CFA – Cotia Faz e Acontece

Finalmente uma partida para deixar o torcedor otimista, é bem verdade que demorou, pois estamos próximos do mês de abril e já fomos eliminados do principal campeonato da temporada, mas nada como assistir uma atuação sem lamentar 90 minutos do nosso tempo.

Muitos vão dizer que foi contra o Ituano, que amanhã podemos acumular outra eliminação porque o placar foi magro, que tomamos um gol de cabeça de um jogador nanico dentro da pequena área e blá blá blá… Sabemos de tudo isso, aliás, o torcedor são-paulino tem plena consciência do momento e é exatamente por esse motivo que tem que comemorar uma boa atuação, pois isso não era visto em nenhum jogo, muito menos contra um fraco Talleres.

Inclusive, quero pegar o confronto contra os argentinos para fazer uma comparação e ilustrar o motivo da maior satisfação do torcedor. Dia 06/02, estreia do São Paulo na Libertadores, um time apático, vencido facilmente e que iniciou o confronto mandando a campo uma escalação com média de idade de quase 30 anos (mais precisamente 29,7). Dia 24/03, quartas de final do Paulistão, o São Paulo faz sua melhor apresentação, volta a vencer criando várias oportunidades e tudo isso com uma formação inicial com média de 24,7 anos. Seria coincidência?

E é exatamente por isso que o torcedor está otimista, porque ele quer a base em campo, porque ele quer que seja justificado um CT como aquele de Cotia, porque ele entende que se a molecada ganhou tudo na base, também pode ganhar no profissional, porque o São Paulo Futebol Clube tem tradição nessa “bagaça”, porque não precisamos pagar rios de dinheiro pra veterano andar em campo. Entendem?

É claro que entendem! A equipe não precisa ser toda formada por jogadores da base, mas podemos fazer uma mescla interessante e inteligente. No domingo, iniciamos o jogo contra o Ituano com 4 jogadores formados no Laudo Natel, jovens que foram determinantes para o novo comportamento da equipe. Vamos confiar mais, investimos neles para isso, chega de trazer jogador “meia boca” com grandes investimentos, pois temos melhores em nossa base. É só ter boa vontade.

E logicamente, é a mesma boa vontade que o Sr. Leco vai precisar para manter os que se destacarem, sabemos que é difícil competir com outros mercados, mas que seja feito na hora certa, sem interrupção de trabalho, sem desmantelar equipes promissoras no meio da temporada.

Ajuda, São Paulo!! A única coisa que o torcedor quer é voltar a confiar em você!!

 

*** Idealizador e apresentador do programa esportivo Garotinhos F.C. da Rádio Metropolitana de Mogi das Cruzes(SP), Fred Rezende iniciou na emissora mogiana em fevereiro de 2015, quando criou o projeto em homenagem ao locutor Osmar Santos, “Pai da Matéria” e padrinho do programa. Também faz parte do quadro “Resenha” do Esporte D na TV Diário, afiliada da Rede Globo no Alto Tietê, onde faz aparições falando sobre o São Paulo Futebol Clube, usando sempre uma abordagem divertida e bem humorada.

2 comentários em “CFA – Cotia Faz e Acontece

  1. Concordo e é por isso que não quero o Pato, jogador já do passado com salário astronômico e que não traria nada de bom para o elenco a não ser ciumera devido aos seus possíveis vencimentos, lógico que ele é melhor que o Carneiro como a maioria diz e com rasão mais a qual preço? Será que não vale mais a pena usar essa fortuna dos vencimentos dele para trazer um jogador que ainda possa vim nos render numa possível venda ou acham que a Europa ou os Chineses vão querer ele de volta?

  2. É isso Fred, a receita correta é equilibrar a juventude com jogadores mais experientes na formação da equipe.
    Nos clássicos e jogos decisivos uma dose de sangue frio dos mais veteranos pode fazer a diferença. Não podemos porém abrir mão da velocidade e intensidade dos jovens no futebol competitivo de hoje.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.