Goiás sonda Nenê, mas valores dificultam negociação

O Goiás entrou para a lista de prováveis destinos de Nenê, um dos jogadores mais criticados pela torcida do São Paulo durante essa crise que vem sendo atravessada pelo time. Aos 37 anos, o meio-campista agrada bastante a alta cúpula esmeraldina, porém, os valores que envolvem a negociação pelo jogador vem sendo o grande obstáculo para a confirmação da transferência.

“Desde o começo do ano, pensamos neste atleta. Um atleta que é um pouco fora da nossa realidade financeira. Já conversamos com o São Paulo, porém não chegamos a um valor que possamos pagar. Existe uma diferença do Goiás para outros times do Brasil: quando fazemos um compromisso, pagamos e queremos continuar assim. Tem clubes que já estão deixando de pagar algumas coisas e não queremos ficar nessa situação. Vamos continuar conversando. Seria um nome espetacular”, disse o vice-presidente do Goiás, Mauro Machado, em entrevista à Rádio Sagres.

O alto salário e a perda de protagonismo no São Paulo fizeram com que Nenê passasse a ser especulado fora do clube em 2019. Times como Fluminense e Fortaleza manifestaram interesse no atleta, mas ambas as conversas não foram para frente.

Por conta das eliminações precoces na Copa Libertadores e Copa do Brasil, a diretoria do São Paulo busca readequar o orçamento para o restante da temporada. Uma das intenções da alta cúpula tricolor é se desfazer de atletas subutilizados e que contam com altos salários. Nenê é um deles.

Vice-artilheiro do São Paulo no ano passado, com 12 gols em 55 partidas, Nenê não é titular da equipe desde a derrota para a Ponte Preta, ainda pela primeira fase do Campeonato Paulista, sob o comando do técnico André Jardine. De lá para cá, o atleta continuou sendo acionado, mas na condição de reserva. Na atual temporada ele contabiliza 15 jogos e nenhuma bola na rede.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

4 comentários em “Goiás sonda Nenê, mas valores dificultam negociação

  1. Não gosto de jogadores contratados para encerrar carreira no clube. Não pelo fato da idade do jogador; mas, sim, pelo fato de que ninguém vem por uma única temporada, como deveria ser, já que a contratação envolve enorme risco para o clube, e, ainda, maior benefício para o atleta que aumenta a longevidade de seus grandes vencimentos.
    Posto tudo isto, acho que o Cuca está errando muito com o Nenê, principalmente, porque em todo este período à frente da equipe, o treinador não conseguiu encontrar um meia-armador melhor do que o Nenê poderia ser e, a meu ver, nunca o testou na função. Embora ambos não tenham mais vigor físico para todas as partidas, mas Nenê, pela esquerda, e Hernanes, pela direita – apoiados por dois volantes de marcação, poderia vir a dar certo, já que ambos finalizam bem de fora da área; têm um bom passe e chegam bem na área.
    Gostaria de vê-los num time montado neste 4x4x2 tradicional, já que todos os outros tentados pelo Cuca não resultaram em bons resultados. . .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.