Nova chance, novo improviso: Araruna encara desafios na defesa e no ataque

raruna não teve boas atuações nas partidas contra Atlético-GO e Chapecoense, quando foi usado na lateral direita no lugar de Militão, que estava machucado. Diante da equipe catarinense, foi tão vaiado no primeiro que acabou substituído no intervalo do empate em 2 a 2, no Pacaembu.

Nesta quarta-feira, contra o Grêmio, em Porto Alegre, o volante de 21 anos ganhará nova oportunidade na defesa do São Paulo – o titular, também volante improvisado, agora está suspenso.

E, diante do segundo melhor ataque do Campeonato Brasileiro (50 gols em 34 jogos), Araruna sabe que precisa melhorar.

A principal deficiência mostrada pelo camisa 28 nas duas partidas em que atuou foi na marcação. Contra o Dragão, os poucos ataques rivais foram pelo seu setor. Em uma delas, Sidão fez boa defesa em arremate de Igor, após jogada de Breno Lopes

O mesmo se repetiu diante da Chape, que tem no apoio de Reinaldo a sua principal jogada. Foi assim que saiu o primeiro gol do time catarinense, marcado por Wellington Paulista após cruzamento vindo da lateral direita tricolor.

Araruna ganha voto de confiança do técnico Dorival Júnior (Foto: Felipe Espindola/saopaulofc.net)

Araruna ganha voto de confiança do técnico Dorival Júnior (Foto: Felipe Espindola/saopaulofc.net)

Araruna também falhou nos passes quando resolveu subir ao ataque na partida contra Chapecoense. A cada erro, era xingado pelo torcedor. A avaliação da comissão técnica foi que essa pressão o fez perder a confiança. Por isso, foi substituído no intervalo por Lucas Fernandes. Com isso, Petros foi colocado na lateral direita.

Mesmo deixando a desejar quando utilizado, o garoto ganhou novo voto de confiança. Principalmente porque as opções da posição não vivem bom momento.

Uma alternativa seria utilizar o zagueiro Aderllan na lateral direita. Ele aumentaria a estatura do sistema defensivo, mas deixaria a desejar no apoio ao ataque.

Araruna disputou 21 partidas na atual temporada. Com Dorival Júnior, atuou em quatro ocasiões. Em todas, foi lateral-direito. Com Rogério Ceni, chegou a jogar como volante. Não marcou gols.

Confira as informações do São Paulo para a partida contra o Grêmio:

Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre
Data e horário: quarta-feira, 19h30 (de Brasília)
Provável escalação: Sidão; Araruna, Rodrigo Caio, Arboleda e Edimar; Jucilei; Petros, Hernanes, Marcos Guilherme e Maicosuel; Lucas Pratto
Desfalques: Morato e Wellington Nem (ambos com cirurgias no joelho direito), Bruno (dores nas costas), Éder Militão (suspenso), Jonatan Gomez (dores no joelho direito) e Cueva (está na Seleção Peruana para a repescagem da Copa do Mundo de 2018)
Pendurados: Arboleda, Bruno, Hernanes, Jonatan Gomez, Lucas Fernandes, Lucas Pratto, Lugano, Petros, Renan Ribeiro, Rodrigo Caio, Sidão e Wellington Nem
Arbitragem: Rodolpho Toski Marques, auxiliado por Bruno Boschilia e Victor Hugo Imazu dos Santos,Paraná
Transmissão: SporTV menos RS, Premiere e PFCI (com Jota Jr e William Machado)

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Nova chance, novo improviso: Araruna encara desafios na defesa e no ataque

  1. Por isso que eu digo que esse treineiro eh fraco, o cara insiste no erro, esse Araruna eh fraco, melhor colocar o Aderlan improvisado, mas a mula vai insistir no erro.
    Se não fosse o Hernanes, já estaríamos rebaixados com esse burro insistente.
    Com o Jucilei foi a mesma coisa, não fosse a torcida insistir, o cara não escalaria o volante ao lado do Petros.
    Fraco esse Dorival, fraquinho mesmo!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*