Lúcio admite tristeza por expulsão, mas diz estar de cabeça erguida

Triste, mas de cabeça erguida. É assim que se sente Lúcio após ter sido expulso na derrota por 2 a 1 para o Atlético-MG, na quinta-feira, no Morumbi, pela ida das oitavas de final da Libertadores, e prejudicado o São Paulo. Enquanto ele estava em campo, até os 35 minutos do primeiro tempo, o Tricolor vencia por 1 a 0. Agora, na quarta-feira, em Belo Horizonte, precisa vencer por dois gols de diferença.

– Estou triste por ter sido expulso. Nossa equipe estava num bom momento e infelizmente com um homem a menos acabamos não conseguindo segurar o resultado. Fico triste, mas tenho que levantar a cabeça, pois a vida segue. Quando acontecem coisas desse tipo, o mais importante é ter caráter e seguir trabalhando. Vou sempre fazer o meu melhor – disse o zagueiro ao site oficial do São Paulo.

Segundo Lúcio, os companheiros de clubes estão ao seu lado e o apoiaram depois do cartão vermelho. O zagueiro está fora do duelo de quarta-feira, em Minas.

– Eu conversei com todos meus companheiros e só tenho a agradecer pelo apoio e pela confiança. Isso só mostra o caráter desse grupo e das pessoas que estão no clube. Mostra que nesse grupo não tem individualismo, mas sim espírito coletivo. Um grupo é formado e fica forte assim, passando por momentos difíceis. Com isso só ficamos mais sólidos. Agora tenho que seguir meu trabalho para retribuir esse apoio – acrescentou o pentacampeão.

Lúcio admite que a situação do São Paulo ficou complicada na Libertadores da América, mas confia na classificação. Se não vencer por dois gols de diferença, a única maneira de tentar chegar às quartas de final é devolver os 2 a 1 e vencer a disputa por pênaltis no estádio Independência.

– Eu fico na torcida para que a gente possa conseguir o resultado em Belo Horizonte. Sei que é difícil, mas não é impossível. Acredito muito nos meus companheiros e sei que eles têm plenas condições de conseguir a classificação – opinou o zagueiro são-paulino.

Neste domingo, o zagueiro está confirmado como titular no clássico contra o Corinthians, pela semifinal do Paulistão, no Morumbi. Ele descarta volta por cima.

– Não penso na minha situação, penso no São Paulo, que há alguns anos não conquista o Paulista. Eu não vou entrar em campo contra o Corinthians querendo dar a volta por cima, mas sim para jogar bem e fazer o melhor para o meu clube, para podermos como grupo seguir em busca de um título – finalizou Lúcio.

 

Fonte: Globo Esporte

3 comentários em “Lúcio admite tristeza por expulsão, mas diz estar de cabeça erguida

  1. “fazer o meu melhor . . .”
    Por 1% do que esse cara ganha eu também faria o “meu melhor” com nenhuma diferença para os resultados dos jogos. E olha que eu já tô com sessentinha . . . .

  2. É isso aí. Mas vamos evitar esse tipo de emoção neste domingo e na quarta!

    É manter a cabeça no lugar, que essa equipe já provou ter condições de jogar de igual pra igual e vencer qualquer equipe do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*