Em súmula, árbitro justifica “dedo em riste” para expulsar Osorio

Ao final da derrota por 4 a 0 para o Palmeiras, neste domingo, Juan Carlos Osorio se revoltou por ter sido expulso no intervalo do clássico disputado no Palestra Itália. O treinador são-paulino disse ter falado de forma respeitosa com Anderson Daronco. Na súmula, no entanto, o árbitro informa que o colombiano se dirigiu a ele com o dedo em riste.

“Expulsei no intervalo da partida o técnico do São Paulo, o Sr. Juan Carlos Osorio Arbelaez, pois o mesmo aguardou a passagem da equipe de arbitragem na área mista (saída do campo), vindo em minha direção, reclamando com o dedo em riste, dizendo: ‘A advertência do meu jogador (número 22, Bruno), foi injusta, você errou, você está equivocado’. Neste momento, comuniquei o mesmo, que ele estava expulso da partida”, escreveu.

A reclamação foi referente ao cartão amarelo dado a Bruno por reclamação, no primeiro tempo. Para o técnico são-paulino, por ter sido advertido, o lateral direito ficou receoso de dar combate em Egídio no cruzamento que originou o primeiro dos quatro gols palmeirenses.

“Trabalhei na América (Estados Unidos) e na Inglaterra, dois países líderes do mundo, onde se respeita o ser humano. Lá, se permite falar com o árbitro. Não sabia que aqui no Brasil os árbitros eram figuras intocáveis. Pensava que essas figuras fossem os jogadores”, revoltou-se Osorio, visivelmente nervoso.

“Em nenhum momento, fui mal educado com ele. Disse que tinha sido injusto o cartão para o Bruno. Nós tínhamos planejado não tomar cartão, como o time tomou no clássico anterior. Até os 30 minutos, tudo estava bem. Quando o Bruno ficou condicionado pelo mau cartão, ele não pôde competir. Pensava que, no mundo do futebol, se podia dizer as coisas”, queixou-se.

Por nova orientação, os árbitros têm tomado “medida disciplinar adequada” diante de “acintosas reclamações, individuais ou em grupo de jogadores, contra as decisões do árbitro e de qualquer oficial da arbitragem, tanto durante como após o encerramento das partidas”. A circular tem também como recomendação expulsar imediatamente “qualquer pessoa, jogador ou substituto que, ao término do primeiro tempo ou ao final da partida, se dirija à equipe de arbitragem, ofendendo, ou aplaudindo de forma irônica”.

O comandante colombiano do São Paulo negou que tenha sido ofensivo, mas admitiu que não tinha conhecimento prévio dessa orientação.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

12 comentários em “Em súmula, árbitro justifica “dedo em riste” para expulsar Osorio

  1. Fosse a CBF séria, o árbitro seria suspenso.

    Claramente abusou do “uso” de poder.

    Na próxima, alguém que dê uma porrada logo nele.

          • Voltamos a questão do respeito. Não sou Gay. Porém meu irmão de criação é!

            A escolha é dele. E ele não desrespeita um hetero com isso.

            Acho que pensamento como o seu Brida mostra como a intolerância é evidente nesse mundo.

            Se seu filho ou filha fosse? Se seu neto ou neta fosse? Se seu irmão ou irmã fosse? Viraria as costas pra eles?

            Não. Não viraria. Ninguém é obrigado a gostar ou aceitar. O que devemos ter é respeito. O seu direito termina onde o meu começa e vice versa.

            Então … Sem perder a compostura e sair ofendendo os outros de graça. Se não consegue ter argumentos cabíveis e com palavras aceitáveis. Fique quieto. De bosta já basta Brasília.

            Sem mais e passar bem.

            • Não preciso responder, porque claramente não entendeu o que falei acima!!

              Em outros tópicos tem resposta sobre o que penso sobre o tema e já adianto que não aceito de forma nenhuma e em ninguém essa anomalia.

              E nunca vão impor isso a verdadeiros Cristãos (verdadeiros)!
              Releia o que postei as 20:02h…

              No passo que estamos, logo será legal ser pedófilo… a Alemanha já estuda isso!!!

                • Que lição rapaz!!!

                  Vocês jamais irão impor essa anomalia!!! Serão sempre minoria e aliás deveriam ser tratados como todos os que cometem crime de guerra e genocídio, pois vocês pregam indiretamente o fim da espécie humana!!!

                  Se tranquem em 4 paredes e façam o que quiser e depois prestem contas a Deus, agora fora dela siga regras, não queira impor uma escolha doentia e querer ser igual os demais porque vocês não o são!!!

                  • “Siga as regras de Deus.”
                    Respeite o próximo como a si mesmo.

                    Parabéns.. Segue certinho .

                    Crime de guerra? Assim como racismo e homofobia é crime ?

                    Assim como aqueles que matam em nome de Deus devem ser condenados?/onde está a lição que Jesus deixou ?

                    Ele foi morto pelo próprio povo. E mesmo assim o povo dele não muda.

                    Regras de Deus… Não blasfeme se você não as segue.

                    • Não se atreva a falar do Senhor, pois você não o conhece e muito menos suas leis!!!

                      Não conheces a história de Jesus, só conhece um certo jesus que o povo “moderno” criou!!!

                      Não conheces um palmo de teologia meu caro!!!

Deixe uma resposta para Alexandre K Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.