Leco diz que revés para o Galo seria “natural” e abre portas do SP a Pato

O presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, afirmou nesta segunda-feira (16) que um possível revés diante do Atlético-MG da Libertadores seria “natural”. Em sua opinião, uma suposta eliminação nas quartas de final seria mais bem compreendida pela torcida tricolor devido à boa fase do time.

“Eu acredito que mesmo um revés, que é possivel, e chega até a ser natural porque vamos jogar contra um dos maiores clubes do país, não seria recebido como dois, três meses atrás. Percebo um prestígio da torcida, que compreenderá caso venha o revés”, afirmou Leco à FoxSports.

Perguntado o que mudou nestes “dois ou três meses”, Leco ressaltou a reação do São Paulo na Libertadores, com a classificação na última rodada da fase de grupos, e o pagamento dos meses de direito de imagem atrasados, o que melhorou a relação entre jogadores e clube.

Após vitória por 1 a 0 diante do Atlético-MG no jogo de ida no Morumbi, São Paulo visita o Galo na próxima quarta-feira (18) jogando pelo empate. Caso balance as redes, o tricolor poderia perder por até um gol de diferença para avançar à semifinal da Libertadores.

“Sabemos da enorme dificuldade, mas alcançamos situação vantajosa. O que me anima é ouvir do Patón [apelido de Bauza] que a equipe está unida, que é difícil ganhar do São Paulo. O Bauza não consegue usar essa expressão, mas o grupo tá fechado”, acrescentou Leco.

“Sempre haverá chance do Pato voltar”

Questionado sobre a situação do atacante Calleri, o presidente do São Paulo acabou abrindo portas para o retorno de Alexandre Pato, que teve boa passagem pelo Morumbi.

O atacante argentino tem contrato por empréstimo somente até o meio do ano e, segundo Leco, deve ser negociado à Europa na próxima janela de transferências. Assim, embora a hipótese do retorno de Pato ainda não tenha sido discutida, “sempre haverá chance” da volta de Pato.

Sinceramente ainda não discutimos isso. Ele ainda está no Chelsea, tem contrato com o Corinthians até o fim do ano, mas sempre haverá chance do Pato voltar”, afirmou Leco ao BoaNoiteFox.

 

Novo contrato de Ganso não tem teto

“Não tem teto.”

A frase é de Edgardo Bauza e foi utilizada mais de uma vez neste ano pelo treinador argentino para explicar até onde o camisa 10 do São Paulo, Paulo Henrique Ganso, pode chegar.

“No tiene techo”, em bom espanhol.

Na noite de segunda-feira, no programa Boa Noite Fox, o presidente do São Paulo, Carlos Augusto de Barros e Silva, o Leco, usou a mesma frase para definir como pode precisar fazer para prorrogar o contrato de Ganso, que termina em setembro de 2017.

Depois de afirmar que Ganso tem 100% de chance de renovar seu contrato e que sua impressão é de que o mercado chinês não o seduz, Leco foi questionado sobre o fato de o camisa 10 estar um pouco abaixo do teto salarial do São Paulo. “Eu diria que hoje ele está praticamente no teto”, respondeu Leco. Prossegui: “Então para renovar com ele pode ser necessário subir este teto.”

Foi então que Leco usou a frase, não de maneira textual, mas com o sentido de afirmar que não medirá esforços na tentativa de prorrogar o contrato. “Não tem teto.” A mênção imediata foi à frase de Edgardo Bauza, aplicada para a capacidade técnica de Ganso para definir partidas.

Leco diz que já há conversas para a prorrogação do contrato.

 

Fonte: Uol

 

 

2 comentários em “Leco diz que revés para o Galo seria “natural” e abre portas do SP a Pato

  1. Esse Leco só pode estar de brincadeira mesmo viu….. se ele que o Presidente do clube esta desanimado, pensa os jogadores! Ele não pode dar uma entrevista como essa, é o cara ser muito Burro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.