Bauza volta a reclamar de calendário e quebra a cabeça por Libertadores

O técnico Edgardo Bauza tem sérios problemas para montar a equipe que enfrentará o Atlético Nacional-COL, na próxima quarta-feira, a partir das 21 horas (de Brasília), no Morumbi. Isso porque o Patón viu alguns de seus principais jogadores se lesionarem na iminência das semifinais da Copa Libertadores da América.

Desde quando a competição continental de clubes sofreu uma pausa para a disputa da Copa América Centenário, nos Estados Unidos, Hudson, Wesley, Kelvin e Paulo Henrique Ganso se machucaram em jogos válidos pelo Campeonato Brasileiro. Já o lateral esquerdo Mena contundiu-se durante a estreia do Chile contra a Argentina no torneio de seleções.

Os casos mais recentes são os de Kelvin e Ganso. O primeiro lesionou a coxa esquerda no empate sem gols contra o Sport, no último dia 23, enquanto o segundo machucou a coxa direita, na última quarta-feira, na vitória por 2 a 1 sobre o Fluminense. Ambos são desfalques certos para o jogo de ida frente aos colombianos.

Já Hudson, que chegou a jogar alguns minutos contra o Santos, no último final de semana, voltou a sentir dores na coxa esquerda e virou dúvida para o dia 6. Wesley, por sua vez, está em fase de transição, iniciando os treinos com bola, e deve ser opção no banco de reservas na próxima quarta. O volante sentiu a coxa direita em 1º de junho, na derrota por 1 a 0 para o Figueirense.

Por tudo isso, Bauza culpou o calendário nacional pela quantidade de jogadores machucados às vésperas das semifinais da Libertadores, citando os 40 jogos disputados pelo São Paulo neste primeiro semestre. Somente em junho, o Brasileirão teve oito rodadas disputadas.

“O Campeonato Brasileiro atenta contra jogadores e contra técnicos. Você não pode trabalhar, não tem tempo para treinar. Logo você acumula lesões musculares. Somos uma das equipes que mais jogou, então vamos enfrentar esse problema. Não há outra parte no mundo em que se joga 85 partidas por ano”, chiou o comandante argentino, durante entrevista coletiva após o triunfo da última quarta-feira.

“Tivemos muitos inconvenientes dos atletas, estamos tentando chegar à maior quantidade de atletas bem. Os que temos com algumas lesões são Mena, Hudson, que trabalharam hoje (quarta) no CT e bem. Vamos ver se conseguirão chegar para a partida de dia 6. Carlinhos jogou depois de muito tempo voltou bem. O tirei porque ele também poderia se lesionar. E não sei como chegaremos, mas vamos tratar de dar a vida. Porque nos custou muito chegar na semifinal”, emendou.

Isto posto, o Patón já avisou que vai mandar apenas reservas para o duelo com a Ponte Preta, marcado para este domingo, às 16 horas (de Brasília), válido pela 13ª rodada do Brasileirão. Diante dos colombianos, Bauza deverá utilizar o garoto Luiz Araújo, que vem agradando o técnico nos treinos e jogos, no lugar de Kelvin, Ytalo na função de Ganso e Carlinhos na lateral esquerda. Caso Hudson não reúna condições físicas até o dia 6, João Schmidt e Thiago Mendes formarão a dupla de volantes.

O provável São Paulo que iniciará o jogo de ida das semifinais da Libertadores contra o Atlético Nacional-COL deverá ter Denis; Bruno, Maicon, Rodrigo Caio e Carlinhos; João Schmidt (Hudson) e Thiago Mendes; Luiz Araújo, Ytalo e Michel Bastos; Jonathan Calleri.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

Um comentário em “Bauza volta a reclamar de calendário e quebra a cabeça por Libertadores

  1. O Paton deve ter assistido a muitas entrevistas do Murici Ramalho. Como o antecessor, ele também reclama muito do número dos jogos, como se só o time deles o fizesse. Paton, solta o carro na banguela e deixa a moçada correr. Não adianta ficar reclamando que muitos jogos “machucam” seus jogadores. O Ganso não jogou tanto assim e está fora da partida mais importante do ano. O Maicon jogou todas, dividiu todas, e está aí inteiro pra parar os colombianos. O Murici reclamava de tempo para treinar e, quando o tinha, o time piorava. Põe os “homi” pra cima dos colombianos que a torcida empurra, e vamos ser tetra…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.