Opinião de são-paulino: o campeonato dos tribunais

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaweb, atendendo ao pedido do leitor Lorenzo, vou abrir o espaço aqui para todos debaterem o assunto do momento: O Campeonato Brasileiro dos tribunais. Nesta quinta-feira o STJD não acabou a ação do Vasco, que pedia punição ao Atlético-PR pela selvageria verificada na arquibancada, durante o jogo entre as duas agremiações. Segunda-feira será a vez da Portuguesa ser julgada, por ter colocado o atleta Heverton no jogo contra o Grêmio, aos 32 minutos do segundo tempo. O jogador havia sido suspenso em julgamento realizado na sexta-feira à tarde, ante-véspera da partida. Pode perder os pontos, ser rebaixada e o Fluminense ficar na série A. Com a palavra os são-paulinos.

10 comentários em “Opinião de são-paulino: o campeonato dos tribunais

  1. Acredito eu que pela estranheza do caso e por ser a TERCEIRA tentativa de virada de mesa do Fluminense, não vão ter coragem de sacanear a Lusa e livrar esse time de merda.

    FLUMINENSE, PAGUE A SÉRIE B.

  2. O estranho neste caso específico e que, O advogado comunica via fone, que seria apenas 1 jogo. E o mesmo advogado foi visto nos ares da laranjeira…. Estranho….

  3. Irei lamentar profundamente se a Lusa cair dessa forma… além de acompanhar o nosso grande Tricolor durante esse ano também torci com carinho pela Lusa… tirando os fanatismos creio que muitos aqui também, é uma pena ver um time sofrido e as vezes azarado como a Lusa numa situação dessas…

    Obs. Duvido que se fosse um Bahia, Criciuma, Goias… estariam cogitando essa reviravolta… o Fluminense é o rei do Tapetão… pena da Lusinha…

  4. É a repetição do caso do Hiroshi, mudam os protagonistas e a música, mas o tema é o mesmo.
    Decisões judiciais valem somente depois da publicação ou da intimação do réu, dependendo do caso. Nada disso ocorreu.
    E alguém aí lembra de outro clube que tenha perdido pontos desde o caso do Hiroshi? Parece que esse tipo de coisa acontece somente quando certas pessoas estão envolvidas.

  5. Achei ÓTIMO o Fluminense ter sido rebaixado.
    Torci para esse tricolor de araque se F……
    Porém a Lusa CAGOU !! Se BOSTEOU sozinha !!
    Fazer o que ? Aqui se faz aqui se paga !
    Cabeça não funciona….o corpo padece !
    A Lusa vai ter de cumprir a 2ª divisão por
    tamanha incompetência !
    OH BURRICE ATÔMICA !!

    • Um texto me fez MUDAR de opinião :

      a FOLHA

      Por HÉLIO SCHWARTSMAN

      É ridículo o que estão querendo fazer com a Portuguesa. Sim, é verdade que o escrete luso escalou irregularmente um jogador e que, para tal delito, o regulamento prevê a perda do ponto ganho na partida mais uma “multa” de três pontos. Se a pena for aplicada, o time será rebaixado, livrando o Fluminense dessa incômoda situação.

      A questão, então, é decidir se devemos ou não aplicar o regulamento. Aqui, ao contrário de quase tudo o que li sobre o assunto, penso que a melhor resposta é um “não”. Para começar, a escalação do atleta se deu por erro e não por má-fé, já que a partida “sub judice” não valia nada e o jogador atuou por poucos minutos.

      Se a Portuguesa perder os pontos, os cartolas estarão afirmando que o que acontece nos tribunais desportivos é mais importante do que o que ocorre dentro do campo, mensagem que não combina muito com a ideia de esporte. Outros times já estão em busca de partidas em que teriam ocorrido irregularidades para delas extrair a golpes de petição uma melhor colocação no campeonato.

      Na verdade, para defender que a Lusa deva ser rebaixada é preciso recorrer a um formalismo jurídico rigoroso que, se já é difícil de sustentar no direito comum, torna-se risível no futebol. É óbvio que normas são importantes. Mas não se pode esquecer que elas são um meio para promover a paz social e outros objetivos relevantes, não um fim em si mesmo.

      O problema de fundo é que o legalismo estrito é uma posição inconsistente. Não dá para aplicar todas as regras a todos o tempo todo. Fazê-lo transformaria nossas vidas num inferno. Normas que assumem a forma de comandos legais não dão conta das complexidades do mundo real. Em qualquer caso, futebolístico ou jurídico, para chegar a uma solução que a maioria das pessoas classificaria como justa é preciso fazer referência a um conjunto de regras não escritas que chamamos de bom senso. Sem ele nenhum sistema para em pé.

  6. Quanto a selvageria dessas gangs organizadas e simples.
    Jogos de uma torcida so e ponto final.
    Se brigarem vao ter que brigar fora do estadio, e vao brigar mesmo,
    mas longe dos estadios que se matem serao alguns bandidos a menos,
    e nao gente do bem que querem apenas se divertir com amigos e familiares
    vendo futebol e toda sua magia apenas.
    Quanto as armacoes, infelizmente, a Portuguesa ja era, porque antes mesmo
    do julgamento ja temos posicionamentos, os cariocas tem uma forca incrivel
    nessas situacoes, sao os mestres da malandragem .. ??? Sera que se fosse outro clube que precisasse dos pontos,
    essa imoralidade viria a tona ????
    Esse nosso futebol, tao rico de atletas competentes, tao rico de historia,
    infelizmente e dirigido por amadores e gente oportunista.
    As duas situacoes a do vasco tem cheiro de armacao na situacao de provocar
    uma briga num jogo onde teriam poucas chances de ganhar no campo e muitas
    nos tribunais. Um clube que vive de bracos dados com gangs organizadas,
    vamos esperar ??? O que ???
    Quanto ao flu, esta mais uma vez manchando sua historia, ou mesmo
    confirmando o quanto e forte junto aos tribunais, mesmo que a portuguesa
    esteja errada ou mesmo foi conduzida ao erro numa hora inadequada, ??? mas se fosse para prejudicar um carioca sera que essa
    situacao viria a tona ???? E coisa bem orquestrada, bem manipulada,
    com a participacao de muita gente, e a vitima vai se ferrar mesmo,
    e passar recibo de piada de portugues e vai ficar tudo muito engracado,
    vamos rir da nossa propria imoralidade, perfeito.
    Quando a pouco tempo quiseram isolar o SAOPAULO, por segundo muitos
    clubes por aliciamento de atletas da base, houve um barulhao danado,
    e agora com esse fato gravissimo denigrindo nosso futebol, todos se calam,
    assistindo passivamente.
    Isso tudo e muito chocante e imoral, so denigre nossa imagem que
    ja e pessima das pessimas em todos os setores.
    Infelizmente digo tenho orgulho de ser SAOPAULOLINO,
    mas jamais de ser brasileiro, apesar de nosso pais ser um gigante
    em todos os setores, e ser sempre uma potencia que se afunda sempre
    mais e mais nas maos desses incompetentes que nos dirigem.

  7. Depois dos títulos via fax, não duvido de mais nada.
    Logo vão procurar nos registros erros de campeonatos passados, e reescrever a história.
    A verdade é que ninguem aceita o fracasso, que geriu mal o clube, tendo como resultado o rebaixamento. Sempre procuram culpados pelos suas incompetências.
    E é por isso que o futebol brasileiro nunca será como o europeu, em termos de organização.

  8. Penso que o pleiteado pelo Fluminense poderia ser taxado de imoral, mas nunca de ilegal. Perdeu no campo e está se atendo a um erro (estranho, por sinal) da Portuguesa.
    O que temos que considerar é que a escalação de jogadores irregulares, independente de quem seja a culpa pelo ocorrido, tem ocasionado a perda de pontos/desclassificação para os times envolvidos no mundo todo. Agora, só porque é o Fluminense ou a ‘coitadinha’ (que de coitada não tem nada) que estão envolvidos não vai poder ser aplicado a punição?
    Lamento, mas essa a Lusa perdeu ( na verdade aqui seria mais apropriado uma outra palavra que rima com essa).
    Ela que agora vá brigar pelos seus direitos em outros tribunais contra o advogado que lhe representava e também contra o STJD, cujos clubes aceitam acatar suas decisões (mesmo que tomadas num fim de tarde de uma sexta-feira) sem elas estarem de fato legalmente publicadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*