Kardec nega simulação e Ganso reclama de falta de ‘fair play’ gremista

Além da tristeza pelo fim da invencibilidade de nove partidas no Campeonato Brasileiro, os jogadores do Grêmio deixaram o gramado da Arena em Porto Alegre neste sábado indignados com a arbitragem de Felipe Gomes da Silva na vitória do São Paulo por 1 a 0. O principal motivo das reclamações foi o pênalti sofrido por Alan Kardec e convertido por Rogério Ceni, que o atacante do time paulista assegura ter acontecido.

– É só pegar e ver o VT. Quando o Maicon toca para mim, o Rhodolfo dá o carrinho e me atinge – contou o camisa 14.

O lance aconteceu aos oito minutos do segundo tempo e irritou muito o técnico Luiz Felipe Scolari, que seria expulso pouco depois pelo excesso de reclamação ao árbitro. Os gremistas ainda falaram de um impedimento mal marcado de Barcos no primeiro tempo, mas não foram os únicos a demonstrarem insatisfação após a partida.

No primeiro tempo, o São Paulo colocou a bola para fora para que Paulo Henrique Ganso fosse atendido após pancada de Barcos. Fellipe Bastos devolveu a posse em arremesso lateral e chamou os companheiros para apertarem a marcação. Kaká ficou indignado com a atitude e discutiu com o volante gaúcho. Já no fim do jogo, foi a fez de Kaká cair após entrada dura e, desta vez, os gremistas nem sequer devolveram a bola.

– Só precisamos dar uma olhada, porque quando eu joguei a bola para fora, o Grêmio tinha que devolver. Isso nao é fair play, não – disparou Ganso.

Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*