Aparências

Amigos tricolores, na semana passada, neste mesmo espaço, defendi aqui a renovação de Aguirre para o trabalho da próxima temporada. Ainda que a escalação de Rodrigo Caio na lateral seja questionada. Ainda que Sidão seja mantido no gol. Ainda que o Tricolor não tenha um outro modelo de jogo, ainda que… e poderíamos ter aqui mais um monte de “ainda quês”.

Sabemos que Aguirre não é Telê, não é Muricy, e tem tantas coisas a serem questionadas como tantos outros treinadores. Contudo, acredito que a origem de todos os reveses se dêem pelo pouco qualificado elenco tricolor.

No 2o turno, poucas vezes pudemos contar com o elenco completo, sentindo em varias vezes as ausências de peças importantes, entre elas a mais sentida, Everton.

Somando-se um pouco de “salto alto” e resultados infelizes, o copo transbordou com a derrota para o rival alviverde. Teses conspiratórias passaram a germinar, muitas chegaram até meus ouvidos, mas, responsável que sou, não vou comentá-las sem um pingo de certeza da autenticidade.

Raí e demais diretores devem analisar bem a situação, agirem de imediato para estancarem possíveis problemas. Mas só um não conseguirão: a fragilidade do elenco.

Se por um lado o 1o lugar na tabela parecia um excesso para um time tão limitado em talentos, mas com sobras de vontade, o desempenho do segundo turno não combina com um time que parecia ter um elenco tão unido e feliz, pelo menos, nas aparências…

 

***Radialista desde 1987, Sombra passou por várias emissoras de São Paulo nas mais diferentes funções. Em sua primeira emissora, Jovem Pan 2 (89 a 90), iniciou como assistente de promoção e produtor do programa Radio Flight, então capitaneado por Julinho Mazzei, ícone do FM. Na sequência, ocupou o cargo de programador e coordenador de promoção das rádios Manchete (90 a 91) e Nova FM (92 a 94), transferindo-se para a então 97FM, nas mesmas funções. Em 1999, idealizou o programa Estádio 97 e no mesmo ano se tornou coordenador artístico da emissora, onde está até os dias atuais.

9 comentários em “Aparências

  1. Algo está muito estranho e errado, mas o pequeno elenco do sp é um enorme problema, o ambiente pareceu sempre ótimo….o sp já tinha que se planejar pra 2019, ja tem gente contratando….precisamos de um goleiro top tipo Thiago Volpi,mais 2 zagueiros,um lateral p cada lado, um ótimo 2o volante tipo Hernanes, um meia e 2 pontas…. Ricardo Rocha creio eu não faz nada lá dentro, sp precisa de um Muricy, junto de Raí e Lugano…o tecnico tem que parar de por Sidão e Rodrigo Caio e que nem o Marcão fala chega de improvisar,põe Carneiro no lugar do Everton e pronto

  2. Boa noite tricolores!!
    Eu creio que o treinador errou na improvisação de zagueiros na lateral, do Rojas na esquerda e o Bruno Perez como atacante, seria mais simples se tivesse colocado o Brenner para jogar na esquerda, mesmo se não fosse bem de início com certeza hoje ele estaria melhor adaptado ao time e estilo de jogo.

  3. Minha opinião:
    1. A saída do Militão desequilibrou a defesa, e começamos a sofrer gols. Aguirre está buscando uma solução com o RCaio.
    2. Não temos reservas do meio pra frente.
    3. Éverton é nosso melhor jogador pois faz gols e assistência e também faz Reinaldo e Nene jogarem melhor.
    4. Não temos goleiro. Só isso já desqualifica o time na disputa do título.

    Aguirre tem que ficar. Elenco mediano fez um excelente 1o turno muito por mérito dele. Diretoria precisa resolver os problemas do elenco.

  4. A questão do Rodrigo Caio ser escalado na lateral direita não é o problema. O problema é a escalação dele no TIME. Fraco como é o elenco, temos jogadores melhores que ele em todas as posições, especialmente na zaga. O time estava ótimo com ele longe e, misteriosamente, começam a achar lugar pro caramarada entre os titulares.
    Talvez venha daí qualquer clima estranho que esteja rolando no elenco. Além do caso do Sidão, que já se estranhou com o Jean nas redes sociais e também é outra incógnita nos onze titulares.

    Enfim, se interesses extra-campo estão falando mais alto do que as possibilidades de fazer um grande campeonato, realmente a coisa é séria. E é responsabilidade da diretoria, Raí, Lugano… resolver o problema rapidamente.

    Tendo dito tudo isso, a falta do Éverton não ajuda nada.

  5. Estória de racha no elenco é pura bobagem. O que tem acontencido é falta de qualidade. Tanto dos jogadores quanto da comissão técnica.

    Pra jogar na lateral, o cara tem que ter ótima movimentação e ser rápido. Por isso , de todas as opções que tínhamos, Arboleda e Rodrigo Caio certamente não eram as mais indicadas. Com suas invencionices, Aguirre parece estar trançando a corda de sua própria forca.

  6. E pra ajudar mais ainda o SPFC, o Everton se contundiu novamente e não jogará contra o Internacional.
    Inegável o bom trabalho da diretoria de futebol que resgatou ao menos um pouco do nosso ferido orgulho, mas se não contratar ao menos 5 jogadores pra qualificar o elenco e elevar o patamar do time, nada ganharemos no ano que vem novamente e apenas disputaremos os campeonatos.
    Infelizmente o SPFC que conhecemos não existe mais, aquele clube modelo de administração, modelo de gerenciamento esportivo, modelo em recuperação de atletas se extinguiu, o que sobrou é o estádio do Morumbi e um time falido moralmente, administrado por um presidente incompetente, contaminado por empresários e dirigentes canalhas que só pensam nos próprios bolsos.
    E da base nada se pode esperar a não ser boas vendas, já que qualquer jogadorzinho mais ou menos já se acha o último biscoito do pacote e antes mesmo de atuarem pelo profissional do SPFC já estão querendo uma transferência para o exterior , e os que ficam são os de baixa técnica, os subdesenvolvidos e os que não deram certo .
    Uma coisa é certa, se foram os antigos diretores e presidentes que fizeram do SPFC o gigante que ainda é, os atuais estão jogando a nossa história no lixo .

    • Também assino em baixo, dando relevância à limitação do elenco, inflado com garotos advindos da base, todos eles em fase de indispensável maturação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*