Hudson fala sobre cobrança de Jardine: “Pega muito no nosso pé”

A conduta de André Jardine chamou atenção durante o treino desta quinta-feira, no CT da Barra Funda. Aos berros, o técnico do São Paulo interrompeu a atividade diversas vezes para fazer cobranças aos jogadores. A exigência principal se referia ao cuidado defensivo da equipe, o que foi elogiado pelo capitão Hudson.

“Tem que gostar de defender. Não existe um time que não se defenda com dez, 11 jogadores. Ele pega muito no nosso pé, nos detalhes, para que a gente esteja atento”, afirmou o volante, em entrevista à Rede Globo.

“O São Paulo só foi excelente no campeonato quando esteve no limite da concentração. Se a gente conseguir chegar nesse ponto, poderemos fazer um grande jogo contra a Chapecoense”, acrescentou Hudson.

O treino desta manhã serviu para Jardine armar o time que atuará em Chapecó, pela 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro. Recuperado de uma fadiga muscular que o tirou do jogo contra o Sport, Hudson voltará à equipe no lugar de Jucilei, enquanto Liziero será mantido no meio-campo.

“O Jucilei esteve machucado, então eu e o Liziero tivemos uma boa sequência juntos em uma crescente do São Paulo. Espero que não tenhamos dificuldade nenhuma. Ele tem personalidade, jogou muito bem com o Sport. Espero fazermos um grande jogo”, projetou Hudson.

Em busca de uma vaga direta na Copa Libertadores de 2019, o São Paulo ocupa o quinto lugar do Brasileirão, com os mesmos 63 pontos do quarto colocado Grêmio, que tem uma vitória a mais (17 a 16).

Para ingressar no G4, os paulistas precisam de um tropeço dos gaúchos, que recebem o Corinthians em Porto Alegre. “Temos a disputa pela vaga direta na fase de grupos da Libertadores, e por isso precisamos fazer um grande jogo”, concluiu o camisa 25.

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*