Super heróis

Ficamos felizes com algumas contratações no mês de Dezembro, até certa euforia após a confirmação de Hernanes. Vieram Volpi, prestigiado no Mexico, Pablo, requerido por aqui, e outros menos exponenciais como Biro Biro, Leo Pelé, Igor Vinicius. Mas não podemos negar que, somando-se os que já estavam no elenco, trata-se de um São Paulo melhor elencado do que em 2018. Ok, ainda não dá pra brigar contra o Palmeiras e o Flamengo, com mais atletas qualificados, principalmente no que concerne a meio de campo e ataque. E, certamente, no banco de reservas já largam na frente. Não que Jardine não possa vir a ser um bom técnico, mas Abel e Felipão já o são há muito tempo.

Nesse momento é preciso que o torcedor entenda que o Tricolor subiu mais uns degraus, mas continua ouvindo os vizinhos fazendo festa no andar de cima. E somos, sim, parte importante no planejamento do novo ano. De que maneira? Justamente não fazendo o que alguns são-paulinos vêm fazendo nas mídias sociais, julgando e criticando os atletas que mal tiveram uma semana de treinamento. Compreende-se a angústia por não ganharmos um título há seis anos, mas há de se entender também que Volpi, Pablo, Jardine e tantos outros, entre recém chegados e mais antigos, não tem culpa se tivemos no passado recente administrações pavorosas no clube. Não botemos 2019 no mesmo cesto de 2018.

Precisamos criar um clima de positividade e não nos exasperarmos com uma Copa esdruxula como a Florida Cup , reunindo times europeus no auge físico e brasileiros recém chegados de barris de chope. Criticar Volpi nas mídias sociais pela sua atuação em um tempo de jogo com características de casados contra solteiros é o fim. Lamentável. Com que energia esse profissional dará continuidade ao seu trabalho com a imagem que nossa torcida passa? A continuarmos assim, não precisaremos mais de Raí, teremos que contratar Stan Lee, que com seus heróis e poderes infinitos resolverão a depressão da torcida. Stan Lee morreu? “Ihhh, fechemos as portas, nada mais tem solução” dirão os detratores de Volpi.

 

*****Radialista desde 1987, Sombra passou por várias emissoras de São Paulo nas mais diferentes funções. Em sua primeira emissora, Jovem Pan 2 (89 a 90), iniciou como assistente de promoção e produtor do programa Radio Flight, então capitaneado por Julinho Mazzei, ícone do FM. Na sequência, ocupou o cargo de programador e coordenador de promoção das rádios Manchete (90 a 91) e Nova FM (92 a 94), transferindo-se para a então 97FM, nas mesmas funções. Em 1999, idealizou o programa Estádio 97 e no mesmo ano se tornou coordenador artístico da emissora, onde está até os dias atuais.

7 comentários em “Super heróis

  1. A torcida do SPFC SEMPRE foi assim e dos outros clubes tbm.
    Palhinha bicampeão mundial e da libertadores após perder o pênalti em 1994 na terceira final de libertadores consecutiva foi execrado pela torcida , saiu e foi ganhar mais uma libertadores pelo Cruzeiro.
    Telê Santana foi chamado de burro várias vezes antes de vencer a libertadores e o mundial.
    E hoje com as redes sociais a coisa piorou muito, mas faz parte e só tem um meio de mudar isso que é conquistando título ou títulos.
    Eu já me contentaria com um Paulista pra começar, até pq vou torcer mas pela lógica o SPFC dificilmente vence a libertadores em 2019 pq tem outros tines melhores e mais prontos no momento, não é impossível porém é improvável.
    Eu não queria o Jardine mas como só tem tú, vai tú mesmo.
    Mas tem uma galera que nunca chutou uma bola e se marcar nem ao estádio vai ou já foi um dia que é chata pra caramba, além de depressivos e pessimistas se portam como videntes do caos.
    O duro é que a grande maioria jamais mandou um e-mail ao Leco ou ao SPFC reclamando de algo, apenas odeiam a tudo e a todos a cada digitada em qualquer mídia.

  2. Olá Sombra,

    Concordo quanto ao apoio aos atletas, mas já é consenso que precisamos de um técnico de maior peso, experiente e vencedor, para conduzir o bom elenco que estamos montando.

    Ignorando o torneio amistoso da Florida, Jardine teve 5 partidas na reta final do Brasileiro 2018 para mostrar serviço. Perdemos de Vasco e Chapecoense e emparamos em casa contra um Sport Recife rebaixado. Com 1v2e2d Jardine teve 33% de aproveitamento, desempenho inferior ao de equipes rebaixadas.

    Não entendo qual a lógica que levou nossa diretoria a confirmá-lo como treinador para 2019. A permanência de Jardine no comando da equipe interessa aos nossos adversários e não ao SPFC. Em março já será muito tarde para substituí-lo.

  3. Perfeito Sombra!
    Melhor post do site a muito tempo…
    Esses jogos treinos na Flórida nem deveriam ter sido televisionados. Só servem pra torcedor criticar.

    O torcedor do SP tem que lembrar como os elencos campeões foram montados. Raros foram os jogadores que chegaram no clube e já brilharam. A maioria levou tempo e alguns chegaram sem destaque… Sousa, Cicinho, Lugano, França, Danilo, entre outros…

    Temos que apoiar. A muito tempo não vejo uma diretoria fazendo um trabalho olhando para o futuro do clube.

  4. Tudo muito lindo, faremos sim a corrente positiva todos abraçados assistindo que essa diretoria inútil continue fazendo tudo igual esperando resultados diferentes.

    Não é hora do Jardine, se Palmeiras campeão do ano passado e contratando craques opta por um técnico cascudo e pragmático por que caramba temos um time que não ganha nem par ou ímpar há década tem um técnico juvenil pra implantar um modelo de jogo?

    Mais uma vez a soberba impera em uma diretoria tão inexperiente como o técnico que colocou.

    Por fim o time de Itaquera que deve marmita e um time meia boca já mostra segurança e capacidade e já vislumbra algo grande está no semblante do Gustagol, mas nós que vivemos na seca temos de esperar as coisas em dezembro se encaixar e projetar um 2020.

    Como diria o sociólogo Betinho: quem tem fome, tem pressa

    • O time de Itaquera corre um sério risco de cair esse ano. Estão fazendo tudo pra isso acontecer.

      Vejo o SP abaixo somente do Palmeiras e Flamengo.
      Estamos no mesmo nível de Cruzeiro, Grêmio e Inter.

      Infelizmente no quesito apoio da torcida estamos abaixo de todos.

      • Mas eles tem técnico e os fracos jogadores acreditam 100% nele e o respeitam

        Do apoio da torcida onde você estava em 2017? (Não é uma crítica à vc)

        Essa é nossa torcida e ela não tem o respeito da diretoria

  5. Assino embaixo. É isso aí, Sombra. Infelizmente, ainda estamos pagando por todos erros do passado( e do presente). Chorar, ficar de mimimi não ajudará nesta fase de recuperação. A torcida está impaciente, com razão, mas se pressionar ainda mais as coisas podem piorar. E muito.

    Se o São Paulo quiser se aproximar de flamengo e palmeiras deverá lutar para que seus jogos sejam transmitidos pela tv aberta em outros cantos do País. Sem isso, só um mecenas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*