Diante do Vitória, volta de Kaká é trunfo do São Paulo contra jejum

A missão do São Paulo neste domingo é igual à que não cumpriu no sábado passado, diante do Criciúma, no Morumbi. O time precisa voltar logo a vencer para não se desgarrar ainda mais dos primeiros colocados do Campeonato Brasileiro. O adversário é outro (o Vitória, atualmente no 15º lugar), mas o palco é o mesmo.

O grande trunfo do técnico Muricy Ramalho é o retorno de Kaká. O meia passou a semana passada em recuperação de uma pancada sofrida na panturrilha direita e fará sua primeira partida no estádio em seu retorno ao clube, depois de 11 anos. Desde que voltou, o meia atuou apenas uma vez, na derrota por 2 a 1 para o Goiás, quando marcou o único gol tricolor.

De lá para cá, a equipe venceu o Bragantino com dificuldade na Copa do Brasil e empatou em casa com o Criciúma por 1 a 1 no Brasileiro. Já são três rodadas seguidas sem vencer na competição nacional por pontos corridos. Um jejum que está proibido de ser ampliado, estando nove pontos abaixo do líder Cruzeiro e às vésperas da decisão no mata-mata e de um clássico contra o Palmeiras.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press

Recuperado, camisa 8 tricolor jogará pela primeira vez no estádio 11 anos depois de seu retorno ao clube

“Não dá mais para perder pontos”, alertou Muricy. “Se quiser brigar pelas primeiras colocações – não estamos longe -, não podemos mais perder pontos. Perdemos pontos em casa em jogos que estavam nas nossas mãos, como o último. A diferença de produção era muito grande, e uma fala de atenção nos custou dois pontos. É algo sobre o qual estamos conversando, mas que não precisa nem ser conversado, porque é óbvio”.

 

A desatenção a que o treinador se refere foi em mais uma jogada de bola parada. Rogério Ceni ofereceu rebote no meio da área após cobrança de falta, e o Criciúma arrancou um ponto no Morumbi. A jogada foi bastante ensaiada durante a semana, assim como o sistema ofensivo, que terá quatro nomes muito técnicos: além de Kaká, também Paulo Henrique Ganso, Alexandre Pato e Alan Kardec. Na defesa, a novidade é a volta de Antônio Carlos, recuperado de dores.

O Vitória, apesar de estar somente três pontos acima da zona de rebaixamento, vem reagindo na tabela. A última derrota foi para o líder do campeonato, fora de casa. Depois disso, empatou com o Corinthians e venceu Criciúma e Grêmio. O time comandado por Jorginho somou sete dos últimos nove pontos em disputa, portanto.

Na tentativa de manter a boa fase, o treinador tem uma única dúvida para formar a equipe baiana. José Wellison e o uruguaio Luis Aguiar disputam uma vaga no meio-campo, com o último em vantagem por ter estreado bem diante do Grêmio, no fim de semana.

Arte GE.Net

FICHA TÉCNICA
SÃO PAULO X VITÓRIA

 

Local: Estádio do Morumbi, em São Paulo (SP)
Data: 10 de agosto de 2014, domingo
Horário: 18h30 (de Brasília)
Árbitro: André Luiz de Freitas Castro (GO)
Assistentes: Fabrício Vilarinho da Silva (Fifa-GO) e Bruno Raphael Pires (GO)

SÃO PAULO: Rogério Ceni; Douglas, Rafael Toloi, Antônio Carlos e Álvaro Pereira; Souza, Denilson, Ganso e Kaká; Pato e Alan Kardec
Técnico: Muricy Ramalho

VITÓRIA: Wilson; Ayrton, Alemão, Kadu e Euller; Adriano, Richarlyson, Luis Aguiar, Marcinho e Caio; Dinei
Técnico: Jorginho

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*