Salto Sétuplo

Um salto à la Adhemar Ferreira da Silva, mas ao invés de triplo, foi sétuplo. Assim que o Tricolor, na noite de ontem, pulou da 12ª posição na tabela para 5º lugar. Ainda não é possível dizer que teremos um salto na constância do bom futebol, na eliminação dos problemas e no momento que o time vive, mas é consenso que só deixaremos esse cenário com vitórias como a de ontem, esquecendo do primeiro tempo, é claro.

   Pra ser sincero, não me lembro de entrar em campo abaixo do G10, vencer e aparecer na zona de Libertadores. Fato a ser comemorado e usado como motivação por todos no clube, hora de buscar regularidade e se manter no pelotão de cima no único campeonato que temos pela frente. Afinal, da mesma maneira que uma vitória é capaz de fazer a equipe subir sete posições, uma derrota pode proporcionar o efeito contrário.

   Hora de aproveitar o momento, de usar as semanas que teremos sem jogos para preparar o time para o próximo adversário. Para que tratemos com eficiência dos lesionados e não percamos mais tempo em 2019. Vamos, São Paulo!

   Algumas pessoas me perguntam qual é o objetivo do Tricolor neste ano, meu lado de torcedor sempre quer acreditar no título, é assim que fomos acostumados. Mas não tenho como ignorar meu lado racional, que sabe e reconhece todos os problemas do atual São Paulo Futebol Clube. Diante disso, meu cenário de ambição nesse momento é uma vaga direta na Libertadores, ou seja, G4.

   Poderíamos ser práticos e dizer que o investimento feito na montagem do time gera obrigação de ganhar títulos. Sim, é uma maneira lúcida de pensar, mas essa gestão é desastrosa e o campo sempre vai receber o reflexo do que acontece fora, é inevitável.

   Para o torcedor São-Paulino, enquanto decorrer esse mandato, resta torcer que o universo conspire e traga bons fluídos atraídos por nossa sagrada camisa. E um segundo tempo como o de ontem sempre deixa um gostinho de quero mais.

***Frede Rezende e apresentador e idealizador do programa esportivo Garotinhos F.C. da Rádio Metropolitana de Mogi das Cruzes(SP), Fred Rezende iniciou na emissora mogiana em fevereiro de 2015, quando criou o projeto em homenagem ao locutor Osmar Santos, “Pai da Matéria” e padrinho do programa. Também faz parte do quadro “Resenha” do Esporte D na TV Diário, afiliada da Rede Globo no Alto Tietê, onde faz aparições falando sobre o São Paulo Futebol Clube, usando sempre uma abordagem divertida e bem humorada.

5 comentários em “Salto Sétuplo

  1. Muita lucidez nesse comentário. A alusão à performe da atual gestão, feita no fecho do comentário, está perfeita. Reproduzindo: “enquanto decorrer esse mandato resta torcer para que o universo conspire e traga bons fluídos atraídos por nossa sagrada camisa.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.