Dorival iguala Bauza com melhor início defensivo do São Paulo desde 2008

Apesar da desconfiança que paira sobre o São Paulo em 2018, a equipe conseguiu atingir uma marca interessante após os seis primeiros jogos desta temporada. O time do técnico Dorival Júnior igualou o desempenho defensivo apresentado por Edgardo Bauza em 2016, com quatro gols sofridos no período. As marcas são as melhores desde o começo de 2008, quando o Tricolor era comandado por Muricy Ramalho.

Na ocasião, o time de Muricy levou somente três gols nos seis primeiros jogos e somava três vitórias, três empates e sete gols marcados. Com Bauza, há dois anos, o início teve três vitórias, dois empates e uma derrota, com quatro gols contra e oito gols pró. Já a campanha atual tem os mesmos quatro gols sofridos, mas apenas seis marcados. O desempenho tem três vitórias, um empate e duas derrotas.

Dorival ainda conseguiu que o São Paulo não sofresse gols em metade das partidas desta temporada. Nos 32 jogos do técnico pelo clube, desde julho do ano passado, já são nove com os goleiros passando ilesos, mas com 39 tentos tomados. A equipe sofre, em média, 1,2 gol por partida.

O goleiro Sidão esteve presente em todos os compromissos de 2018, enquanto Rodrigo Caio e Militão jogaram cinco vezes. Edimar também atuou em cinco jogos, mas como titular só em quatro. Ainda foram utilizados na defesa o lateral-esquerdo Reinaldo e o zagueiro Anderson Martins (três vezes), o zagueiro Bruno Alves (duas vezes), o lateral-direito Bruno e os zagueiros Rony e Aderllan (uma vez).

Gols sofridos nos primeiros seis jogos do ano:

2018: quatro

2017: sete

2016: quatro

2015: cinco

2014: oito

2013: sete

2012: sete

2011: oito

2010: seis

2009: cinco

2008: três

 

Fonte: Uol

6 comentários em “Dorival iguala Bauza com melhor início defensivo do São Paulo desde 2008

  1. Essa matéria tem como objetivo criar uma cortina de fumaça ao redor das performances, todas fracas. Estamos comparando fracasso com fracassos. É muito conformismo para mim. Eu sou do tempo que tínhamos uma zaga formada por Oscar e Dario Pereyra… vamos acordar e exigir muito mais do que está tentando entregar essa matéria falaciosa…

  2. PP, ouvi sua cobrança sobre o Pinotti na rádio e fiquei curioso, precisa o próprio Pinoti dar sua versão ou existe no clube uma comissão para apurar os fatos e depois torná-la pública para inocentar ou cobrar os culpados, isso para não acontecer o mesmo que ocorreu com aquela investigação sobre a comissão na negociação do Jorginho Paulista que o Leco era acusado de causar prejuízo milionário ao clube e prescreveu.

  3. Infelizmente com Dorival ou não, esse time está sendo montado e provavelmente só se tornará competitivo de fato em 2019.

    A torcida está carente de títulos e está certa em exigir isso do clube, e numa análise mais racional sabemos que qualquer conquista de título esse ano será um ponto fora da curva, mas o futebol é imprevisível em alguns momentos.

    Acho que essas primeiras ações de Raí mostra que estamos recuperando, na medida do que se pode investir, uma mudança de direção, ainda recente, no rumo do futebol profissional do SPFC.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*