Aidar levanta histórico de Ricci e diz não ter confiança no árbitro

Sem um treinador para anunciar, o presidente do São Paulo, Carlos Miguel Aidar, convocou a imprensa na tarde desta terça-feira, dois dias depois da eliminação para o Santos na semifinal do Campeonato Paulista, para falar sobre a arbitragem do jogo decisivo contra o Corinthians, pela Copa Libertadores. Em posse do retrospecto de Sandro Meira Ricci em jogos passados da equipe e também do rival, ele se disse preocupado com a possibilidade de ser prejudicado nesta quarta, no Morumbi.

“Confesso que fiquei preocupado com a escolha do Ricci, porque o retrospecto dele em jogos do São Paulo é ruim. Não é ruim para o Corinthians. Ele tem retrospecto de expulsão de dez jogadores do São Paulo em 17 jogos e de apenas uma expulsão de jogadores do Corinthians em 17 jogos”, disse, pouco depois de assistir ao treinamento dos jogadores no CT da Barra Funda. Uma atividade descontraída, a propósito, sem arranjo tático ou definição da escalação.

“O problema do treinamento cabe ao treinador”, minimizou, quando questionado sobre o trabalho que viu em campo. “O time precisa realmente descontrair. É normal descontrair na véspera de jogos como esse. É o jogo do ano, como foi o jogo passado contra o Santos, como certamente será o próximo. Todos os jogos são importantes. Esses mata-matas da Libertadores, os pontos corridos do Brasileiro e a primeira fase do Paulista”, comentou.

Fernando Dantas/Gazeta Press

Presidente do São Paulo se aborreceu com a indicação da Conmebol para a partida decisiva no Morumbi

Agora bem mais pressionado do que os jogadores antes, Ricci, de fato, expulsou mais são-paulinos do que corintianos na carreira – e assinalou quatro pênaltis. Mas já deu seis cartões vermelhos a adversários em partidas do São Paulo. Por duas vezes, expulsou mais jogadores do outro time, inclusive. Pertencente ao quadro da Fifa, foi o representante brasileiro da Copa do Mundo de 2014, apitou a final da Copa Libertadores do mesmo ano (San Lorenzo x Nacional) e também a do Mundial de Clubes de 2013 (Bayern de Munique x Raja Casablanca).

Independentemente disso, Aidar questiona a indicação do mineiro de 40 anos, membro da Federação Pernambucana de Futebol. “Até mandei correspondência à Conmebol, estranhando sobremaneira a escolha do Ricci para esse jogo, por conta desse retrospecto. Perguntei por qual razão eles não escalam árbitros estrangeiros”, falou. “Carrega-se toda uma história de campeonatos locais. Estamos preocupados com a arbitragem dele. Espero que não repita as atuações passadas. Não confio nessa estatística desastrosa em jogos do São Paulo”.

No Morumbi, Ricci terá assistência de Fabrício Vilarinho (GO) e Fábio Pereira (TO). Para avançar às oitavas de final da Libertadores sem depender de um resultado adverso do argentino San Lorenzo contra o uruguaio Danubio, lanterna do grupo 2, o São Paulo depende de uma vitória simples no terceiro clássico contra o Corinthians no ano. Nos dois primeiros, o time foi derrotado pelo rival.

“Não estamos pensando em eliminação. Estamos pensando em classificação para jogar já daqui duas semanas. De qualquer maneira, não há nenhuma análise nesse sentido. Acreditamos na equipe e queremos que ela se classifique”, apostou o presidente são-paulino.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

5 comentários em “Aidar levanta histórico de Ricci e diz não ter confiança no árbitro

  1. Antes do jogo, para variar, só para variar, mais um rachão para descontrair. Precisa de mais explicações para saber o por que não ganhamos dos grandes? Treino tático zero, rachão dez!

  2. Comenbol tb é curintiana!!
    Ridiculo 2 times locais, colocarem um arbitro que favorece um lado !!
    Esse Ricci é curintiano !!!
    Além do time estar uma draga e sem padrão, vamos jogar contra 14 (11 + 3) !!
    Acha coração hj a noite !!

  3. Esse coitado e’ apenas um travekkkkkkkkkkkko, um fogo amigo.
    Desde o primeiro jogo ja deveria ter mechido na conmebol
    por um juiz sulamericano.
    Sa’o mesmo uns incomP e T entes.

  4. Quando começa esse chororô é porque já sabe vai tomar outra piaba…

    Presidente de merda…

    Já está arrumando uma desculpa para mais uma derrota dos gambás e agora, será dentro da bambilandia que está esse time!!!!

  5. Aidar, para de reclamar do arbitro e reclama com os jogadores que em classicos amarelam, esse é o maior problema do São Paulo, é só vc ver o jogo passado na Arena de Itaquera, o sr vai perceber que estavam todos com amarelão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*