Estrutura? Sei…

E na noite dos namorados o Tricolor mostrou que está cada vez mais casado com a vitória. Com a intensidade costumeira, mesmo com algumas limitações técnicas, o São Paulo de Aguirre mais uma vez chegou à vitória com muita vontade, disciplina tática e Nenê, maestro desse time, fazendo a diferença. Um tranquilo 3×0 , com golaço do camisa 7, mas com futebol de camisa 10.

Porém, gostaria de focar no treinador. Já estávamos no meio do 2o tempo e o Tricolor mantinha um ritmo forte, mesmo vencendo por três a zero. Essa vontade e disciplina tática são obviamente resultado do trabalho do técnico uruguaio.

Anos atrás ouvíamos de JJ que a estrutura era o que ganhava no Tricolor. Ainda há algumas semanas li o mesmo vindo do presidente corintiano em relação a seu clube após a saída de Carille.

Discordo. Estrutura é bom ter, mas o bom profissional ainda é o melhor investimento que um clube pode fazer. Vejam o que Tite faz e o que Dunga não fez tendo os mesmo atletas.

Não sei se o gringo é bom de papo, se a didática é de fácil compreensão, enfim, só quem está lá no CCT para saber, mas o que importa é que Aguirre acertou o time.

O São Paulo será campeão brasileiro? Provavelmente não. Há times tecnicamente muito mais fortes, mas esses terão que igualar a raça do nosso time para, então, a técnica de seus elencos estrelados fazer a diferença.

 

***Radialista desde 1987, Sombra passou por várias emissoras de São Paulo nas mais diferentes funções. Em sua primeira emissora, Jovem Pan 2 (89 a 90), iniciou como assistente de promoção e produtor do programa Radio Flight, então capitaneado por Julinho Mazzei, ícone do FM. Na sequência, ocupou o cargo de programador e coordenador de promoção das rádios Manchete (90 a 91) e Nova FM (92 a 94), transferindo-se para a então 97FM, nas mesmas funções. Em 1999, idealizou o programa Estádio 97 e no mesmo ano se tornou coordenador artístico da emissora, onde está até os dias atuais.

10 comentários em “Estrutura? Sei…

  1. Olá Sombra,
    Elencos estrelados sofrem riscos muito maiores na “janela”. Temos a possibilidade de nos igualarmos a esses “elencos tecnicamente superiores” após a Copa.
    Os quatro jogos logo no retorno do Campeonato dirão pelo que lutaremos.

  2. Sombra falei com meu pai exatamente o que você colou sobre o curica. Em 2009 se não me engano após o Tri BR, JJ disse que não precisava do Muricy pois o SP tinha estrutura e de la pra cá so lamentos. O Curica está indo pro mesmo caminho da Soberba.
    Tricolor está encontrando o caminho bom. Temos que elogiar o trabalho do Rai também pois no começo do Ano quando Dorival não fazia um bom trabalho e não contrataram os jogadores que ele queria Nene e Trelles a mídia esculachou o Rai. Olha agora. Acredito que 2019 teremos muito orgulho do SPFC novamente.
    Vamu SP!
    Um grande abraço

  3. Eu sempre critiquei anpostura muito defensiva do Aguirre, jogar com 3 zagueiros aqui outra com 3 volantes isso tirava todo poder ofensivo do time, que entendo ser formado ppr jogadores de características ofensivas.

    A partir do momento que ele escalou 2 zagueiros e 2 volantes nosso time parou de empatar e passou a jogar bola e conseguir vitórias (tivesse feito isso contra o ATP na copa do Brasil talvez estariamos na competição).

    Enfim antes tarde do que nunca o time está muito bem e o merito é dele!!!!!

    Bom trabalho do treinador, que os ditetores contrate jogadores de nível para auxiliar o trabalho do treinador!

  4. Parabéns pelo texto.
    Finalmente temos um técnico que acaba com alguns mitos de torcida e principalmente imprensa como se técnicos estrangeiros principalmente dos países vizinhos são seres de outro planeta qdo na verdade alguns países são mais fáceis de chegar que muita região da gde São Paulo.
    Na minha humilde opinião, essa relação estrutura X técnico só faz sentido discutir se for na ideia de relacioná-las não como disputa.

    O sucesso do time de Itaquera foi em construir sua estrutura relacionada ao técnico que fazia parte dessa construção, iniciada com Mano Menezes e sempre desenvolvida e nunca reiniciada com os outros técnicos, não na contra-mão como fez JJ e copiada pelos presidentes seguintes que há cada ano tudo é destruído partindo do zero.

    Que o trio Raí, RR e Aguirre estejam integrados.

    Um abraço e parabéns

  5. Sombra, resta agora esperar que o Leco não desmanche o time em mais uma janela de transferências, quanto às peças que sairão, como Cueva e Militão, que haja reposição à altura. Abraços.

    • O time de 2005 era assim… mais garra do que técnica.

      Um defesa que jogava forte, e batia quando precisava.
      Dupla de volantes entrosada e marcando firme.
      Um veterano craque.
      Demais jogadores muito bons, mas nenhum craque.

      Falta um goleiro acima da media.

  6. Ontem estive presente mais uma vez e após muitas manifestações e entrevista do próprio Aguirre dizendo que Sidão é seu goleiro , vi parte da torcida o apoiar e seguir em frente , se for o apoio que fará diferença a nosso guarda redes acredito que ele irá crescer , ontem duas defesas difíceis ao meu ver com grama e bola molhada , não largou a falta e nem o cabeceio dos jogadores do Vitória , então vamos agora torcer pela nossa Seleção e em breve lotar o Morumbi e empurrar como fizemos esses anos para não cair e agora rumo a algo maior.

  7. O trabalho do Aguirre é excelente. O que precisa ser feito agora é manter esse espírito guerreiro que ele colocou no time.

    A meu ver nao são somente palavras. O Aguirre tem atitudes e não perdoa jogador que joga sem vontade… por isso o time hoje tem 11 que jogam no limite da intensidade e varios outros que quando entram mantém essa postura.

    Parabéns aos jogadores!

    E que a diretoria seja capaz de repor as peças que saíram e sairão para terminarmos bem esse campeonato e buscar títulos no ano que vem!!

    O SP é gigante e quando embala engata sequência de títulos e é isso que precisamos!!!

  8. Vou reiterar o meu comentário, posto que percebo, ele vem de encontro às palavras do Sombra. “Eu admiro a postura do Aguirre e também a forma como ele “pensa” o utebol. Gosto desse estilo uruguaio de jogar futebol. Marcação forte e dedicação total. Todos entregam em campo, aquela vontade de vencer que a torcida quer ver.”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*