Muricy quer Pato com mais ritmo, mas não fala em comprá-lo do Corinthians

Alexandre Pato fechou no último domingo a primeira temporada com a camisa do São Paulo. Após emplacar boas atuações entre agosto e setembro, com seis gols em 11 jogos, o atacante perdeu espaço devido à lesão na coxa esquerda sofrida em jogo contra o Huachipato (CHI) no dia 15 de outubro e encerrou 2014 em baixa, principalmente pela má atuação na derrota por 1 a 0 para o Sport.

O técnico Muricy Ramalho, que chegou a colocá-lo no banco de reservas após a Copa do Mundo, sempre esteve em cima do camisa 11 para que o rendimento dele não caísse, mas entendeu que Pato só cresceu de produção quando ganhou uma sequência mais longa no time titular. Satisfeito com o que viu, o treinador só não fala em comprá-lo do Corinthians, pois quer aproveitar mais um ano de empréstimo para testá-lo.

– Primeiro que não tem quantia nenhuma para pagar. Eles (Corinthians) emprestaram para a gente. Inclusive a gente paga metade do salário (R$ 400 mil cada). É jogador que precisa jogar, um jogador que estava machucado… Ele perde muito o ritmo de jogo, então precisa sempre estar jogando para atuar bem. Em 2015 nosso foco é a Libertadores, mas não vamos largar o Campeonato Paulista – afirmou o comandante.

Pelo discurso de Muricy, Pato terá o Paulistão à disposição para ganhar ritmo e voltar à disputa por uma vaga no time titular. Na reta final desta temporada, o camisa 11 viu Paulo Henrique Ganso, Kaká, Alan Kardec e Luis Fabiano formarem o ataque e ficou atrás até do meia Michel Bastos, que atuou mais adiantado em algumas ocasiões.

O empréstimo do Corinthians termina em dezembro do próximo ano e o São Paulo só é obrigado a liberar Pato para outra equipe até 31 de dezembro de 2014 caso a multa de aproximadamente R$ 45 milhões seja paga. A partir de janeiro, o valor cai para cerca de R$ 30 milhões. O atacante disputou 40 jogos pelo Tricolor e marcou 12 gols.

Fonte: Lance

Um comentário em “Muricy quer Pato com mais ritmo, mas não fala em comprá-lo do Corinthians

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.