Michel se coloca como líder e exige reação do São Paulo no Brasileirão

De dezembro de 2015 para cá, o São Paulo perdeu praticamente todas as suas estrelas. Rogério Ceni se aposentou, Alexandre Pato e Calleri foram embora após empréstimos, Luis Fabiano não teve o contrato renovado, e Paulo Henrique Ganso foi vendido para o Sevilla. Como Diego Lugano atualmente é reserva,  Michel Bastos,  titular com mais tempo de casa, reivindica o posto de líder do grupo, junto do capitão Maicon, e assume a missão de recuperar o time.

É possível perceber uma mudança de postura do jogador. Ao contrário do ano passado, quando esteve rompido com torcedores por causa de críticas, o camisa 7 se resguarda e está mais preocupado com o que acontece dentro de campo.

Michel Bastos reconhece que não está rendendo tudo o que pode e afirma que, por isso, pediu para ficar fora do time nas últimas duas partidas. Foram 10 dias de intensos trabalhos físicos em dois períodos para que ele voltasse a ganhar massa muscular. O meio-campista voltará ao time no próximo domingo, contra o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro, com a certeza de que será mais cobrado do que os outros atletas.

– Se eu não jogar bem e o time perder, vou ser cobrado, então preciso estar 100% para ser decisivo como sempre fui. Sou cobrado pelo fato de, graças a Deus, já ter provado minha qualidade no São Paulo. Agora concordo (com as críticas que recebeu no ano passado). Fiquei muito abaixo do meu potencial e, em um time como o São Paulo, não posso sair (de campo) feliz (com isso) – afirmou Michel.

Mesmo sabendo de sua responsabilidade, o jogador pede que todo o grupo tenha uma postura diferente nas partidas.

– Já fui questionado sobre ser líder após a saída do Rogério Ceni. Eu sempre fiz essa função, até antes dele sair, pela minha experiência no futebol. Com a saída deles, eu deveria me expor mais e nunca fugi disso. Não vai ser agora. Mas o grupo precisa que todos chamem a responsabilidade para que os resultados voltem a acontecer – ressaltou.

Michel Bastos acredita que chegou a hora da equipe reagir.

– A posição que ocupamos é incômoda pelo time que temos. Nos últimos sete jogos, conquistamos apenas uma vitória, tivemos derrotas em casa que nos prejudicaram. Temos de buscar um bom resultado porque estamos devendo.

Próximo adversário: Internacional
Local: Beira-Rio, em Porto Alegre
Data e horário: domingo, às 16h (de Brasília)
Escalação provável: Denis, Buffarini, Maicon, Lyanco e Mena; João Schmidt; Kelvin, Hudson Michel Bastos (Luiz Araújo) e Cueva; Chavez
Pendurados: Carlinhos, Lugano, Maicon e Wesley
Desfalques: Ytalo, Renan Ribeiro, Breno, Lucas Fernandes, Wellington (machucados) e Rodrigo Caio (na Seleção olímpica)
Arbitragem: Gilberto Rodrigues Junior (Fifa-PE), auxiliado por Clovis Amaral da Silva e Cleberson do Nascimento Leite (ambos de PE)
Transmissão: TV Globo para SP, SC, PR, MG (menos Juiz de Fora), GO, TO, MS, MT, BA, AL, PE (Recife), CE, MA, PA (menos Santarém) e DF (com Cleber Machado, Caio Ribeiro e Paulo Cesar Oliveira) e Premiere (com Luiz Alano e Mário Marcos)

Fonte: Globo Esporte

7 comentários em “Michel se coloca como líder e exige reação do São Paulo no Brasileirão

  1. KKKKKKK TAMO FUDIDO SE DEPENDER DESSA BOSTA AI !!!! NAO CHEGAREMOS A LUGAR NENHUM… DIRETORIA MEDIOCRE, COMO QUE MANTEM ESSA MERDA NO ELENCO ATE HOJE ? MANDA EMBORA ESSA PORRA, RESCINDE O CONTRATO E MANDA SE FUDER PRA LÁ !!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*