No escuro

E lá vamos nós para mais um mata-mata sul-americano. Mas, desta feita, me sinto como um personagem do filme Bird Box. Nunca me senti tão no escuro quanto às possibilidades do São Paulo num confronto desse perfil.
Ora, você pode questionar: “Comp assim, no escuro? Quem é o Talleres perto do Tricolor?”
Certamente somos muito maiores, mas os recentes resultados do nosso clube nos últimos anos contra adversários do mesmo perfil , credenciam nossa torcida a se preocupar. Defensa e Justicia , assim como Colon, fazem parte do recente repertório de vergonhas que passamos.
Ainda que em 2017 o São Paulo de Rogério Ceni fosse frágil, ainda que ano passado o time parecesse focado no Brasileirão, torneio o qual liderava, o Tricolor de 2019, com um nível melhor de elenco, ainda não tem um padrão de jogo. Seu técnico, bem intencionado, porém inexperiente, fez testes nos primeiros jogos do ano, mexeu, mudou, revezou e, às vésperas de um confronto decisivo, ainda não tem um time.
O que acontecerá nesta quarta na Argentina? Como o Tricolor se portara? Mostrará a superioridade da instituição São Paulo FC? O Talleres é realmente um time bem arrumado dentro de suas limitações? Sinceramente, não faço ideia, nem minha paixão e fanatismo me permitem colocar o time do Morumbi como favorito. Talvez Leco e seus 25 conselheiros convidados pro jogo estejam mais animados. Na pior das hipóteses, deram uma viajadinha sem gastar com passagem.
****Radialista desde 1987, Sombra passou por várias emissoras de São Paulo nas mais diferentes funções. Em sua primeira emissora, Jovem Pan 2 (89 a 90), iniciou como assistente de promoção e produtor do programa Radio Flight, então capitaneado por Julinho Mazzei, ícone do FM. Na sequência, ocupou o cargo de programador e coordenador de promoção das rádios Manchete (90 a 91) e Nova FM (92 a 94), transferindo-se para a então 97FM, nas mesmas funções. Em 1999, idealizou o programa Estádio 97 e no mesmo ano se tornou coordenador artístico da emissora, onde está até os dias atuais.

3 comentários em “No escuro

  1. A Diferença da política futebol (SPFC) e a política no país, no caso BraZil com Z de zona, é que no caso dos clubes de futebol não temos o que fazer a não ser torcer!

  2. Acho que não adianta ficar falando, alguém tem que tomar uma atitude, esse bando de velho ultrapassado pensa que estão nos anos 70 e vão detonar nosso Tricolor.

  3. Imagine a crise após a derrota..
    Leco e os conselheiros só vão piorar o ambiente e as cobranças após o jogo serão direcionadas ao elenco e ao treinador
    Parabéns Leco por mais uma Merda!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.