Goulart foi preterido por “atacante” Casemiro em testes no São Paulo

Ricardo Goulart, artilheiro do Brasileirão, eCasemiro, volante campeão da Liga dos Campeões pelo Real Madrid, já formaram uma badalada dupla de ataque em São José dos Campos, interior paulista. A parceria durou até 2006, quando os dois foram levados para uma série de testes no São Paulo. Na época, os dois atletas tinham 15 anos e quem levou a melhor foi Casemiro, aprovado.

Ricardo Goulart teve que esperar mais pela sua vez. Após ser reprovado no São Paulo, encontrou espaço no Santo André, que lhe deu a primeira oportunidade como jogador profissional. Nilton de Jesus Moreira, dono da escolinha que lançou os dois atletas, lembra que Goulart sempre teve a velocidade e a habilidade de finalizar com os dois pés como características principais.

Ricardo Goulart comemoração jogo Cruzeiro e Figueirense (Foto: Douglas Magno / Agência Estado)Artilheiro do Brasileirão, Goulart foi rejeitado pelo São Paulo em teste (Foto: Douglas Magno / Agência Estado)

– Desde o início, ele era o homem que fazia nossos golaços. Ele gostava de fazer golaço. O Casemiro foi escolhido porque era mais esperto em campo naquela época. Os olheiros viram que seria um bom volante. O Goulart não foi selecionado, mas quando foi para o Santo André, não deu três meses e já treinava junto com o profissional – lembra o professor Moreira.

Tranças Ricardo Goulart Moreira (Foto: Reprodução)Ricardo Goulart é o quarto agachado, da esquerda para direita. Visual com trancinhas na infância (Foto: Reprodução)

Goulart mostrou ter estrela já na escolinha. Com 10 anos, marcou o gol do título em um campeonato da cidade. Mas se era o craque do Moreira’s Sport, no Santo André precisou de tempo e paciência para ganhar oportunidades. Apesar de treinar no profissional desde 2006, foi no Paulistão de 2009 que teve suas primeiras chances, aos 18 anos, substituindo Marcelinho Carioca. Foi quando começou a atuar de meia-atacante, função que exerce até hoje. O primeiro gol veio na vitória contra o Ituano, por 2 a 1, na nona rodada. Após o gol, passou a ser usado com mais frequência e terminou o Estadual como titular, com quatro tentos.

Após dois anos de Santo André, o Internacional apostou em Goulart. O atleta chegou ao clube gaúcho em 2011 e colaborou com quatro gols na campanha do título estadual. Mas foi pelo Goiás, no ano seguinte, que Goulart se firmou. Ao lado de Walter, atualmente no Fluminense, se destacou com 12 gols na conquista da Série B do Brasileiro.

A boa atuação levantou o interesse de vários clubes do Brasil e do exterior. Mas foi o Cruzeiro que levou a melhor em 2013. Vestindo a camisa 31, manteve a tradição que iniciou no Moreira, de “gostar de fazer golaços”. Só pela Raposa, segundo o site oficial do clube, são 31 gols após 84 jogos disputados. Neste sábado, às 18h30, o atleta é a esperança de gols no confronto contra o Botafogo, no Maracanã, pela 13ª rodada do Brasileirão (veja no vídeo acima uma matéria especial sobre os gols do atacante).

Relação com Casemiro

Carteirinha Ricardo Goulart Moreira (Foto: Reprodução)Primeiro registro do atleta na FPF (Foto: Reprodução)

Ricardo Goulart tem 23 anos e é oito meses mais velho que Casemiro. Apesar da concorrência no início, o artilheiro do Brasileirão lembra com carinho da parceria no ataque. Quando as agendas batem, os dois ainda combinam de se encontrar em São José dos Campos.

– A parceria com o Casemiro foi muito legal. A gente ainda tem amizade, e às vezes se encontra. É um grande jogador. Ele conseguiu sucesso no São Paulo, depois no Real Madrid, e agora espero que também consiga ir bem no Porto. Vou sempre a São José dos Campos. É uma cidade que gosto muito, tenho familiares, amigos, então sempre que tenho uma folga, faço uma visita – disse o atleta, em entrevista por e-mail.

O professor Nilton Moreira tem uma parceria com o São Paulo para a revelação de atletas. O clube fornece material para treinos em troca de prioridade na seleção de promessas da base. Outros jogadores que deixaram a escolinha e foram para o Tricolor são Juninho, meio-campo e irmão de Goulart, que defende o Los Angeles Galaxy, além de Sérgio Mota.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*