SCCP tem maior média de pagantes em 2017; São Paulo, o recorde de público

O ano de 2017 foi especial para o Corinthians. Além dos títulos do Paulista e do Brasileirão, o time registrou a maior média de público pagante da temporada pela terceira vez consecutiva, graças ao apoio incondicional de sua torcida. Em 33 partidas com o mando de campo, o Corinthians atraiu 34.796 torcedores por jogo. Mas os feitos da equipe do Parque São Jorge não param por aí. O clube também teve a melhor arrecadação bruta com bilheteria no ano (R$ 63,3 milhões). Cada partida teve uma renda total de quase dois milhões em média, com os corintianos pagando R$ 55 por ingresso.

Em segundo lugar no ranking de média de público aparece o São Paulo, com 33.635 pagantes por jogo. Em compensação, no levantamento das maiores rendas brutas deste ano, o Tricolor Paulista figura na quinta colocação, devido ao preço mais barato cobrado em vários confrontos, por opção da própria diretoria para atrair grande número de são-paulinos. Em 30 partidas como mandante (25 no Morumbi e 5 no Pacaembu), o clube registrou R$ 26,4 milhões de arrecadação com bilheteria.

Outro time paulista aparece na terceira posição na lista das melhores médias de pagantes: o Palmeiras, com 30.496 torcedores por jogo. Porém, no quesito renda bruta com bilheteria o Palmeiras teve a segunda maior da temporada (R$ 61,4 milhões). Um dos principais motivos está relacionado ao valor dos ingressos, visto que o Alviverde tem o maior ticket médio (R$ 61) do futebol brasileiro.

Grêmio e Flamengo completam o Top 5 das maiores médias de público no ano. Em quarto no ranking, o Tricolor gaúcho levou aos estádios 21.649 pagantes por partida, enquanto o Rubro-Negro atraiu 20.802 espectadores por jogo. Porém, o clube carioca supera o Grêmio no faturamento total com a venda de ingressos em 2017. O Fla teve uma arrecadação de R$ 55,1 milhões – terceira maior, enquanto o time gaúcho conseguiu uma renda bruta de 37,1 milhões – quarta melhor.

Top 20 médias de pagantes em 2017

 (Foto: GloboEsporte.com) (Foto: GloboEsporte.com)

(Foto: GloboEsporte.com)

Top 5: partidas com maiores públicos e rendas

O ano teve vários jogos que despertaram a emoção das torcidas. Nesta hora, os motivos pouco importam: clássico contra o maior rival, disputa de um título, briga por vaga na Libertadores ou Sul-Americana e até mesmo a luta desesperada contra o rebaixamento ou preço mais em conta das entradas. Torcedor gosta de futebol. Por isso nem sempre as finais num mata-mata ou a partida que define o campeão num campeonato de pontos corridos são as que mais atraem torcedores no decorrer de uma temporada. Afinal de contas, os rumos de uma equipe são consequência da campanha realizada no decorrer da competição. Ou seja, o primeiro confronto é tão importante quanto o último.

Exemplo disso é que o jogo com maior número de pagantes (61.142) no futebol brasileiro em 2017 foi São Paulo 1 x 1 Corinthians, no Morumbi, pela 25ª rodada da Série A. Na época, o Tricolor Paulista estava no Z-4, enquanto o Corinthians liderava. A segunda partida com mais espectadores (60.485) foi São Paulo 1 x 1 Bahia, disputada no mesmo estádio, pelo fechamento do Brasileirão, com promoção de ingressos a R$ 1.

Na sequência aparecem Flamengo 2 x 1 Fluminense (58.399), pela final do Carioca, e os dois duelos da decisão da Copa do Brasil – Cruzeiro 0 x 0 Flamengo (56.467) e Flamengo 1 x 1 Cruzeiro (56.135). Chama atenção o confronto Ceará 1 x 0 ABC, que garantiu o retorno do Vozão à Primeira Divisão diante de 56.005 torcedores, sétima melhor marca do ano, à frente da final da Copa Sul-Americana e de outros dois jogos também do Flamengo como mandante que registraram os maiores públicos da Taça Libertadores envolvendo times brasileiros na temporada – Flamengo 1 x 1 Independiente (54.963), Flamengo 3 x 1 Universidad Católica (54.555) e Flamengo 4 x 0 San Lorenzo (54.052).

Jogos com maiores públicos em 2017

 (Foto: GloboEsporte.com) (Foto: GloboEsporte.com)

(Foto: GloboEsporte.com)

Quando o assunto é renda, a arrecadação dos clubes com bilheteria costuma aumentar consideravelmente à medida que as competições vão chegando às suas retas finais, pois o preço cobrado pelos ingressos quase sempre é mais caro do que ao longo do campeonato pela importância e atenção que estas partidas provocam nas torcidas. Na temporada, as finais da Copa do Brasil entre Cruzeiro e Flamengo foram as que apresentaram maior faturamento: R$ 7,8 milhões (volta) e R$ 7 milhões (ida), respectivamente.

Em terceiro lugar ficou Flamengo 1 x 1 Independiente (R$ 6,6 milhões), pela decisão da Copa Sul-Americana. Na quarta posição ficou Grêmio 1 x 0 Lanus (R$ 6,5 milhões), pela decisão da Libertadores, enquanto Flamengo 4 x 0 San Lorenzo (R$ 3,6 milhões), pela fase de grupos do principal competição continental, terminou na quinta colocação.

Jogos com maiores rendas em 2017

 (Foto: GloboEsporte.com) (Foto: GloboEsporte.com)

(Foto: GloboEsporte.com)

Libertadores atrai mais torcedores e tem maior bilheteria

No Top 5 dos campeonatos com melhores médias de pagantes e renda por partida estão Taça Libertadores, Sul-Americana, Série A do Brasileiro, Copa do Brasil e Campeonato Paulista. Mesmo esvaziada, a Primeira Liga foi a sexta no número de espectadores e a sétima em bilheteria neste levantamento à frente de outras competições importantes como Copa do Nordeste, Série B, além dos estaduais de Minas Gerais e Rio de Janeiro.

Veja as 11 competições com maior média de pagantes

 (Foto: GloboEsporte.com) (Foto: GloboEsporte.com)

(Foto: GloboEsporte.com)

Veja as 11 competições com maior renda bruta

 (Foto: GloboEsporte.com) (Foto: GloboEsporte.com)

(Foto: GloboEsporte.com)

2 comentários em “SCCP tem maior média de pagantes em 2017; São Paulo, o recorde de público

  1. Matéria pra valorizar a torcida gambá, ídolo dos lixos do “jornalismo” esportivo desse país.
    Tenho asco dessa classe nojenta que idolatram essa merda de torcida de um timeco sujo igual aos políticos.

  2. O caras são tão canalhas para fazer uma matéria que para melhorar a média do time da marginal precisam pegar a amostragem com ano todo, incluindo Paulista e Brasileiro.
    Para amenizar então o fato do São Paulo ser o recordista disparado de público em jogos no ano de 2017, mostram que o o SCCP é o líder em arrecadação, só que não citam um ‘simples’ detalhe: essa renda toda obtida em 2017 não entrou nos cofres do clube deles.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*