Clubes negam, mas colegas já tratam Wesley como jogador do São Paulo

O vice-presidente de futebol do São Paulo, Ataíde Gil Guerreiro, garante que não contratará mais nenhum jogador que atua no Brasil e o Palmeiras ainda não se manifesta sobre Wesley. Os colegas de profissão, entretanto, já falam do volante como se pertencesse ao clube do Morumbi.

O último a já ver o meio-campista como colega foi Luis Fabiano. “Quanto mais jogadores de qualidade para ajudar, melhor, chegaram jogadores de muita qualidade. Pude acompanhar o Wesley, o Carlinhos. São jogadores que vão acrescentar muito”, disse o centroavante.

Amigo desde as categorias de base do Santos, Paulo Henrique Ganso foi ainda mais claro ao fazer tabelas e jogar com Wesley em partida beneficente em Barueri. Após dar passe para um gol do volante, o meia fez questão de abraçá-lo e apontar para ele dizendo “É nosso, é do Tricolor, pô!”.

Publicamente, Ganso foi mais político, declarando que o amigo ainda precisa decidir seu futuro e apenas o tratando como “grande reforço se vier”. Mas os jogadores mais próximos de Wesley estão certos de que o volante estará no Morumbi em 2015.

Djalma Vassão/Gazeta Press

Volante tem contrato com o Palmeiras até fevereiro, mas sua saída para o rival do Morumbi é dada como certa

No Palmeiras, a saída do atleta é dada como certa. Embora insista que cedeu em todos os pedidos do jogador e que está com um novo contrato pronto para ser assinado pelo volante, o presidente Paulo Nobre deixou claro em sua última entrevista coletiva que está disposto a conversar para liberar Wesley antes do fim do seu vínculo, em fevereiro.

Por enquanto, Wesley tem a obrigação de se reapresentar com seus outros colegas do Palmeiras no dia 7, mas quase ninguém acredita nessa possibilidade no Verdão. A dificuldade para a liberação só está no mau relacionamento do clube com a diretoria do São Paulo. Contudo, acredita-se no bom senso de Nobre para dispensá-lo sem causar mais problemas.

O Palmeiras passou quase todo o ano negociando com Wesley e seus empresários se irritaram com a demora para entrar em acordo. Por conta disso, abriram conversas com outros clubes e o São Paulo demonstrou interesse. Diante da dificuldade para renovar, a torcida começou a vaiar o jogador, que foi o mais xingado no Palestra Itália no empate com o Atlético-PR, na última rodada do Brasileiro. Quando o volante deve ter se despedido do clube.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

4 comentários em “Clubes negam, mas colegas já tratam Wesley como jogador do São Paulo

  1. Junto com Ganso ele vai render!
    São entrosados desde as categorias de base!
    Naquele timaço do Santos, os 2 eram os meias….
    Wesley cobre bem os espaços deixados pelo Ganso e sabe onde ele vai colocar a bola… e corre bem…
    Tomara que dê certo !!

  2. Bom todos os torcedores tem o DIREITO de criticar o jogador….

    Mais primeiro temos o DEVER de apoialo para que ele possa mostrar seu futebol com tranquilidade!!!!!

    Seja bem vindo ao Tricolor Wesley!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.