Especial Brasileirão: rankings históricos

Estes rankings se tratam, basicamente, da somatória de pontos obtidos por vitórias e empates, sem nenhuma inclusão de critérios subjetivos ou de atributos duvidosos e arbitrários. Se venceu, ganhou três pontos (ou dois, antes de 1995). Se empatou, um ponto – salvo pontos extras por motivo de regulamento, outro fato indiscutível.

Ainda que se possa argumentar que existiram dezenas de regulamentos diferentes ao longo dos anos, atribuindo pesos diferentes a cada edição (exemplo: em campeonatos de pontos corridos existem mais partidas disputadas, o que tende a aumentar a pontuação dos clubes, diferentemente dos campeonatos de tiro curto), nada há a se fazer objetivamente, posto que os clubes concordaram com os mesmos e todos tiveram sua cota de participação em cada modelo experimentado. Ou seja, todos tiveram as mesmas chances.

Desta forma, eis os melhores colocados do Ranking de Clubes do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2017.

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2017

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 1976 1324 600 377 347 2015 1399 616 2177 54,8 1,52 1,06
Cruzeiro EC (MG) 1883 1309 569 353 387 1912 1493 419 2060 52,5 1,46 1,14
SC Corinthians P (SP) 1858 1297 559 380 358 1728 1365 363 2057 52,9 1,33 1,05
SC Internacional (RS) 1850 1289 559 356 374 1745 1336 409 2033 52,6 1,35 1,04
Santos FC (SP) 1840 1304 549 370 385 1882 1454 428 2017 51,6 1,44 1,12
C Atlético Mineiro (MG) 1814 1295 547 365 383 1883 1512 371 2006 51,6 1,45 1,17
Grêmio FBPA (RS) 1795 1282 552 340 390 1704 1365 339 1996 51,9 1,33 1,06
CR Flamengo (RJ) 1795 1328 543 377 408 1795 1511 284 2006 50,4 1,35 1,14
SE Palmeiras (SP) 1732 1210 532 334 344 1750 1328 422 1930 53,2 1,45 1,10
10º Fluminense FC (RJ) 1641 1244 483 351 410 1666 1491 175 1800 48,2 1,34 1,20
11º CR Vasco da Gama (RJ) 1626 1223 480 374 369 1735 1453 282 1814 49,4 1,42 1,19
12º Botafogo FR (RJ) 1501 1189 439 346 404 1539 1450 89 1663 46,6 1,29 1,22

Resumindo, além de liderar o ranking por pontos conquistados, o São Paulo é quem tem mais vitórias, menor média de derrotas, mais gols marcados (em 2017 superou os 2.000, único time nessa faixa) e melhor saldo de gols (único acima de 500, aliás, 600) entre os 12 melhores clubes do país.

Além disso, possui também o melhor aproveitamento de pontos, com 54,8% dos pontos conquistados e a melhor média de gols marcados: 1,52 gols. O Tricolor só não lidera em média de gols sofridos, ficando na terceira posição. A defesa tem taxa de 1,06 gol sofrido por jogo, ao passo que a linha defensiva do Internacional possui 1,04 e do Corinthians 1,05.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2017 como mandante

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 1186 655 383 167 105 1189 571 618 1316 67,0 1,82 0,87
SC Internacional (RS) 1152 650 367 167 116 1056 528 528 1268 65,0 1,62 0,81
Grêmio FBPA (RS) 1140 635 372 157 106 1027 498 529 1273 66,8 1,62 0,78
Cruzeiro EC (MG) 1131 647 357 169 121 1142 624 518 1240 63,9 1,77 0,96
Santos FC (SP) 1129 628 356 167 105 1122 558 564 1235 65,6 1,79 0,89
C Atlético Mineiro (MG) 1116 638 360 157 121 1109 619 490 1237 64,6 1,74 0,97
SC Corinthians P (SP) 1088 645 340 180 125 998 599 399 1200 62,0 1,55 0,93
CR Flamengo (RJ) 1068 653 339 177 137 1063 604 459 1194 60,9 1,63 0,92
SE Palmeiras (SP) 1031 593 333 145 115 1032 566 466 1144 64,3 1,74 0,95
10º Fluminense FC (RJ) 983 604 308 155 141 940 594 346 1079 59,5 1,56 0,98
11º CR Vasco da Gama (RJ) 964 611 300 176 135 1034 626 408 1076 58,7 1,69 1,02
12º C Atlético Par. (PR) 912 522 272 150 100 845 500 345 966 61,7 1,62 0,96

Com a responsabilidade de jogar em casa e com o apoio da torcida, o São Paulo também vai bem no quesito “jogos como mandante”. Com a participação do Internacional na série B, em 2017 o Tricolor retomou a liderança deste ranqueamento. Possui, ainda, mais vitórias, mais gols marcados e melhor saldo de gols, único acima dos 600 gols.

Também é o clube com melhor aproveitamento, 67%; melhor média de gols, 1,82; e somente fica atrás em média de gols sofridos, com 0,87 (atrás de Grêmio, 0,78; e Inter 0,81).

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2017 como visitante

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 790 669 217 210 242 826 828 -2 861 42,9 1,23 1,24
SC Corinthians P (SP) 770 652 219 200 233 730 766 -36 857 43,8 1,12 1,17
Cruzeiro EC (MG) 752 662 212 184 266 770 869 -99 820 41,3 1,16 1,31
CR Flamengo (RJ) 731 675 204 200 271 732 907 -175 812 40,1 1,08 1,34
Santos FC (SP) 711 676 193 203 280 760 896 -136 782 38,6 1,12 1,33
SE Palmeiras (SP) 701 617 199 189 229 718 762 -44 786 42,5 1,16 1,24
SC Internacional (RS) 698 639 192 189 258 689 808 -119 765 39,9 1,08 1,26
C Atlético Mineiro (MG) 698 657 187 208 262 774 893 -119 769 39,0 1,18 1,36
CR Vasco da Gama (RJ) 662 612 180 198 234 701 827 -126 738 40,2 1,15 1,35
10º Fluminense FC (RJ) 658 640 175 196 269 726 897 -171 721 37,6 1,13 1,40
11º Grêmio FBPA (RS) 655 647 180 183 284 677 867 -190 723 37,2 1,05 1,34
12º Botafogo FR (RJ) 598 613 156 191 266 628 849 -221 659 35,8 1,02 1,38

Fora de casa o desempenho são-paulino também é excepcional, acima da média. É o clube que mais conquistou pontos nessa categoria, que mais marcou gols – o único acima de 800 – e com a melhor média. Até 2016, liderava também em número de vitórias e era o único time com saldo de gols positivo: a campanha de 2017 não colaborou para manter essas marcas, que, contudo, podem ser perfeitamente alcançadas novamente em 2018.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2017 – Era dos Pontos Corridos

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 977 590 276 149 165 893 655 238 977 55,2 1,51 1,11
Cruzeiro EC (MG) 941 590 272 125 193 917 738 179 941 53,2 1,55 1,25
Santos FC (SP) 919 590 256 151 183 902 713 189 919 51,9 1,53 1,21
SC Corinthians P (SP) 886 552 244 154 154 747 598 149 886 53,5 1,35 1,08
SC Internacional (RS) 849 552 238 135 179 738 632 106 849 51,3 1,34 1,14
CR Flamengo (RJ) 847 590 226 173 191 771 731 40 851 48,1 1,31 1,24
Fluminense FC (RJ) 846 590 229 159 202 821 772 49 846 47,8 1,39 1,31
Grêmio FBPA (RS) 832 548 232 136 180 747 621 126 832 50,6 1,36 1,13
C Atlético Mineiro (MG) 797 552 217 146 189 805 741 64 797 48,1 1,46 1,34
10º C Atlético Par. (PR) 781 552 217 130 205 750 724 26 781 47,2 1,36 1,31
11º SE Palmeiras (SP) 748 506 207 127 172 713 642 71 748 49,3 1,41 1,27
12º Botafogo FR (RJ) 693 506 183 144 179 676 648 28 693 45,7 1,34 1,28

Desde 2003, o São Paulo também possui vantagem frente aos oponentes em pontos ganhos, em vitórias, no absurdo saldo de gols (único acima dos 200). E mais além: melhor aproveitamento. Em 2017, só perdemos a liderança no item melhor defesa e continuamos na cola de Crzueiro e Santos em termos de gols marcados.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2017 – Era dos Pontos Corridos – como mandante

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 600 295 176 72 47 529 262 267 600 67,8 1,79 0,89
Santos FC (SP) 596 295 175 71 49 546 276 270 596 67,3 1,85 0,94
Cruzeiro EC (MG) 571 295 168 67 60 552 325 227 571 64,5 1,87 1,10
SC Internacional (RS) 550 276 163 61 52 442 236 206 550 66,4 1,60 0,86
Grêmio FBPA (RS) 549 274 162 63 49 469 238 231 549 66,8 1,71 0,87
C Atlético Par. (PR) 544 276 157 73 46 468 262 206 544 65,7 1,70 0,95
SC Corinthians P (SP) 536 276 156 68 52 437 255 182 536 64,7 1,58 0,92
CR Flamengo (RJ) 532 295 148 88 59 465 288 177 532 60,1 1,58 0,98
Fluminense FC (RJ) 513 295 144 81 70 465 326 139 513 58,0 1,58 1,11
10º C Atlético Mineiro (MG) 502 276 146 64 66 482 310 172 502 60,6 1,75 1,12
11º SE Palmeiras (SP) 464 253 136 56 61 419 276 143 464 61,1 1,66 1,09
12º Botafogo FR (RJ) 439 253 123 70 60 421 282 139 439 57,8 1,66 1,11

Na própria casa, desde o advento dos pontos corridos, o Tricolor também lidera. Mais pontos conquistados, mais vitórias, melhor média de derrotas e melhor aproveitamento de pontos. Por pouco também não possui a melhor defesa (novamente atrás de Inter e Grêmio). Contudo, segue atrás do Santos e do Cruzeiro em número de gols marcados e do time praiano em saldo de gols.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2017 – Era dos Pontos Corridos – como visitante

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 377 295 100 77 118 364 393 -29 377 42,6 1,23 1,33
Cruzeiro EC (MG) 370 295 104 58 133 365 413 -48 370 41,8 1,24 1,40
SC Corinthians P (SP) 350 276 88 86 102 310 343 -33 350 42,3 1,12 1,24
Fluminense FC (RJ) 333 295 85 78 132 356 446 -90 333 37,6 1,21 1,51
Santos FC (SP) 323 295 81 80 134 356 437 -81 323 36,5 1,21 1,48
CR Flamengo (RJ) 319 295 78 85 132 306 443 -137 319 36,0 1,04 1,50
SC Internacional (RS) 299 276 75 74 127 296 396 -100 299 36,1 1,07 1,43
C Atlético Mineiro (MG) 295 276 71 82 123 323 431 -108 295 35,6 1,17 1,56
SE Palmeiras (SP) 284 253 71 71 111 294 366 -72 284 37,4 1,16 1,45
10º Grêmio FBPA (RS) 283 274 70 73 131 278 383 -105 283 34,4 1,01 1,40
11º Botafogo FR (RJ) 254 253 60 74 119 255 366 -111 254 33,5 1,01 1,45
12º CR Vasco da Gama (RJ) 240 238 58 66 114 262 404 -142 240 33,6 1,10 1,70

Como visitante, novamente o São Paulo no topo. Mais pontos ganhos e melhor aproveitamento de pontos. Em 2017, contudo, por um gol perdemos o primeiro posto em relação a gols marcados e média de gols para o Cruzeiro. Até 2014, o Tricolor era o único clube com saldo de gols positivo fora de casa, enquanto que os demais apresentavam grande débito. Contudo, as temporadas recentes do time mudaram nesse aspecto. Após 2016, escapou do Tricolor também a liderança no número de vitórias. Agora o Cruzeiro lidera por 104 a 100.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2017 – Era dos Pontos Corridos – 1º Turno

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 469 295 131 76 88 421 341 80 469 53,0 1,43 1,16
Cruzeiro EC (MG) 466 295 133 67 95 457 363 94 466 52,7 1,55 1,23
SC Corinthians P (SP) 464 276 129 77 70 387 289 98 464 56,0 1,40 1,05
Santos FC (SP) 449 295 124 77 94 442 362 80 449 50,7 1,50 1,23
SC Internacional (RS) 427 276 118 73 85 373 322 51 427 51,6 1,35 1,17
Grêmio FBPA (RS) 427 274 121 64 89 378 300 78 427 51,9 1,38 1,09
Fluminense FC (RJ) 423 295 115 78 102 398 364 34 423 47,8 1,35 1,23
CR Flamengo (RJ) 402 295 105 87 103 354 367 -13 402 45,4 1,20 1,24
C Atlético Mineiro (MG) 387 276 105 72 99 398 381 17 387 46,7 1,44 1,38
10º SE Palmeiras (SP) 387 253 107 66 80 365 287 78 387 51,0 1,44 1,13
11º C Atlético Par. (PR) 367 276 100 67 109 361 362 -1 367 44,3 1,31 1,31
12º Botafogo FR (RJ) 358 253 94 76 83 357 318 39 358 47,2 1,41 1,26

O Tricolor é lider também nesse cenário, possuindo também o melhor aproveitamento, mas nos demais quesitos, está atrás de outros clubes (em vitórias, Cruzeiro tem duas a mais; em gols, está atrás de Cruzeiro e Santos, etc). Como se verá abaixo, o São Paulo é melhor no segundo turno da competição.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 2003 a 2017 – Era dos Pontos Corridos – 2º Turno

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 508 295 145 73 77 472 314 158 508 57,4 1,60 1,06
Cruzeiro EC (MG) 475 295 139 58 98 460 375 85 475 53,7 1,56 1,27
Santos FC (SP) 470 295 132 74 89 460 351 109 470 53,1 1,56 1,19
CR Flamengo (RJ) 449 295 121 86 88 417 364 53 449 50,7 1,41 1,23
Fluminense FC (RJ) 423 295 114 81 100 423 408 15 423 47,8 1,43 1,38
SC Internacional (RS) 422 276 120 62 94 365 310 55 422 51,0 1,32 1,12
SC Corinthians P (SP) 422 276 115 77 84 360 309 51 422 51,0 1,30 1,12
C Atlético Par. (PR) 414 276 117 63 96 389 362 27 414 50,0 1,41 1,31
C Atlético Mineiro (MG) 410 276 112 74 90 407 360 47 410 49,5 1,47 1,30
10º Grêmio FBPA (RS) 405 274 111 72 91 369 321 48 405 49,3 1,35 1,17
11º SE Palmeiras (SP) 361 253 100 61 92 348 355 -7 361 47,6 1,38 1,40
12º Botafogo FR (RJ) 335 253 89 68 96 319 330 -11 335 44,1 1,26 1,30

Time de chegada, o São Paulo possui melhor desempenho no segundo turno do Campeonato Brasileiro de pontos corridos (que aliás, já venceu por quatro vezes: 2006, 2007, 2008 e 2012). Neste ranking, a liderança do Tricolor é inconteste. Mais pontos, mais vitórias, menos derrotas, mais gols marcados, menos gols sofridos (em média), maior saldo de gols, melhor aproveitamento de pontos e melhor média de gols marcados.

Ou seja: TUDO.

*p.s. Apesar de jogos entre São Paulo e Flamengo terem mandos invertidos em 2007, a tabela considera a ordem de realização pelo simples motivo que os cartões amarelos e vermelhos, ou suspensões que pudessem ser decorrentes desses jogos seriam ou foram cumpridos nas partidas imediatamente seguintes.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2017 + Roberto Gomes Pedroza de 1967 a 1970

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 2028 1386 615 399 372 2092 1483 609 2244 54,0 1,51 1,07
Cruzeiro EC (MG) 1962 1377 600 370 407 2019 1568 451 2170 52,5 1,47 1,14
SC Corinthians P (SP) 1948 1368 596 396 376 1833 1440 393 2184 53,2 1,34 1,05
SC Internacional (RS) 1935 1360 590 379 391 1840 1402 438 2149 52,7 1,35 1,03
Santos FC (SP) 1914 1369 576 390 403 1994 1534 460 2118 51,6 1,46 1,12
C Atlético Mineiro (MG) 1886 1360 574 383 403 1973 1589 384 2105 51,6 1,45 1,17
Grêmio FBPA (RS) 1868 1350 575 367 408 1778 1425 353 2092 51,7 1,32 1,06
CR Flamengo (RJ) 1850 1390 558 402 430 1863 1595 268 2076 49,8 1,34 1,15
SE Palmeiras (SP) 1836 1287 573 356 358 1868 1401 467 2075 53,7 1,45 1,09
10º Fluminense FC (RJ) 1705 1309 508 365 436 1755 1580 175 1889 48,1 1,34 1,21
11º CR Vasco da Gama (RJ) 1675 1288 497 389 402 1803 1552 251 1880 48,7 1,40 1,20
12º Botafogo FR (RJ) 1561 1254 459 366 429 1611 1530 81 1743 46,3 1,28 1,22

Para defensores de unificação de campeonatos este ranking mostra que, mesmo na união do Campeonato Brasileiro com o Torneio Roberto Gomes Pedroza, o São Paulo continua na liderança do Brasil, seja em pontos (único acima de 2000), vitórias, gols marcados (único acima de 2000), média de gols, saldo de gols – novamente único acima dos 500, aliás, 600 gols – ou aproveitamento.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2017 + Roberto Gomes Pedroza de 1967 a 1970 (mandante)

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
SC Internacional (RS) 1212 693 391 179 123 1129 564 565 1352 65,0 1,63 0,81
São Paulo FC (SP) 1207 681 389 176 116 1222 605 617 1343 65,7 1,79 0,89
Grêmio FBPA (RS) 1189 672 388 174 110 1073 521 552 1338 66,4 1,60 0,78
Cruzeiro EC (MG) 1183 683 378 179 126 1209 653 556 1313 64,1 1,77 0,96
Santos FC (SP) 1167 654 370 177 107 1177 580 597 1287 65,6 1,80 0,89
C Atlético Mineiro (MG) 1164 674 380 165 129 1160 648 512 1305 64,5 1,72 0,96
SC Corinthians P (SP) 1135 676 359 189 128 1051 625 426 1266 62,4 1,55 0,92
CR Flamengo (RJ) 1099 683 350 186 147 1104 645 459 1236 60,3 1,62 0,94
SE Palmeiras (SP) 1091 631 358 155 118 1102 595 507 1229 64,9 1,75 0,94
10º Fluminense FC (RJ) 1019 634 323 161 150 990 631 359 1130 59,4 1,56 1,00
11º CR Vasco da Gama (RJ) 995 642 311 185 146 1074 666 408 1118 58,0 1,67 1,04
12º C Atlético Par. (PR) 936 546 281 156 109 878 529 349 999 61,0 1,61 0,97

Nessa abordagem, o Tricolor aparece em segundo lugar, atrás do Inter, por ter menos jogos como mandante (coisas da época em que o Brasileirão não era lá muito organizado). Apesar disso, o São Paulo possui melhor aproveitamento de pontos e ainda lidera também nos gols marcados e média de gols.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro de 1971 a 2017 + Roberto Gomes Pedroza de 1967 a 1970 (visitante)

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 821 705 226 223 256 870 878 -8 901 42,6 1,23 1,25
SC Corinthians P (SP) 813 692 237 207 248 782 815 -33 918 44,2 1,13 1,18
Cruzeiro EC (MG) 779 694 222 191 281 810 915 -105 857 41,2 1,17 1,32
CR Flamengo (RJ) 755 707 208 216 283 759 950 -191 840 39,6 1,07 1,34
Santos FC (SP) 747 715 206 213 296 817 954 -137 831 38,7 1,14 1,33
SE Palmeiras (SP) 745 656 215 201 240 766 806 -40 846 43,0 1,17 1,23
SC Internacional (RS) 723 667 199 200 268 711 838 -127 797 39,8 1,07 1,26
C Atlético Mineiro (MG) 722 686 194 218 274 813 941 -128 800 38,9 1,19 1,37
Fluminense FC (RJ) 686 675 185 204 286 765 949 -184 759 37,5 1,13 1,41
10º CR Vasco da Gama (RJ) 680 646 186 204 256 729 886 -157 762 39,3 1,13 1,37
11º Grêmio FBPA (RS) 679 678 187 193 298 705 904 -199 754 37,1 1,04 1,33
12º Botafogo FR (RJ) 631 657 166 204 287 666 907 -241 702 35,6 1,01 1,38

Agora, como visitante, o Tricolor retoma a ponta da análise, possuindo ainda o melhor ataque e melhor saldo de gols.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro + Roberto Gomes Pedroza + Taça Brasil

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 2028 1386 615 399 372 2092 1483 609 2244 54,0 1,51 1,07
Cruzeiro EC (MG) 1998 1404 615 376 413 2069 1597 472 2221 52,7 1,47 1,14
Santos FC (SP) 1963 1403 598 395 410 2095 1582 513 2189 52,0 1,49 1,13
SC Corinthians P (SP) 1948 1368 596 396 376 1833 1440 393 2184 53,2 1,34 1,05
SC Internacional (RS) 1944 1367 593 382 392 1853 1414 439 2161 52,7 1,36 1,03
Grêmio FBPA (RS) 1925 1399 595 384 420 1862 1483 379 2169 51,7 1,33 1,06
C Atlético Mineiro (MG) 1910 1382 583 389 410 2004 1623 381 2138 51,6 1,45 1,17
SE Palmeiras (SP) 1866 1314 585 362 367 1917 1440 477 2117 53,7 1,46 1,10
CR Flamengo (RJ) 1856 1397 560 404 433 1870 1605 265 2084 49,7 1,34 1,15
10º Fluminense FC (RJ) 1716 1320 512 368 440 1777 1591 186 1904 48,1 1,35 1,21
11º CR Vasco da Gama (RJ) 1680 1295 499 390 406 1809 1563 246 1887 48,6 1,40 1,21
12º Botafogo FR (RJ) 1580 1272 465 373 434 1642 1555 87 1768 46,3 1,29 1,22

Indo mais a fundo, mesclando os pontos obtidos na antiga Taça Brasil (1959-1968), pouco mudaria, pois o lider de ranking de pontos daquela competição (Bahia, 63 pontos) em nada influíria. Mesmo o Santos, com os 49 pontos obtidos naquele período, ainda estaria distante do São Paulo. Até mesmo o Internacional não ameaçaria o posto do Tricolor, pois naquela Taça somente acumulou 9 pontos.

O São Paulo segue sendo o time com mais pontos (único com mais de 2 mil), mais vitórias (empatado com o Cruzeiro, únicos acima de 600), menor média de derrotas, melhor saldo de gols (único acima de 600), melhor aproveitamento de pontos e melhor média de gols marcados. Em gols, no absoluto, somente três atrás do Santos.

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro + Roberto Gomes Pedroza + Taça Brasil (mandante)

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
Grêmio FBPA (RS) 1223 696 401 182 113 1119 542 577 1385 66,3 1,61 0,78
SC Internacional (RS) 1217 697 393 180 124 1136 571 565 1359 65,0 1,63 0,82
São Paulo FC (SP) 1207 681 389 176 116 1222 605 617 1343 65,7 1,79 0,89
Cruzeiro EC (MG) 1201 695 386 181 128 1237 664 573 1339 64,2 1,78 0,96
Santos FC (SP) 1193 671 383 177 111 1242 609 633 1326 65,9 1,85 0,91
C Atlético Mineiro (MG) 1181 686 387 168 131 1179 662 517 1329 64,6 1,72 0,97
SC Corinthians P (SP) 1135 676 359 189 128 1051 625 426 1266 62,4 1,55 0,92
SE Palmeiras (SP) 1112 646 366 160 120 1133 610 523 1258 64,9 1,75 0,94
CR Flamengo (RJ) 1102 685 351 187 147 1107 646 461 1240 60,3 1,62 0,94
10º Fluminense FC (RJ) 1026 640 326 162 152 1008 639 369 1140 59,4 1,58 1,00
11º CR Vasco da Gama (RJ) 997 645 312 185 148 1075 668 407 1121 57,9 1,67 1,04
12º Botafogo FR (RJ) 942 606 297 166 143 965 636 329 1057 58,1 1,59 1,05

Pela primeira vez aqui apresentado, o ranqueamento que aborda somente jogos como mandante, desde 1959, o São Paulo perde a liderança para os gaúchos. Somente nestes aspectos (somatória de jogos como mandante levando em conta o Robertão ou a Taça Brasil + Robertão), o Tricolor não lidera um atributo do Brasileirão. Em compensação, retoma o posto como visitante, abaixo:

 

Ranking de pontos do Campeonato Brasileiro + Roberto Gomes Pedroza + Taça Brasil (visitante)

C. CLUBE PG J V E D GP GC SG P3 %PG MGP MGC
São Paulo FC (SP) 821 705 226 223 256 870 878 -8 901 42,6 1,23 1,25
SC Corinthians P (SP) 813 692 237 207 248 782 815 -33 918 44,2 1,13 1,18
Cruzeiro EC (MG) 797 709 229 195 285 832 933 -101 882 41,5 1,17 1,32
Santos FC (SP) 770 732 215 218 299 853 973 -120 863 39,3 1,17 1,33
CR Flamengo (RJ) 758 712 209 217 286 763 959 -196 844 39,5 1,07 1,35
SE Palmeiras (SP) 754 668 219 202 247 784 830 -46 859 42,9 1,17 1,24
C Atlético Mineiro (MG) 729 696 196 221 279 825 961 -136 809 38,7 1,19 1,38
SC Internacional (RS) 727 670 200 202 268 717 843 -126 802 39,9 1,07 1,26
Grêmio FBPA (RS) 702 703 194 202 307 743 941 -198 784 37,2 1,06 1,34
10º Fluminense FC (RJ) 690 680 186 206 288 769 952 -183 764 37,5 1,13 1,40
11º CR Vasco da Gama (RJ) 683 650 187 205 258 734 895 -161 766 39,3 1,13 1,38
12º Botafogo FR (RJ) 638 666 168 207 291 677 919 -242 711 35,6 1,02 1,38

 

BÔNUS

Ranking ao estilo Top 10 (os dez primeiros colocados de cada ano são pontuados regressivamente 10 a 1 ponto) desde 1971

C. CLUBE PG Top 10º
São Paulo FC (SP) 223 34 6 6 4 3 3 4 1 1 5 1
SC Corinthians P (SP) 202 31 7 3 2 5 4 2 3 1 1 3
C Atlético M (MG) 185 32 1 5 5 5 3 0 4 5 2 2
Grêmio FBPA (RS) 183 29 2 3 6 4 3 5 2 2 1 1
SC Internacional (RS) 180 30 3 4 5 3 3 2 3 2 2 3
Cruzeiro EC (MG) 179 32 3 4 5 1 4 2 2 5 3 3
SE Palmeiras (SP) 175 31 5 3 0 4 4 4 3 1 4 3
Santos FC (SP) 159 31 2 5 3 1 1 1 7 4 5 2
CR Flamengo (RJ) 145 25 5 0 3 1 4 5 0 2 4 1
10º CR Vasco da Gama 129 21 4 3 1 1 3 3 2 1 0 3
11º Fluminense FC (RJ) 124 19 3 0 4 5 2 2 0 0 2 1
12º Botafogo FR (RJ) 101 20 1 2 1 3 3 1 2 1 4 2
13º Guarani FC (SP) 61 11 1 2 2 0 0 2 0 1 1 2
14º C Atlético Par. (PR) 60 12 1 1 1 1 1 2 0 2 1 2
15º Coritiba FC (PR) 54 11 1 0 1 1 2 1 0 2 3 0
16º Goiás EC (GO) 47 14 0 0 1 1 0 2 2 2 2 4
17º Sport CR (PE) 42 11 1 0 0 0 1 1 2 3 1 2
18º A Portuguesa D (SP) 39 11 0 1 0 1 0 1 2 1 2 3
19º EC Bahia (BA) 37 7 1 0 0 1 1 0 2 2 0 0
20º AA Ponte Preta (SP) 33 8 0 0 1 0 0 3 1 1 1 1
21º EC Vitória (BA) 31 8 0 1 0 1 1 0 0 1 2 2
22º AD São Caetano (SP) 30 4 0 2 0 1 0 1 0 0 0 0
23º CA Bragantino (SP) 27 5 0 1 0 1 0 1 0 2 0 0
24º Paraná Clube (PR) 18 5 0 0 0 0 2 0 1 0 0 2
25º Operário FC (MS) 18 3 0 0 1 0 1 0 1 0 0 0
26º Santa Cruz FC (PE) 14 3 0 0 0 1 1 0 0 0 0 1
27º EC Juventude (RS) 13 4 0 0 0 0 0 0 2 1 1 0
28º Bangu AC (RJ) 12 2 0 1 0 0 0 0 0 1 0 0
29º América FC (RJ) 11 3 0 0 0 1 0 0 0 1 0 1
30º Figueirense FC (SC) 8 2 0 0 0 0 0 0 2 0 0 0
31º GE Brasil (Pel. – RS) 8 1 0 0 1 0 0 0 0 0 0 0
32º Londrina EC (PR) 7 1 0 0 0 1 0 0 0 0 0 0
33º Avaí FC (SC) 5 1 0 0 0 0 0 1 0 0 0 0
33º C Náutico C (PE) 5 1 0 0 0 0 0 1 0 0 0 0
35º América FC (MG) 4 1 0 0 0 0 0 0 1 0 0 0
35º Ceará SC (CE) 4 1 0 0 0 0 0 0 1 0 0 0
35º Clube do Remo (PA) 4 1 0 0 0 0 0 0 1 0 0 0
38º Joinville EC (SC) 3 1 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0
38º A Chapecoense F (SC) 3 1 0 0 0 0 0 0 0 1 0 0
40º EC Santo André (SP) 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1
40º Uberlândia EC (MG) 1 1 0 0 0 0 0 0 0 0 0 1

Diferentemente do tradicional ranking da revista Placar, a pontuação para 1987 considera unicamente o Sport como campeão e Guarani como vice. Por consequência, existe uma diferença de pontos entre as publicações. O próprio São Paulo aparece, aqui, com ponto a menos por causa disso.

Convém notar que o Tricolor é o time que mais vezes ficou entre os dez primeiros colocados, 34 vezes e mais vezes entre o 1º e 2º lugar, 12.

 

Legenda: C. = Clube; PG = pontos ganhos; J = jogos; V = vitórias; E = empates; D = derrotas; GP = gols próprios; GC = gols contras; SG = saldo de gols; P3 = pontos ganhos igualando todos com 3 por vitória; %PG = aproveitamento percentual dos pontos (com base em 3 por vitória); MPG = média de gols marcados; MGC = média de gols sofridos; Top = quantas vezes ficou entre os dez primeiros lugares

 

Fonte: Site Oficial

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*