Douglas e Cortez se defendem e explicam nova função no São Paulo

Com a mudança tática de Ney Franco, que abriu mão dos três zagueiros e tem atuado no 4-4-2, Douglas e Cortez perderam um pouco da liberdade que tinham para apoiar.

O lateral-esquerdo foi o mais sacrificado. Isso porque Douglas conta com Lucas pela direita, setor onde a equipe ataca mais. Com o camisa 7 suspenso pelo terceiro cartão amarelo e na Seleção Brasileira, Osvaldo será o substituto.

Diante do Bahia, Cortez pouco foi à frente, o que também já aconteceu em outras oportunidades. Questionado se isso dificulta seu trabalho, ele explica:

– Não é que meu rendimento caiu, mas estou defendendo mais, para formar a linha de quatro. Na hora certa vou apoiar, porque antes estava ficando aberto. Só vou na boa para não deixar o meu lado aberto.

– Todo mundo sabe que gosto de apoiar, mas o primeiro objetivo é defender. Vou procurar defender, porque não adianta atacar e sair gol pelo meu lado – completou o camisa 6.

Apesar de um pouco mais de liberdade, Douglas também sabe que precisa ajudar a defender. Só assim o parceiro de lateral poderá avançar e o time vai levar perigo pela esquerda:

– Vai de cada partida. Depende da facilidade do lado para jogar e procuramos fazer o máximo que o Ney nos pede. Esta função de agora necessita do posicionamento e procuramos fazer da melhor maneira possível para crescer.
Fonte: Lance

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*