Hudson vê São Paulo em reinvenção sem Rogério Ceni e elogia Lugano

O São Paulo 2016 tem o desafio de aprender a viver sem Rogério Ceni, presente por mais de duas décadas no dia a dia. A aposentadoria do goleiro faz o grupo buscar uma nova liderança, posto preenchido com a contratação de DiegoLugano, segundo Hudson.

O volante nega que haja clima ruim do uruguaio com o restante do grupo por uma suposta disputa sobre a liderança do elenco.

– Vejo a chegada do Lugano como uma lacuna que existia de um líder, que tinha história, identificação profunda com o São Paulo, assim como a torcida também. Ele ser líder é uma coisa natural. Todos esperavam isso e não acredito que tenha havido ciúmes – disse.

A divergência de opinião entre o grupo sobre a pacto de silêncio em protesto aos direitos de imagem atrasados ter ocorrido após o fim da carreira de Rogério Ceni é uma coincidência, na opinião do volante.

– O Rogério era um líder, um cara que sempre ficou no São Paulo. Nós nos apoiávamos nele para tomar decisões e ele tomava a frente perante à diretoria. Agora estamos nos reinventando. O Lugano está chegando e há jogadores experientes como o Michel (Bastos). Tudo isso é para o bem do São Paulo. Para voltar a vencer em campo, essas coisas são importantes para ter estrutura – afirmou.

Rogério Ceni São Paulo lugano (Foto: Marcos Ribolli)Rogério Ceni dá a Lugano faixa de capitão: uruguaio é o seu sucessor como líder do São Paulo (Foto: Marcos Ribolli)

Dentro de campo, Hudson diz que Lugano tem compensado a desvantagem física para os demais jogadores com a experiência de 35 anos.

Mas a experiência dele equivale a uma juventude de um moleque de 18 anos que corre 90 minutos loucamente. A experiência dele vale muito. É um líder, orienta bastante e dá segurança a mais quando está em campo. Se tiver de dar um pique a mais por ele é normal, porque ele ajuda em muitas coisas. O posicionamento dele é excelente, não à toa foi capitão do Uruguai na Copa do Mundo – disse Hudson.

Motivo de discórdia entre os jogadores, os direitos de imagem atrasados do mês de janeiro começaram a ser pagos nos últimos dias pelo São Paulo. A promessa da diretoria é de não atrasar mais o pagamento até o fim do ano.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Hudson vê São Paulo em reinvenção sem Rogério Ceni e elogia Lugano

  1. Hudson Rogerio foi o lider sim, mas nos ultimos anos que ele estava por aposentar e nao aposentou ja nao liderava mais nada, foi nosso mito devemos muitos titulos que ele nos ajudou , mas hj sem ele nao tem que reinventar mas tem que jogar bola todos sem excecao.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*