Discrição de Leco sinaliza ruptura no modo ‘cabresto’ de dirigir o clube

O presidente Carlos Augusto de Barros e Silva esteve presente no programa Seleção Sportv desta quarta-feira. Entre outros assuntos, ele elogiou o trio de futebol do clube, disse contar com a renovação de Aguirre e até justificou sua nova e discreta maneira de trabalhar.

Fazia tempo que Leco não dava as caras para algum programa de TV, impresso ou rádio. Segundo o repórter André Hernan, que o entrevistou para o programa da Globo, eram seis meses sem dar uma entrevista, com participações apenas em coletivas de contratações.

Embora Leo tenha dito que não há contenção sobre sua participação no dia a dia do futebol (de fato ele visita o CT quase que diariamente, ou como ele disse “sempre que pode”), há principalmente o fator da profissionalização de gestão, claro e evidente desde a inclusão do novo estatuto e a criação do Conselho de Administração. A função do presidente continua importante, mas é mais um gerenciamento geral de pastas que uma intromissão direta em algum assunto do futebol, marketing ou outro setor.

É um visível indício de mudança no modo de governar desde o término do mandato de Marcelo Portugal Gouvêa, conhecido pela descentralização das decisões. Juvenal sempre atuou no ‘modo cabresto’ e Aidar perdeu a chance de iniciar esse atual processo com gravíssimos problemas de administração.

Munido de experiência e vivência, Leco ou qualquer outro futuro presidente poderá contribuir com o clube sob esta batuta mais liberal e necessariamente profissional. Eles continuarão sendo os representantes máximos do clube no período do mandato mas obrigatoriamente seguirão a cartilha da divisão de responsabilidades do novo estatuto, do modo que a coletividade tricolor tanto desejava.

 

***O publicitário e jornalista Daniel Perrone passou pelo portal SPNet e do blog do São Paulo no Globoesporte.com até fundar seu próprio espaço: o São Paulo Sempre. É autor do Livro “TRI Mundial” (licenciado pelo SPFC), diplomado no Curso de Gestão do Clubes em 2007 (ESPN), professor de comunicação digital na Instituto Europeo di Design e palestrante da Social Media Week (SP). Frequenta o Morumbi desde os 04 anos de idade e também costuma acompanhar o clube em jogos fora do Morumbi, sua segunda casa.

Um comentário em “Discrição de Leco sinaliza ruptura no modo ‘cabresto’ de dirigir o clube

  1. Espero que o Leco continue sem dar entrevistas até o final do campeonato.
    Essa descentralização de poder é saudável e não deixa um incompetente dominar todos os setores.
    Enquanto esteve nas mãos do Leco, foi uma porcaria de gestão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*