O campeão voltará?

Estamos muito próximos do retorno do Campeonato Brasileiro e, aparentemente, o Tricolor Paulista volta mais forte. Suas perdas não foram notáveis (Petros e Marcos Guilherme), e as chegadas (Bruno Peres, João Rojas), renovam esperanças de melhor qualificação pelo setor direito da equipe. Isso sem contar Carneiro, que chegou há mais tempo, e se recondiciona após tratar lesão do púbis, quem sabe um reserva melhor para a “posição da camisa 9”, hoje ocupada por Diego Souza que, se não é um primor, fez gols de oportunismo e ganhou moral com o torcedor.

Particularmente, após o mau desempenho no Paulista, minha torcida para o resto do ano era escapar da briga pelo descenso. A chegada de Aguirre e os bons resultados no Brasileiro encheram a maioria dos são-paulinos de esperanças por objetivos maiores. Alguns pensam em título, outros mais fanáticos até em dois trofeus. O famoso “o campeão voltou” está prontinho na garganta de muita gente. Sou conservador, cauteloso e, se chegarmos a uma vaga na Libertadores, acredito que teremos um trabalho bem calçado para 2019, para então, com um ou outro reforço, brigarmos de fato por campeonatos.

Espero que, de fato, as dívidas diminuam e nosso “Mais Querido” volte a ter finanças estáveis, que aliadas a uma boa administração do futebol, coloque o clube no rumo das conquistas.

Agora, uma questão muito importante: e se Aguirre não permanecer no comando técnico? Não que sejamos reféns de um profissional, mas para mim está claro que de nada adianta ter muito dinheiro em caixa, estrutura física impressionante, se no banco não se tem um bom treinador e com pleno domínio do elenco. Antes alguém no banco do que o banco de alguém, certo?

 

***Radialista desde 1987, Sombra passou por várias emissoras de São Paulo nas mais diferentes funções. Em sua primeira emissora, Jovem Pan 2 (89 a 90), iniciou como assistente de promoção e produtor do programa Radio Flight, então capitaneado por Julinho Mazzei, ícone do FM. Na sequência, ocupou o cargo de programador e coordenador de promoção das rádios Manchete (90 a 91) e Nova FM (92 a 94), transferindo-se para a então 97FM, nas mesmas funções. Em 1999, idealizou o programa Estádio 97 e no mesmo ano se tornou coordenador artístico da emissora, onde está até os dias atuais.

9 comentários em “O campeão voltará?

  1. Tenho esperanças renovadas para o retorno do Brasileiro, a impressão que passa para quem está de fora é que o time esta unido e focado e que o treinador tem o comando do time, minha preocupação é os goleiros, o Sidão não parece ser muito confiável, mas acredito que o Tricolor fique pelo menos com uma vaga na Libertadores e consiga ir longe na Sul-Americana

  2. Caro Sombra:
    Novamente comentários ponderados e racionais que se alinham com a realidade do nosso querido tricolor paulista.
    Torcemos para que o grupo volte motivado nesse período pós Copa do Mundo e mantenham a pegada no restante da temporada.
    Quanto ao treinador tenho a impressão que Diego Aguirre permanecerá somente até o final de 2018 (assumirá a seleção celeste) e penso que Abel Braga (indicação do Muricy) seria de grande valia para 2019.

  3. Olá Sombra, bom dia!
    Tenho as mesmas expectativas/pretensões de uma classificação para libertadores de 2019, e, torço pra que o nosso São Paulo supere nossas expectativas.
    Acredito que a junção dos que estão fazendo com o futebol do São Paulo (Raí, Ricardo Rocha e Lugano) em conjunto com o técnico Aguirre está surtindo um efeito muito bom no elenco, pois além de uma questão de reposta imediata com bons resultados, o time mudou de postura e seu aspecto (psicológico) anteriormente frágil no campo, já não é mais um problema.

  4. Vou reiterar o que tenho escrito com constância aqui no site: o Aguirre deu personalidade ao time. Seu estilo uruguaio de pensar o futebol me agrada muito. Numa época de pouca inspiração dentro das quatro linhas, o que deve prevalecer como diferencial é a garra, o espírito de luta, a dedicação e o preparo físico. Desde o tricampeonato brasileiro, é a primeira vez que fico entusiasmado diante da viabilidade de contarmos com uma equipe competitiva. Um brinde aos cético e críticos de primeira hora do trabalho do Aguirre & Cia.

  5. Concordo com sua opinião sobre as possibilidades para 2018, uma classificação para Libertadores, diante do que já passamos, estaria de bom tamanho. O que vier ou se vier algo mais, seria bem-vindo, mas não tenho tanta certeza de que isto possa ocorrer. A meu ver, o mais importante para este ano é a reestruturação administrativa, financeira e técnica do futebol, de forma que para o próximo, possamos lutar por títulos.

  6. Acho que saberemos se o São Paulo tem ou não condição de disputar o título a partir do que acontecer nos 4 jogos que temos na volta do Campeonato Brasileiro. São jogos grandes, de dificuldades diversas. Se passarmos bem por essa sequência, se mantendo entre os 3 primeiros e próximo ao líder o São Paulo poderá sim brigar pela taça.

  7. No caso do Petros ainda precisamos de um substituto, já que perdemos um bom marcador e um líder dentro do grupo, que apesar de não ser craque, cumpriu bem sua função e nunca se escondeu em campo.
    Espero que o João Rojas, Gonzalo e Bruno Peres se confirmem como bons reforços.
    Título brasileiro é difícil, mas se is reforços entrarem bem pq não?
    Acredito na palavra do Aguirre que até o final do ano comandará o SPFC

  8. O Aguirre está fazendo um excelente trabalho. Deu personalidade e identidade ao elenco.
    Acredito que a diretoria está fazendo um bom trabalho também, e colocou o Jardine como reposição preparada para uma eventual saída do Aguirre.

    Sobre reforços, eu bato na tecla de que precisamos pensar no futuro e trazer reforços para evoluir no clube, como fizemos em 2005 e na sequência do tricampeonato brasileiro. Com algumas estrelas pra dar poder de decisão ao time.

  9. Olá Sombra,
    Sejamos cautelosos. Para 2018 um título da Sul Americana para dar moral e uma classificação no G4 do Brasileiro seriam bons resultados e uma base para voltarmos de fato à disputa de títulos de maior expressão em 2019.
    Sobre o Aguirre espero que possamos mantê-lo até Dezembro para uma continuidade do trabalho que vem dando certo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*