Diretor do São Paulo diz desconhecer proposta e fala em manter Aloísio

O São Paulo promete lutar para manter o atacanteAloísio no clube em 2014. O Boi Bandido, que tem contrato de empréstimo até o mês de junho,recebeu uma proposta do Shandong Luneng, da China, que oferece salário quase quatro vezes maior do que recebe no Morumbi.

O vice-presidente de futebol do clube, João Paulo de Jesus Lopes, afirma que vai tentar prorrogar o vínculo do jogador e nega que os chineses tenham feito proposta oficial.

– Isso não existe. Não queremos que o Aloísio vá embora, ele criou uma grande identificação com o clube e com a torcida. O contrato dele vai até junho e, inclusive, esperamos renovar esse vínculo. Nossa intenção é fazer exatamente o contrário. O São Paulo quer jogadores que tenham o perfil do Aloísio, aquele cara guerreiro, que luta em campo. Quem não for assim, não vai continuar – disse o dirigente, em conversa com a reportagem do GloboEsporte.com.

No final do ano, o Boi Bandido deu entrevistas e deixou claro que, após ter se destacado, gostaria de ganhar um aumento salarial. Atualmente, o atleta recebe R$ 90 mil mensais. João Paulo de Jesus Lopes diz que essa questão não é fácil de resolver.

– Os direitos do Aloísio pertencem ao Tombense (MG), que o emprestou ao São Paulo. Como eu posso mexer na remuneração do atleta sem o consentimento do dono? Ele nunca nos procurou para falar sobre isso. Eu não posso dar um aumento a ele. E depois, se ele não continua aqui? Como fica o Tombense? – questionou o dirigente.

Até agora, João Paulo diz que o Tricolor não foi comunicado da proposta dos chineses.

– Temos excelente relacionamento com o Uram, que tem outros atletas aqui no nosso clube. Se tivesse algo, já estaríamos sabendo. Além do mais, o São Paulo possui uma parceria com o Shandong Luneng e eles também não nos procuraram. No momento certo, vamos iniciar as conversas para que o jogador fique por mais tempo conosco – finalizou.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*