Jadson promete apoio a Luis Fabiano e fala em título para o atacante

Ainda muito abatido pela expulsão no primeiro tempo da final da Copa Sul-Americana, contra o Tigre, da Argentina, na última quarta-feira, em Buenos Aires, o atacante Luis Fabiano, do São Paulo, disse que naquele momento tinha vontade até de largar o futebol. O próprio centroavante descartou a possibilidade em seguida, mas uma das preocupações dos demais jogadores é levantar o astral do companheiro até a próxima quarta-feira.

No intervalo, e principalmente no final do jogo, os jogadores já iniciaram o processo de reanimá-lo. O meia Jadson aposta que a declaração sobre a carreira foi dada num momento de nervosismo. Segundo ele, Fabuloso estava muito triste e de cabeça baixa, mas recebeu o apoio de todos os companheiros.

– Ele é um jogador importante para o São Paulo. Temos de dar apoio a ele, todos unidos, se ajudando, treinando e passando confiança a ele.

O camisa 10 quer transformar a ausência de Luis Fabiano, artilheiro do time na temporada com 31 gols, em mais um fator de motivação para a equipe conquistar o título da Sul-Americana, e promete não decepcionar o “torcedor” Fabuloso, que terá de assistir à partida dos camarotes do Morumbi.

– Ele estava muito triste, mas todos conversamos com ele e pedimos para ele ter tranquilidade porque todos nós vamos correr, lutar e ajudar o São Paulo a ser campeão.

Apesar de juntar forças para consolar o amigo, Jadson é um dos mais chateados com sua expulsão e a suspensão para a partida do Morumbi. Desde que chegou à equipe, o meia tem aprimorado seu entrosamento com o parceiro. É nítido como ele procura pelo Fabuloso durante quase todo jogo para tentar um passe em profundidade ou uma tabela.

Na final da Bombonera, no início do jogo, Jadson já havia dado belo passe para Luis Fabiano perder a chance dentro da grande área. Com sua expulsão, o meia acabou sendo sacrificado no segundo tempo: saiu para a entrada de Cícero, que, além de poder executar a função de centroavante, tem boa estatura e ótimo aproveitamento nas bolas aéreas.

– Tive oportunidade de dar um passe para ele, vai ser uma perda muito grande, mas acho que os jogadores que o São Paulo tem podem substituí-lo bem.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*