Dorival vê fim de ano de respeito, mas avisa: “São Paulo sai devendo”

Dorival Júnior cumpriu a missão para a qual foi contratado: livrar o São Paulo do rebaixamento no Campeonato Brasileiro. Com o fim da temporada se aproximando, o treinador valoriza a evolução da equipe com o trabalho que foi implementado com sua chegada ao clube, no início de julho.

“O São Paulo finaliza o campeonato com uma equipe respeitada, que tem uma maneira de jogar dentro e fora de casa. Tivemos momentos positivos que superaram a parte negativa. Acho que ganhamos muito neste fim”, avaliou Dorival, em entrevista ao canal Espn.

Com contrato até o fim de 2018, Dorival acumula 24 jogos como técnico do São Paulo e possui um aproveitamento de 48%, sendo nove vitórias, oito empates e sete derrotas. O time tricolor sacramentou sua permanência na Série A do Brasileiro com o 0 a 0 diante do Botafogo, no último domingo, no Pacaembu.

“O que sinto é que muita coisa aconteceu no São Paulo para melhor. Tivemos que mudar muito, acrescentar muita coisa, melhorando o ambiente de trabalho e aumentando o comprometimento”, disse o técnico, elencando os principais fatores para a evolução da equipe.

Dorival herdou o São Paulo de Rogério Ceni no 19º e penúltimo lugar do Brasileirão, estreando no empate por 2 a 2 com o Atlético-GO, pela 13ª rodada do torneio. Citando as dificuldades encontradas por seu antecessor, o atual comandante não soube responder se estaria brigando por objetivos maiores se tivesse assumido o time no começo do ano.

“Não dá para saber, talvez eu enfrentasse os mesmos problemas do Rogério: a questão da perda de jogadores, o fato de não ter semanas em aberto para trabalhar. Se chegasse antes talvez não tivesse encontrando o caminho”, refletiu.

A duas rodadas para o término do Brasileiro, o São Paulo é apenas o 13º colocado, com 46 pontos, e provavelmente terá de se contentar apenas com a permanência na primeira divisão, já que uma vaga na Copa Libertadores de 2018 é vista como improvável mesmo com vitórias sobre Coritiba e Bahia nos próximos finais de semana.

“O São Paulo sai devendo ao torcedor, foi muito pouco o que foi conquistado. Foi só uma saída de zona de rebaixamento. Queríamos mais, mas talvez não tivéssemos condições. Vamos continuar lutando, por uma Sul-Americana, talvez uma chance de Libertadores, mas o São Paulo tem que repensar”, alertou Dorival.

 

Fonte: Gazeta Esportova

2 comentários em “Dorival vê fim de ano de respeito, mas avisa: “São Paulo sai devendo”

  1. Um treinador com um elenco dos mais caros do Brasil; jogando contra clubes que, em sua maioria, desmancha seus times a cada ano; que consegue a grande proeza de conquistar, contra esses mesmos clubes “meia-boca”, 48% dos pontos disputados, dar-se por satisfeito é, no mínimo, cômico (se não fosse trágico). Ele deveria, sim, fazer um mea-culpa e admitir que o seu trabalho também ficou devendo; e muito. Aliás, não fosse sua performance ridícula, talvez o S.Paulo tivesse se classificado para a Libertadores, dado à fraqueza dos concorrentes!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*