Em 17 de agosto de 1975...

o São Paulo perdia para aPortuguesa de Desportos por 1 a 0, em jogo válido pela final do Campeonato Paulista, disputado no Morumbi. O gol da Lusa foi marcado por Enéas. Como o São Paulo havia vencido o jogo de ida por 1 a 0, gol de Pedro Rocha, a decisão foi para os pênaltis. E deu São Paulo 3 x 0. Como resultado o Tricolor sagrou-se campeão paulista. O São Paulo formou com: Waldir Peres; Nélson, Paranhos, Samuel e Gilberto; Chicão, Muricy e Pedro Rocha. Terto, Serginho e Zé Carlos (Silva). O técnico era José Poy.

2 comentários em “A história marca

  1. Só complementando:deste time já faleceram Ademir (reserva), Pedro Rocha e Chicão. Teodoro já faleceu mas não foi campeão pelo São Paulo, pois estava emprestado ao Santos.Teodoro voltaria ao clube seria campeão brasileiro titular em 77.

  2. Meu “primeiro título” pelo São Paulo como torcedor! Pra mim,inesquecível, o dia em que Waldir Peres se tornou meu ídolo,ao lado de Muricy (que foi expulso no jogo) e Serginho.Zé Sérgio ainda não tinha surgido neste time. Zé Carlos fazia o falso ponta esquerdo ao melhor estilo Zagallo.Henri Aidar, presidente na época (pai do atual presidente CarlosMiguel) argumentou que Muricy poderia jogar a prorrogação (sim,houve prorrogação, o histórico acima não menciona isso) já que era “outro jogo”.Aidar era mestre em tentar desestabilizar o adversário (em 77 fez o mesmo com o suspenso Serginho Chulapa no nosso primeiro título nacional. Waldir pegou dois penais, irritou os cobradores e foi o herói do jogo.Pra mim,um jogo inesquecível!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*