Corinthians. Desde então, foram sete vitórias e três empates – o São Paulo acabou derrotado nos três jogos disputados na arena.

Lucas Pratto tem a confiança da torcida para acabar com o jejum no reformado Palestra Itália (Foto: Fernando Dantas/ Gazeta Press)
Pratto tem confiança da torcida para acabar com o jejum no reformado Palestra Itália (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

Sustentando uma invencibilidade de nove partidas, o São Paulo não se empolga por enfrentar o time misto do Verdão. “Não sei quem é misto naquele time. O Palmeiras tem tantos jogadores de qualidade que é difícil até para dizer quem são os 11 titulares”, ressaltou o técnico Rogério Ceni.

Líder do Grupo B do Campeonato Paulista, com 14 pontos, o Tricolor vem de vitória por 3 a 1 sobre o ABC de Natal, pela abertura da terceira fase da Copa do Brasil. Com uma boa vantagem a ser defendida na próxima quarta-feira, o time do Morumbi vai com o que tem de melhor para o clássico, apesar de ter alguns desfalques no setor defensivo.

O goleiro Sidão, com uma lombalgia, e o zagueiro Maicon, em recuperação de um entorse no tornozelo esquerdo, seguem fora. Assim, Denis assumirá a meta tricolor pela segunda partida consecutiva. Na zaga, Breno e Lugano são os favoritos para formar dupla com Rodrigo Caio. Há ainda a possibilidade de Buffarini entrar no lugar de Bruno para fortalecer a marcação na lateral direita.

O Choque-Rei será o primeiro clássico de Lucas Pratto com a camisa tricolor. O ataque da equipe, o melhor do Estadual, com 21 gols, é a aposta do São Paulo para finalmente vencer no novo Palestra Itália. “Temos um plano de jogo muito bem feito. Cada jogador sabe exatamente o que fazer dentro de campo. Entraremos para esse jogo bem preparados Se fizermos o nosso melhor, temos grandes chances de vencer”, disse Rodrigo Caio.

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS X SÃO PAULO

Local: Estádio Palestra Itália, em São Paulo-SP
Data: 11 de março de 2017, sábado
Horário: 16 horas (de Brasília)
Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Bruno Salgado Rizo e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa

PALMEIRAS: Fernando Prass; Jean (Fabiano), Yerry Mina, Vitor Hugo e Egídio; Thiago Santos e Tchê Tchê; Roger Guedes (Borja), Guerra e Michel Bastos; Willian
Técnico: Eduardo Baptista

SÃO PAULO: Denis; Buffarini, Breno, Rodrigo Caio e Junior Tavares; João Schmidt, Thiago Mendes e Cícero; Cueva, Luiz Araújo e Lucas Pratto
Técnico: Rogério Ceni

 

Fonte: GAzeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*