Maicon faz balanço razoável de sua passagem no Tricolor e defende técnico

A contratação em definitivo do zagueiro Maicon, em junho, foi muito celebrada pela torcida do São Paulo, que via nele um grande líder para levar o Tricolor ao tetracampeonato da Libertadores. No entanto, veio a eliminação na competição continental, os maus resultados no Campeonato Brasileiro e a equipe do Morumbi terá de amargar mais um ano sem levantar taças.

A falta de títulos incomoda Maicon, que avalia sua passagem pelo Tricolor como razoável apesar da satisfação pessoal em vestir a camisa do clube. Mesmo assim, o zagueiro espera ajudar o São Paulo a retomar o caminho das glórias.

“Claro que não estou satisfeito como estamos lidando esse ano. Queria brigar por títulos. Mas acredito que no futuro bem próximo o São Paulo voltará a ter o que o torcedor sempre espera. Minha passagem está metade boa, porque tem objetivos pessoais e coletivos. Uma passagem boa não me leva a nada se eu não ganhar títulos. Meu objetivo principal é colocar o São Paulo no topo, onde está acostumado a estar”, comentou Maicon.

Maicon, jogador do São Paulo FC, durante entrevista coletiva após o treino no CCT da Barra Funda, na Zona Oeste da capital paulista.
Zagueiro afirmou que se incomoda com falta de títulos do Tricolor (Foto: Fernando Dantas/Gazeta Press)

O experiente jogador de 28 anos também tratou de defender o técnico Ricardo Gomes, criticado pela falta de bons resultados do São Paulo na segunda metade de temporada, que levou o clube a ficar perto da zona de rebaixamento.

“Quando você não está numa fase boa, vai sempre sobrar para alguém. E ele é o treinador. A gente perdeu um treinador que fez uma boa Libertadores (Edgardo Bauza), perdemos jogadores importantes. Aí chega um treinador em uma fase que não é boa. Você vê a equipe do Ricardo jogando, criando chances, podendo matar o jogo. Aí a cobrança é sempre no treinador”, falou Maicon.

“Eu gosto muito dele, é um treinador experiente, como ex-zagueiro nos auxilia bastante. Ofensivamente também tem criado bastante. Mas não temos feito gols. Faltava esse ponto, de aprimorar mais a finalização”, acrescentou.

O São Paulo volta a entrar em campo nesta segunda-feira, às 20h (de Brasília), contra o América Mineiro, em Belo Horizonte. Com 42 pontos, o Tricolor ocupa a 11ª colocação no campeonato e praticamente está sem riscos de rebaixamento. Para a zona de classificação à Libertadores, são sete pontos de diferença.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*