Embalado, São Paulo evolui e tem melhoras decisivas

Perto de completar dois meses de trabalho, Ney Franco tem motivos de sobra para comemorar a boa fase do São Paulo. Depois de um início conturbado, já são quatro vitórias (uma pela Sul-Americana e três pelo Brasileirão) seguidas. Com 34 pontos, luta para entrar no G4.

Com transmissão em tempo real pelo LANCENET!, neste domingo, contra o Bahia, em Pituaçu, o Tricolor paulista quer garantir mais um triunfo.

Os comandados de Ney entraram na linha. Nos dois últimos jogos, com exceção de Luis Fabiano, que forçou o terceiro cartão amarelo para zerar e descansar nesta rodada, nenhum dos pendurados foi advertido. Era um problema para o treinador, que conversou com o grupo e explicou a importância de ter todo o elenco à disposição. Elenco que está quase completo, já que tem apenas Fabrício (operou o joelho direito) e Cañete (aprimora a parte física) fora. Os demais estão liberados e dão opções para o time titular e o banco.

– Estamos no caminho certo e tenho ficado satisfeito com o desempenho da equipe. Encontramos a formação ideal, jogadores importantes voltaram e isso fortalece o nosso grupo. Hoje, olho para o banco e tenho opções – analisou Ney Franco.

Além de mais disciplinado, o Sampa também está de cara nova. Depois de Ney começar o trabalho no 4-4-2, mudou para o 3-5-2 e, nos últimos quatro compromissos, voltou à formação do início, que agora se firmou com dois volantes de marcação. Rogério Ceni retornou, Luis Fabiano se recuperou de lesão e Lucas voltou da Seleção Brasileira. De quebra, a defesa se acertou e sofreu apenas um gol (contra o Corinthians) nas quatro partidas que venceu. Triunfos que fazem comissão técnica, diretoria, jogadores e torcida sonharem com o título, mesmo ainda vendo de longe os dois primeiros colocados.

A conta para buscar o título é vencer os próximos três compromissos e torcer por ao menos uma derrota do Atlético-MG e Fluminense neste período. Se isso acontecer, como tem confronto direto com o Galo daqui a três rodadas, o Tricolor teria a chance de diminuir a distância. Apesar de fazer as contas e sonhar com até 46 pontos no segundo turno (fez 31 no primeiro), Ney pensa jogo a jogo e sabe que vai ter dificuldades.

O adversário de hoje é conhecido. Além de já ter vencido o Bahia por 1 a 0 no primeiro turno, o Tricolor o enfrentou em duas oportunidades, vencendo ambas por 2 a 0, na Copa Sul-Americana. Neste domingo, espera repetir a dose para conseguir a quarta vitória seguida no Brasileirão, o que ainda não aconteceu.
Mudanças nos últimos jogos

Cartões
Depois de perder alguns jogadores por suspensão, Ney Franco conversou com o grupo para evitar advertências. Nos últimos dois jogos, só perdeu Luis Fabiano, que não joga hoje, mas forçou o terceiro cartão para ficar fora. São nove são-paulinos pendurados nesta tarde. Lucas deve forçar o terceiro amarelo, já que vai defender a Seleção.

Defesa
Após levar sete gols em três jogos (Fluminense, Grêmio e Náutico), o setor defensivo se ajustou e só foi vazado uma vez nos últimos quatro compromissos. Rafael Toloi e Rhodolfo têm formado a dupla de zaga.

Esquema
Ney começou com o 4-4-2, testou o 3-5-2 e atualmente voltou à formação inicial, que é de sua preferência. Vai manter o esquema para hoje e assim deve seguir durante a competição. Com dois volantes de marcação, abre mão de um zagueiro e escala mais um meia.

Opções
Com apenas Fabrício lesionado, Ney Franco tem vários jogadores para armar a equipe e opções para trocas no banco. Wellington, que estava fora há quase sete meses, retornou no último jogo.

Embalado
Após sofrer três derrotas seguidas, o trabalho de Ney Franco chegou a ser questionado. Agora, com quatro vitórias consecutivas, ganha moral e cola no G4.

Moral
A vitória contra o Corinthians, depois de sete anos sem vencer no Pacaembu, deu ânimo ao grupo. Agora, a meta é vencer todas até o Atlético-MG (24 rodada).
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*