Corinthians gasta muito menos para montar time do que o São Paulo

ão Paulo e Corinthians se enfrentam neste domingo, às 11h, no Morumbi, pela 25ª rodada do Brasileirão, e não vivem momento oposto apenas na tabela da competição. Fora de campo, na administração de suas finanças, os dois clubes adotaram posturas diferentes no mercado.

O São Paulo fez muitos negócios e encheu os cofres em 2017, gerando críticas dos torcedores por desmanchar a equipe que começou o ano sob o comando de Rogério Ceni. O Timão, mesmo com o título paulista, recusou propostas por jogadores como Rodriguinho e Guilherme Arana, não movimentou grandes valores…

AS SAÍDAS

  • Sete jogadores foram negociados pelo Tricolor: David Neres (Ajax), Lyanco (Torino), Luiz Araújo (Lille), Augusto Galván (Real Madrid), Thiago Mendes (Lille), Maicon (Galatasaray) e Centurión (Genoa). A quantia total arrecadada foi de R$ 184,5 milhões. Descontados impostos, participações de terceiros e comissões, o clube recebeu R$ 162,8 milhões.
  • O Corinthians vendeu dois: o lateral-esquerdo Uendel, liberado ao Inter por R$ 3,5 milhões no início do ano, e o atacante Léo Jabá, vendido em julho por R$ 7,5 milhões ao Akhmat Grozny-RUS. Ganho de R$ 11 milhões (valor sem desconto de impostos e terceiros).
Luiz Araújo foi vendido pelo São Paulo ao Lille (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

Luiz Araújo foi vendido pelo São Paulo ao Lille (Foto: Érico Leonan/saopaulofc.net)

AS CHEGADAS

Com a saída de destaques e a falta de resultados, a diretoria do São Paulo teve de buscar vários reforços para o time. Foram quase duas dezenas.

  • Bruno Alves, o último a ser contratado, foi o 19º a chegar. Antes dele: Sidão, Wellington Nem, Cícero, Neílton, Jucilei, Lucas Pratto, Edimar, Marcinho, Morato, Thomaz, Maicosuel, Denilson, Aderllan, Petros, Arboleda, Jonatan Gomez, Marcos Guilherme e Hernanes.
  • Para efetuar todas essas contratações, o Tricolor terá gasto até dezembro R$ 59 milhões, dos quais R$ 32,1 milhões serão quitados neste segundo semestre.

Com problemas financeiros, o Corinthians usou de três estratégias para fazer negócios: empréstimos, compras de jogadores pouco badalados por valores baixos e com pagamento parcelado, e a contratação de atletas livres no mercado. O valor gasto aproximadamente para reforçar o elenco foi de R$ 20 milhões.

  • Primeiro reforço, o atacante Luidy, do CRB, de 21 anos, foi comprado no fim do ano passado por R$ 1,2 milhão. Sem jogar, acabou sendo emprestado ao Figueirense. Foi um dos poucos negócios que envolveu pagamento a outro clube. Para tirar Kazim do Coritiba, o clube topou pagar R$ 1,3 milhão. Nos dois casos, as parcelas atrasaram, mas acabaram pagas.
  • Outro reforço que exigiu investimento foi Clayson, logo após o Paulistão. Para ficar com 40% dos direitos dele, o Timão desembolsou R$ 3,5 milhões e ainda repassou os jovens Claudinho e Léo Artur em definitivo para a Ponte Preta.
  • Os demais reforços vieram por empréstimo (Pablo do Bordeaux e Paulo Roberto do Audax) ou com o pagamento de luvas por estarem livres no mercado. Casos de Jô (R$ 5 milhões), Gabriel (R$ 7 milhões), Jadson (R$ 3 milhões) e Fellipe Bastos (valores desconhecidos). Os montantes serão diluídos ao longo do contrato de cada um.
Jadson é um dos principais jogadores do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Jadson é um dos principais jogadores do Corinthians (Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians)

Quem vai levar a melhor neste domingo?

Veja as informações do Majestoso:

Local: Morumbi, em São Paulo
Data e horário: domingo, 11h (de Brasília)
São Paulo provável: Sidão; Militão, Arboleda, Rodrigo Caio e Júnior Tavares; Petros, Jucilei (Gomez), Hernanes, Marcos Guilherme e Cueva; Pratto
Desfalques: Bruno (aprimora a forma física após lesão nas costas), Renan Ribeiro (tendinite no joelho direito), Wellington Nem e Morato (cirurgias no joelho, só voltam em 2018)
Pendurados: Hernanes, Lugano, Petros, Junior Tavares, Marcinho, Jonatan Gómez e Pratto
Corinthians provável: Cássio; Fagner, Balbuena, Pablo e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô
Desfalques: Léo Santos (pubalgia), Paulo Roberto, Danilo e Vilson (retomando a parte física após lesões)
Pendurados: Cássio, Fagner, Pablo e Jadson e Romero
Arbitragem: Wagner do Nascimento Magalhães (Fifa-RJ) apita, auxiliado por Rodrigo Henrique Correia (Fifa-RJ) e Thiago Henrique Neto Correa Farinha (Fifa-RJ)
Transmissão: Premiere, Premie

Fonte: Globo Esporte

Um comentário em “Corinthians gasta muito menos para montar time do que o São Paulo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.