Em baixa, Denilson perde espaço e tem futuro incerto no São Paulo

A pouco mais de três meses do fim de seu contrato, o volante Denilson ainda não sabe se continuará no São Paulo. Um dos destaques do clube no segundo  semestre do ano passado, o jogador caiu de produção no início de 2013 e virou uma incógnita. A diretoria está cautelosa sobre o assunto e prefere não falar se tentará prorrogar o vínculo dele novamente.

Denilson está emprestado pelo Arsenal desde meados de 2011. O primeiro acordo venceu em 2012, mas o Tricolor conseguiu convencer o clube inglês a prorrogá-lo por mais uma temporada, até o dia 30 de junho, evitando que o atleta deixasse a equipe durante o Campeonato Brasileiro e a Copa Sul-Americana.

– Isso vai ser tratado como no ano passado. Com 90 ou 60 dias antes do fim do contrato, vamos ter as tratativas – desconversou o diretor de futebol Adalberto Baptista.

Internamente, a cúpula do departamento profissional não acredita que os Arsenal aceitará um novo empréstimo. O São Paulo também não está disposto a gastar uma quantia elevada com um jogador que ele revelou e vendeu para o mesmo clube por mais de R$ 10 milhões em 2006.

Além disso, o Tricolor conta com outras peças para o setor, como Fabrício e o garoto João Schmidt, considerado uma das grandes apostas para o futuro. O clube tem também Casemiro, que retorna do empréstimo ao Real Madrid B no meio da temporada.

Aos 25 anos, Denilson não vive bom momento no Tricolor. Com atuações inconstantes, encontra tendo dificuldades para se firmar e já corre o risco de perder a vaga de titular. No começo da semana, o atleta até discutiu com um torcedor no Twitter e foi ameaçado. Para piorar, fez um gol contra grotesco na vitória por 2 a 1 sobre o São Bernardo, quarta-feira, no ABC, pelo Campeonato Paulista.

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Em baixa, Denilson perde espaço e tem futuro incerto no São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*