CBF cria código de ética para evitar aliciamento de jovens jogadores na base

A CBF aproveitou a reunião desta segunda-feira com representantes dos clubes das Séries A e B para colocar em pauta e conseguir aprovação da criação de um código de ética para que os times consigam preservar por mais tempo os jovens valores das categorias de base.

– Foi aprovado um código de ética para não aliciar jogadores de outros clubes, porque pode ficar fora das competições amadoras por dois anos – avisou o vice-presidente da CBF, Marco Polo Del Nero.

O próximo passo é colher as assinaturas para a formalização da medida em um documento.

– Queremos assinaturas de 100 clubes. Vamos ter uma reunião com os clubes da Série C e D. É o primeiro grande passo para se dar ética ao futebol – completou Del Nero.

Um caso recente de aliciamento foi protagonizado pelo São Paulo. Rivais chegaram a fazer um boicote, dizendo que não participariam das competições das categorias de base em que o Tricolor estivesse envolvido. Isso foi um dos pontos levados em consideração pela CBF.

– Sabemos que houve vários problemas com vários clubes. Todo mundo foi um pouco errado, não foi só o São Paulo. Mas agora está na hora de moralizar isso. Não cumprindo, o clube vai ficar fora das competições amadoras – reforçou Del Nero.

Fonte: Lance

3 comentários em “CBF cria código de ética para evitar aliciamento de jovens jogadores na base

  1. Codigo de e’tica, deveria ser criado para esses kartolas ladroes
    pararem de acabar com nosso futebol.
    Cambada de L A D R O E S, I N C O M P E T E N T E S,
    Alias COMPETENTES ate’ demais mas para roubarem.
    Sa’o mesmo o que temos de pior nessa cbf.

  2. Então avisa os demais clube para fazeremfutebol que valha me DEUS um CT melhor do que cotia, ora bolas, é cada imbecilidade dessa casa bandida do

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*