Muricy quer fim de oscilação e cobra recuperação fora de casa

O técnico Muricy Ramalho se mostrou incomodado com a oscilação do São Paulo nesta volta ao Campeonato Brasileiro. Depois de atuações bem distintas na vitória sobre o Bahia e na derrota para a Chapecoense, o treinador avisou que o time não tem desculpa para a queda de rendimento, pois teve tempo suficiente para se preparar.

“Temos de jogar igual na quarta-feira (contra o Bahia), e não oscilando. Não vou procurar motivos para o mau desempenho (diante da Chapecoense), porque tivemos muito tempo para treinar, mas não tivemos a paciência necessária para trabalhar a bola e aceitamos demais a marcação. Não podemos oscilar, tínhamos que mostrar o mesmo ritmo que mostramos fora”, afirmou.

Assim que o Brasileirão foi paralisado para a realização da Copa do Mundo, o elenco são-paulino ganhou cerca de duas semanas de descanso. Em seguida, o grupo se reapresentou e viajou para os Estados Unidos, onde fez grande parte da intertemporada. O restante dos trabalhos foi realizado na capital paulista.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Muricy quer regularidade do São Paulo, que jogou bem contra o Bahia, mas perdeu para a Chapecoense

Assim, o time voltou ao Nacional diante do Bahia, em Salvador, e exibiu um futebol convincente, por conta da atuação de seu sistema ofensivo, vencendo por 2 a 0. Porém, no jogo que marcou seu retorno ao Morumbi depois da Copa do Mundo, diante de 43.075 torcedores, o Tricolor decepcionou, perdendo por 1 a 0.

 

Com isso, Muricy Ramalho considera essencial a recuperação já na próxima rodada, diante do Goiás, no Serra Dourada. “Somos obrigados a ganhar fora de casa”, advertiu. A preparação para o confronto em Goiânia começa na tarde desta segunda-feira, no CT da Barra Funda, já que o elenco tricolor ganhou folga no domingo.

A derrota em casa no sábado fez o São Paulo perder vaga na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores, ocupando agora o sexto lugar, com 19 pontos.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

2 comentários em “Muricy quer fim de oscilação e cobra recuperação fora de casa

  1. Nação, boa noite.

    Ponte Preta, Penapolense, Chapecoense os que me veem a memória, todos jogaram com linhas de quatro e o time do nosso treinador sofreu, por quê? Porque o Ganso se esconde, o Maicon toca de lado e Oswaldo e Ademilson são previsíveis. Ficar tocando a bola entre os zagueiros vai resultar em 90% de posse de bola inútil. Por que o nosso treinador não muda o esquema com outro meia pra ajudar o Ganso? Depois na coletiva usa jargões, não explica nada e joga pra torcida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*