“Helinhagem de Cotia”

A última rodada do Brasileirão não foi a que muita gente esperava, alguns torcedores ainda alimentavam uma remota chance de título. O confronto contra o Flamengo trazia um dos últimos duelos com equipes da parte de cima da tabela, mas os desfalques e o momento atual me fizeram aceitar que fizemos o que podia ser feito.

E fizemos mais, mostramos para o mundo outro talento criado e lapidado em Cotia. Helinho, 18 anos, muita habilidade, chute preciso na perna esquerda e uma boa dose de estrela, ingrediente imprescindível para se aliar ao nítido potencial.

No futebol, é muito comum ouvirmos que tem um moleque arrebentando na base, que vem aí uma promessa, que fulano é igual o Messi, que o Manchester City já está de olho no garoto que sequer atuou, etc… Mas tem uma outra verdade que é absoluta, ou o moleque tem estrela ou vira eterna promessa.

Só no São Paulo, podemos buscar alguns nomes que foram muito falados e não vingaram: Harison, Renatinho, Sérgio Mota, Henrique Almeida, Ademilson, Lucão, Lucas Fernandes, Brenner e mais alguns. Mas existem outros que chegam mostrando o cartão de visita logo de cara, e que cartão de visita o Helinho mostrou em seu primeiro lance com a camisa Tricolor! Um golaço e cheio de personalidade, me fez lembrar Lucas Moura, que vestiu sem peso o manto do Mais Querido, coincidência ou não, os dois levavam o número 37 nas costas.

Agora vem a outra preocupação, aquela mesma que levou Luiz Araújo, David Neres, Lyanco…  Até quando conseguiremos curtir o jovem Helinho? Neste momento que escrevo, já tem dirigente arquitetando sua aquisição. No futebol de hoje é impossível um jovem estourar com 18 anos e permanecer por duas temporadas no Brasil.

Então, para não sofrer com o inevitável, o jeito é curtir mais essa revelação de Cotia e projetar 2019, pois algo me diz que vem coisa boa por aí.

 

 

***Apresentador e idealizador do programa esportivo Garotinhos F.C. da Rádio Metropolitana de Mogi das Cruzes(SP), Fred Rezende iniciou na emissora mogiana em fevereiro de 2015, quando criou o projeto em homenagem ao locutor Osmar Santos, “Pai da Matéria” e padrinho do programa. Também faz parte do quadro “Resenha” do Esporte D na TV Diário, afiliada da Rede Globo no Alto Tietê, onde faz aparições falando sobre o São Paulo Futebol Clube, usando sempre uma abordagem divertida e bem humorada.

2 comentários em ““Helinhagem de Cotia”

  1. Acho que cotia é mais uma fonte de renda do que fábrica de novos talentos.
    Inegável que o SPFC ganha dinheiro com os garotos formados em cotia , porém formar jogadores para o time já está mais difícil.

  2. Você tem total razão. Na base são desenvolvidos projetos de craque. Muitas vezes, talvez na maioria dos casos, esses projetos não saem do papel. Lembro que Henrique Almeida chegou a ser considerado o melhor jogador de um Campeonato Mundial Sub-20 e passados 7 anos, amarga atualmente a reserva num time de 2a. ou 3a. linha da Europa: Os Belenenses de Lisboa. A malha dessa peneira é bem estreita e só poucos acabam vingando quando da passagem para a equipe profissional. Por essa razão, fico sempre reticente no que se refere à expectativa desenfreada com relação ao sucesso de jogadores advindos do sub-20. Nesse viés, eu me alinho às decisões do atual treinador, que trata esse assunto com cautela e justifica que não deseja “queimar” uma carreira no nascedouro. O melhore mais recente exemplo dessa pressa injustificável, é o caso do Lucão… de capitão da seleção brasileira sub-20 à execração pública da torcida.
    que

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*