Lúcio diz que remédio para crise é apagar passado

O São Paulo sofreu por quase 75 minutos, mas conseguiu arrancar e venceu o Botafogo por 3  a 0 na noite deste domingo. O primeiro gol foi marcado por Lúcio, que contou com a falha de Rafael para fazer aquele que foi seu primeiro tento tricolor. Capitão do time por um dia, ele ressaltou que o remédio para curar a crise é esquecer o passado.

Segundo o camisa 3, o time precisa acreditar mais nele mesmo para poder voltar a vencer e ainda ter esperança em se classificar na Libertadores, apesar da dependência de combinação de resultados. O time pega o Atlético-MG na quarta-feira, dia 17.

“O grupo está unido, vivemos momentos difíceis, mas está tudo em paz. Tem que deixar essas coisas para o passado. A reação precisa passar por todo mundo. Não fizemos partidas boas, mas eu tenho que acreditar. Vamos fazer nosso trabalho contra o Atlético-MG e também pensar no Paulistão”, disse ele.

“Quando ganhamos, está tudo certo, quando perde está tudo errado. Mas nossa equipe tem de deixar os pés no chão e esquecer o passado”, completou.

Lúcio ainda fez questão de destacar que está vivendo sem nenhum problema com o técnico Ney Franco. Isso porque ele deixou o campo na derrota por 2 a 1 para o Arsenal de Sarandí reclamando de ser substituído. Ele ainda foi para o ônibus antes mesmo da preleção pós-partida do treinador.

Desde então, Lúcio perdeu a vaga e a linha defensiva são-paulina tem sido formada pela dupla Edson Silva e Rafael Tolói.

Fonte: Uol

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*