Ney Franco afirma que pretende escalar Ganso como titular no dia 19

Paulo Henrique Ganso deverá começar o ano como titular do São Paulo. Contratado por R$ 23,9 milhões, ele disputou apenas cinco partidas no ano passado, em razão do longo tempo de inatividade por lesões, e também porque o time estava embalado e os concorrentes em boa fase. Mas, de acordo com o técnico Ney Franco, em 2013 o cenário será diferente. Nesta quarta-feira, ele disse que pretende escalar o camisa 8 entre os titulares no dia 19, na estreia da equipe no Campeonato Paulista, contra o Mirassol.

Anteriormente, Ney já havia dito que deve repetir a formação dessa partida no duelo contra o Bolívar, dia 23, pela Libertadores. O jogo pelo torneio estadual servirá como teste para a competição internacional, prioridade do São Paulo na temporada. Isso significa que Ganso deve atuar também diante dos bolivianos.

– Meu pensamento é explorar o máximo do Ganso já neste início de temporada. Claro que ele precisa estar bem física, técnica e taticamente, mas é um jogador que veio para vestir a camisa de titular do São Paulo, e todo meu planejamento é para que no dia 19 ele já esteja atuando como titular – afirmou o comandante em entrevista à Rádio Transamérica.

Com a intenção de Ney, fica a dúvida sobre quem vai sair do time. A opção mais lógica é que ele substitua Lucas, negociado com o PSG. Porém, o São Paulo corre atrás da contratação do chileno Eduardo Vargas, nome aprovado pelo treinador, justamente para que ele possa manter sua forma preferida de atuar, com dois homens abertos no setor ofensivo, variando entre o 4-2-3-1 e o 4-3-3. Com Ganso no lugar de Lucas, a equipe atuaria com dois armadores mais centralizados: ele e Jadson. Se Ney quiser manter a formação campeã da Copa Sul-Americana, o camisa 10, líder de assistências no ano passado, passaria a ser o favorito a sair.

Antes da abertura da temporada, no Paulista, o São Paulo fará dois jogos-treino no CT de Cotia, justamente para que o técnico possa esboçar a formação escolhida. É provável que Ganso e Jadson iniciem o ano juntos, com Osvaldo e Luis Fabiano no ataque. Seja como for, sua presença deve atrair muitos torcedores ao Morumbi, palco das duas primeiras partidas do ano. Em sua apresentação, antes do jogo contra o Cruzeiro, 40 mil tricolores compareceram. Já na estreia diante do Náutico o público foi de 62 mil pessoas.

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*