“Si dão” uma chance ao Perri, ele agarra

Se precisavam de uma oportunidade para, enfim, lançarem o jovem Lucas Perri na meta do Tricolor, chegou a hora.

Faltam apenas sete rodadas para o fim do Brasileirão e a reta final também se torna uma espécie de laboratório para sabermos quais atletas serão úteis na próxima temporada.

Depois de uma teimosa insistência, agora é consenso que Sidão não tem condições de vestir a camisa do São Paulo e ele foi parar no banco de reservas. Em seu lugar, entrou Jean, que veio do Bahia, custou caro ao cofre Tricolor e não vinha sendo aproveitado, dizem algumas vozes dos corredores do Morumbi, que o novo titular demorou a receber uma chance porque deixava a desejar em questões comportamentais.

Contra o Vitória, Jean mostrou que é um goleiro promissor, inclusive, salvou o São Paulo num lance de puro reflexo no segundo tempo, mas ao término do jogo…  Pois é, não se controlou e quis mostrar para torcida do Leão que é ele quem manda na Bahia. Resultado? Cartão vermelho e agora desfalca a equipe diante do Flamengo, num dos jogos mais importantes desta reta final.

O Rubro-Negro, nosso próximo adversário, tem um ensinamento a oferecer. Coincidência ou não, voltaram à disputa do campeonato depois que trocaram o goleiro. Não hesitaram em “sentar” um arqueiro caro, com experiência internacional e, mesmo com uma massa de torcedor exigente, lançaram um jovem como titular.

É hora do Lucas Perri! Voltar com o Sidão seria retrocesso, já ficou provado que não dá, já sabemos que 2019 será sem ele, vamos usar esse restinho de campeonato para ganhar mais um jogador para a próxima temporada ou, na pior das hipóteses, constatar que precisaremos contratar alguém do tamanho do São Paulo Futebol Clube.

Perri já tem despertado interesse dos europeus, o garoto já estava desanimando com a falta de oportunidade e, percebendo isso, a comissão passou a relacioná-lo para os jogos mesmo sendo a terceira opção.

Chegou o momento do moleque jogar. “Si dão” uma chance ao Perri, ele agarra!!

 

***Idealizador e apresentador do programa esportivo Garotinhos F.C. da Rádio Metropolitana de Mogi das Cruzes(SP), Fred Rezende iniciou na emissora mogiana em fevereiro de 2015, quando criou o projeto em homenagem ao locutor Osmar Santos, “Pai da Matéria” e padrinho do programa. Também faz parte do quadro “Resenha” do Esporte D na TV Diário, afiliada da Rede Globo no Alto Tietê, onde faz aparições falando sobre o São Paulo Futebol Clube, usando sempre uma abordagem divertida e bem humorada.

9 comentários em ““Si dão” uma chance ao Perri, ele agarra

  1. Jogo valendo vaga na fase de grupos da Libertadores, contra o Flamengo, no Morumbi, vitória obrigatória ou risco de ficar fora e com o time já muito desfalcado.
    Definitivamente quem defende a estreia de um goleiro no time profissional do SPFC nessa partida não está entendendo a pressão a que o jovem estaria submetido.
    O Sidão é fraco, não merece ser titular em 2019, mas para este final de semana é a única opção racionalmente defensável.
    Helinho e Antony também não estreiarão numa fogueira dessas. Podem esperar de Aguirre um time bem experiente e defensivo para este jogo.

  2. Penso ao contrário não é em um jogo desses numa situação em que nos encontramos que vamos lançar o menino aos Leões…

    O jogo era contra o Vitória… Ou pode ser contra o Vasco ou a Chape… Mas contra o Flamengo??? Brigando por posição na tabela??? Na minha opinião que volte o Sidão!!!!

  3. Penso igual. Nunca saberemos do potencial do Lucas Perri se não colocarmos para jogar. É um jogo duro , mas no Morumbi, torcida apoiando É incentivando o time e o garoto. Só vejo essa dificuldade no São Paulo de lançar um garoto.

  4. Goleiro é a única posição do futebol que tem treinamentos diferentes, preparadores diferentes , e cargas de trabalho diferentes.
    Não acredito que o Perri esteja acima de Sidão e Jean pois seria uma burrice extrema numa equipe profissional aonde o sucesso do preparador de goleiros depende justamente de quem ele vai indicar para a titularidade.
    Gostaria muito que fosse o mais novo paredão do gol tricolor, porém não acho que quem avalia os goleiros do SPFC deixaria de escalar o melhor (no caso o Perri) para colocar alguém pior e que a torcida não aguenta mais, aliás seria a hora certa para fazê-lo.
    Acredito que se estivesse melhor nos treinamentos seria o titular.
    Quando o Ceni assumiu o gol do SPFC o Zetti não teve uma queda técnica e nem vinha tendo falhas, aliás até àquele momento era o goleiro mais vencedor do SPFC, porém nos treinos o Rogério era destaque sempre, até que chegou a hora que ganhou a titularidade na qual permaneceu por 18 anos.

    • Só para lembrar que o reserva imediato do Zetti era o Alexandre. Se não tivesse falecido poderia ter acontecido com o Rogério , o mesmo que já aconteceu com tantos outros. Vide por exemplo o Richard, goleiro do Paraná. No momento é muito melhor que nossos 4 goleiros.

  5. Quem sabe faz a hora, não espera acontecer, já escreveu o poeta Vandré. Se ele está no plantel, é porque deve ter condições. Sendo assim, deve estar apto para atuar, seja qual for a ocasião. Por sua vez, o Sidão é uma carta fora do baralho… Com ele em campo é como queimar vela com mau defunto… é um caroço de manga chupada. Vamos de Lucas Perri e seja o que Deus quiser!

  6. Acho que no momento teremos que ir de Sidão. Não devemos fazer testes agora e arriscar queimar uma promessa. Afinal o Flamengo é um time que está lutando pelo título. Precisamos de experiência no gol.

  7. Libertadores é obrigação. Fico preocupado de fazermos experiências é o moleque sentir o peso do manto sagrado. É hora de nos impormos contra o time do cheirinho, e contra eles pode ser até com o Sidão

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*