André Jardine

Amigo são-paulino, leitor do Tricolornaewb, o presidente Leco oficializou André Jardine como técnico do São Paulo para 2019. E aí? Qual sua opinião? O debate é aqui.

59 comentários em “André Jardine

  1. Que o Jardine é um excelente profissional para a base, Eu tenho certeza, e na minha opinião a presença dele na comissão técnica permanente serviria justamente pra executar a tão difícil integração entre os jogadores da base com os profissionais que diga-se de passagem é difícil pra todos os times , além que estando ali sempre no banco de reservas absorvendo conhecimentos de outros técnicos e como lidar com cobras criadas.
    O problema é que se não der certo perderemos um ótimo profissional para a base.
    A partir desta efetivação e caso não dê certo, nenhum outro técnico que supostamente vier vai querer ele na comissão técnica teoricamente “de olho” no cargo , só se for técnico em baixa.
    Espero estar errado sobre o que acho desta situação e que o Jardine seja multi-campeão com o SPFC.
    Mas tem que contratar e bem pra brigar por títulos.

  2. Para resolver o problema do São Paulo teria que ser o treinador excepcional, acima até do Tele, teria que colocar essa diretoria e o plantel de mimados nos eixos. Achei que o Raí resolveria o problema, porém não chegou nem perto disso. O sintoma é o mesmo de alguns anos atrás, é pegar uma decisiva contra um time com cara feia, pronto, entrega a rapadura. Falei aqui sobre isso antes da partida contra o Vasco.
    Quando que o Jardine escalou o Tréllez, logo no primeiro jogo, já percebi que é mais do mesmo. Treinador não pode fazer caridade e nem ter medo de biquinho, até ele aprender o importante pode levar tempo, se a gente aguentar até lá, tudo bem.

  3. Não tem bala na agulha pra peitar os medalhões;temo até pagar mico na pré -libertadores; tem tempo de recarga; não. Aguenta o fiasco do Paulista.Apoio Luxa no São Paulo; vai vir motivado e sabe mexer com brio de jogador; fez o Santos campeão paulista nos pontos corridos encima da gente q tínhamos mais time(Muriçoca. Q o diga).

    • Eu sempre quis o Luxemburgo no SPFC, principalmente há uns anos atrás quando éramos muito superiores aos demais em infraestrutura.
      Inegável que conhece muito futebol, porém para o seu trabalho dar certo ele tem que ser muito bem respaldado pela diretoria pq ele é difícil de se lidar tbm e bate de frente com quem ele acha que tem que bater, e claro entregar bons jogadores no elenco tbm, pq ninguém faz milagres.
      Muitos dizem que ele está ultrapassado e desatualizado pq não faz um bom trabalho faz tempo ou seja, não ganha um título faz tempo , mas eu daria uma chance pra ele.
      Te garanto que o Jardine aprenderia muito mais do que ir até a Europa assistir treinos e palestras.
      Acho que foi o técnico que mais se aproximou do Telê no sentido de fazer suas equipes jogarem um futebol ofensivo e bonito de se ver , e apesar de não ter ganhado nenhuma libertadores da América como alguns meia boca já ganharam, foi muito melhor do que o encantador de serpentes.

  4. O Grêmio não foi campeão mundial e sim da Libertadores, mas concordo que o Maicon poderia continuar no tricolor, já o Cícero e o Cortez pouco fizeram na época.

  5. As contratações de Jucilei, Diego Souza, Edmar, Nenê. Everton Felipe, Bruno Perez, Jean, Trellez e muitos outros que até já se foram, mostram que quando a diretoria do SPFC precisa de jogadores para determinadas posições pedem a lista de jogadores disponíveis de alguns empresários (R$$$$$$$R$$$$$$$$) e com eles fazem negociatas.Contratações sem pé nem cabeça para satisfazer a torcida, que na maioria das vezes não sabe como estão jogando. Lucas Pratto, Hernanes e Everton são excessões e o resto todo são jogadores meia-boca. O Cu rintia e o Parmeira já fizeram muito isso no passado, por isso ficaram anos sem serem campeões. Planejamento poucos tem competência para fazer.

  6. Fico com dó do Jardine como fiquei com nosso mito Rogerio Ceni, quando assumiram o sao paulo, os 2 sem experiencias para treinar esses medalhoes que jogam quando quer, e quando sao substituidos ficam de cara feia e nao querem nem cumprimentar.
    Infelizmente pelo jogo de ontem vimos que Jardine nao durara como treinador do sao paulo a nao ser que quando nao der certo ele volte dirigir os garotos ou faça como rogerio vá dirigir um time da serie B, ganhar experiencia para mais tarde quem sabe vir dirigir o sao paulo.
    Jardine vai penar na mao desses 2 medalhoes principais , Nene e Diego Souza.
    Estao falando do Cuca vir para o ano que vem depois que estiver curado, eu acho dificil pq é um treinador caro e tem que satisfaze-lo com jogadores que ele vai querer trabalhar e contratar, e essa diretoria do Leco leco nao ceder a isso, Abel Braga entao nem pensar outro treinador caro.
    VAmos que vamos com Jardine ate quando der, e torcer para que pelo menos o vexame nao seja tao grande

  7. Uma pergunta no ar para apimentar tudo o que está escrito nos comentários: RIVER PLATE X BOCA JUNIORS fazendo a final da Libertadores com 2 jovens técnicos que nos seus clubes iniciaram seus trabalhos. Palhaçadas administrativas à parte, tanto o Schelotto quanto o Gallardo mostram competência ao chegarem na final. E ai….?????

    • Os dois foram jogadores e idolos dos times tem muito mais moral que o jardine, para o jardine dar certo tem que se livrar do nene e ds , sao jogadores que nao aceitam banco!!!

  8. Já comentei demais o assunto mas parece que ele não se esgota.
    No meu último comentário no dia de ontem, antes do jogo, em resposta a um ótimo post do Waldir Albieri, manifestei meu medo sobre o comportamento do Jardine, na possibilidade dele se achar menor que o cargo que estava assumindo. Comentei sobre o que senti em relação ao comportamento do Nenê e do Diego Souza, que me pareceram querer direcionar os movimentos do treinador.
    Pois bem. Infelizmente o jogo de ontem corroborou para aumentar, em muito, meu temor: o de que o Jardine pode vir a ter problema por não se considerar do tamanho do cargo.
    O que ele fez ontem, mantendo em campo Nenê e Diego Souza e sacando Helinho e Araruna, por onde o time estava conseguindo chegar e finalizar, foi decepcionante: mostrou insegurança de tirar os dois veteranos apesar da ruindade deles no jogo. Depois, já no desespero quando sacou o Nenê, foi subserviente a tentativa de abraçar o jogador que repelia seu contato.
    Agindo assim, sou obrigado a concordar com muitos que acham que ele, Jardine, não passa do campeonato paulista.
    Não venham dizer que já estou “cornetando” seu trabalho que, sequer, começou. O que quero é alertar a diretoria de futebol e o próprio Jardine sobre um inicio muito ruim, e que é preciso fazer alguma coisa.
    Por que início ruim?
    Porque ele esteve todo tempo ali e viu que o time que estava jogando e da maneira que jogava não estava dando certo.
    Se dispensaram o treinador que jogava com aquele time e o contrataram, era para que ele fizesse diferente. E neste início ruim, ele quis ter resultados diferentes fazendo as mesmas coisas de seu antecessor.
    Agora está na hora do Rai e Cia sentarem com o Jardine e mostrar isto a ele: que ele tem tamanho para ser nosso treinador mas que precisa acreditar nisto e agir de acordo com suas convicções.
    Cadê aquele time organizado, com um primeiro volante que sabe sair jogando e que, atacado, torna-se um terceiro zagueiro; um meio campo com dois meias armadores que jogam próximos da área; enfim, cadê aquele “time do Jardine” que nos encantava e espero ver jogando no próximo ano???

    • Concordo com seu cometário, principalmente pelo fato de ser um dos que acredita no trabalho do Jardine. Quando da escolha do RC ano passado, entendi que Jardine seria melhor nome, por sua competência e forma de conduzir o time, sendo que este ano seria usado para adquirir experiência no profissional e ano que vem, com seu sistema já implantado, as coisas começariam acontecer. Infelizmente não aconteceu e a experiencia não veio, tanto que no jogo contra o Vasco ele mencionou a pressão da torcida e do campo, aí fiquei imaginando como será na Libertadores. Assim, como mencionado por você, torço para que a diretoria consiga posiciona-lo e respalda-lo quanto aos pseudo lideres de vestiário.
      Abraço.

  9. Eu nao tenho nada contra o Jardine, até o admiro pelas conquistas na base e por lançar alguns jogadores no profissional, mas sao mundos bem diferentes e bastara irmos mal em 3 classicos pelo paulista e ele vai fritar como todos os outros, vai balança no cargo e ficar com 0% de apoio… O Jardine é um cara fantastico mas essa é mais uma decisao impulsiva e amadora dessa diretoria que tenta a todo jogar o SPFC na vala comum, despostas decrepitos e soberbos, que mandar em tudo!! Raí, eu me envergonho da sua falta de palavra com Dorival e agora com o Aguirre, voce perdeu o rumo , nao tem mais autonomia nas suas decisoes, esta nitido que nao manda em mais nada ! Ao meu ver de longe é pior momento para efetiva lo, estamos numa pessima jornada de jejum de titulos, torcida impaciente e desmandos politicos, o Jardine é um cara fantastico, mas ele sera um funcionario submisso as vontades monarquicas desssa Diretoria para fazerem o q quiserem ou terá culhoes como o Cuca que criticou a Diretoria ridicula do Santos no episodio da escalacao do jogador suspenso?? Essa é a minha maior duvida??

  10. Tecnico tampão até o Cuca se recuperar.

    A história do SPFC mostra que o clube sempre foi campeão com grandes técnicos e grandes goleiros. Não entendo o porque o clube perdeu o protagonismo de trazer grandes treinadores. Nos últimos anos só tivemos Muricy e Osório como técnicos de ponta. Com um treinador melhorzinho que os outros que era o Bauza quase voltamos a ser campeões.

    O São Paulo precisa visitar mais a própria história. Precisa voltar a ser um clube de vanguarda. Tornar o clube empresa, fazer a roda finaceira girar e voltar a ter grandes conquistas. Ser pioneiro nisto, como foi em tantas outras coisas no passado. Falta coragem! Tem muito bunda mole no SPFC de hoje em dia.

    Se MPG estivesse vivo o SPFC seria imbatível, moderno, profissional…..como foi na gestão dele.

    Levantem grandes são paulinos, mostrem suas caras!

  11. Uma coisa é dirigir um time da base. Garotos à procura de um lugar ao sol… sem currículo profissional e dotados somente da ambição natural dos jovens. Outra coisa é dirigir um bando de cobras criadas, com vícios adquiridos durante o exercício da profissão ao longo dos tempos. Uma verdadeira máfia veterana que se impõe na estrutura e contamina o ambiente. Jogadores que tem no currículo a “limagem” de vários técnicos. É só ouvir o relato do Neto, do Marcelinho Carioca e de outros ex-jogadores para vislumbrar como funciona o vestiário de um time de futebol. É nesse contexto que no meu entender, o nosso estagiário ainda precisará comer muito fubá para sobreviver no covil dos lobos. Sua assunção ao cargo, não passa de uma cortina de fumaça preparada pelo Presidente para, ao primeiro sinal do problema, que certamente ocorrerá, dispensar o técnico na tentativa de ficar impune ao julgamento da torcida. Ele já fez isso com o Rogério e, com certeza, fará com Jardine.

    • Waldir Albieri, entendo sua opinião e, de certa forma, também temo pelo comportamento do Jardine.
      Que comportamento? O de se achar menor que o cargo e deixar que os veteranos lhe conduzam sem que ele tenha “culhões” para barrá-los.
      Pode ser impressão minha, mas no jogo contra o Cruzeiro, no Morumbi, percebi uma forma diferente de agir do Nenê e do Diego Souza, meio que querendo direcionar as ações do treinador. Tomara que seja só impressão minha!
      Se eu fosse treinador, certamente, acompanharia as redes sociais para saber sobre o que pensam e esperam de mim os torcedores.
      Assim sendo, e na certeza de que o Jardine vive nos lendo, melhor do que duvidar de sua capacidade seria melhor comentarmos o que esperamos que ele faça à frente da equipe.
      Eu, particularmente, “chutaria o balde”. Dispensaria todos que não corresponderam dentro de campo, independentemente da idade; montaria uma lista de contratações condizente com a capacidade de investimento do clube e jamais admitiria palpite de terceiros ou corpo mole de jogador, seja ele quem for.
      Cobra grande se bate na cabeça. O craque do time está com mimimi: coloque-o pra treinar em separado; o capitão da equipe não está intenso em campo: banco nele; jogador parece estar desinteressado ou necessitado de motivação para jogar
      – conversa, para entender se jogar num clube como o S.Paulo e ganhar o salário que lhe pagam não bastam como motivação e, confirmando: rua com ele.
      Agindo assim e tratando a todos com igualdade, loguinho o treinador vai ter o vestiário nas mãos e tranquilidade para fazer o time jogar a seu modo.
      O modo ou o esquema tático do treinador, enquanto na base, sempre deu certo: não tem porque também não dar agora.
      Abraços!!!

  12. E essa diretoria porcaria tinha que espelhar nas pepas, que montou um time campeao e soube controlar, controlou o vestiario e campo com um treinador cascudo que nao acho tao bom treinador mas um bom controlador de campo e vestiario e so ver o que ele fez nesses quisitos e com um time repleto de otimos jogadores conquistou o 10o titulo brasileiro, logico sem dinheiro nao se faz isso, mas era para termos um bom dinheiro pela quantidade de vendas de jogadores que fizemos e foi mal administrado e reporam mal(exemplo goleiro jean 10 milhoes para que), sabemos que sera dificil pq a diretoria nao presta, e os grupo dos 3 notaveis sao outros pau mandado, entao é torcer e rezar muito para o Jardine dar certo, nos ja estamos cansados e ver nosso sao paulo transformado em time pequeno, que nao luta por nenhum titulo.

  13. Bom depois de ler todos os comentarios, alguns bem verdadeiros e realistas outros nem tanto, mas o que vai definir um sao paulo campeao em 2019 sera o Jardine conseguir dominar o time que ele escalar (direito e nao por imposicao de terceiros)e conseguir mostrar um Espirito de time vencedor que busca o titulo a todo jogo e consiga controlar no vestiario e em campo os mais experientes e os novatos, se conseguir isso teremos sucesso caso contrario sera mais um que vai brigar para nao cair, mais um para ficar no meio da tabela, mais um dos mesmos que passaram por aqui.

  14. Jardine é uma aposta, e barata para essa porcaria de diretoria, se trouxesse outro com certeza iria pedir um monte de jogador, e essa porcaria de diretoria esta mais para vender do que comprar, mas vamos apoiar o Jardine e torcer muito para os medalhoes desse nao o queime.
    Eu particularmente nao efetivaria ainda, pode ter muita experiencia em treinar garotos, mas treinar medalhoes e encaixar os melhores garotos vai ser uma tarefa ardua, sabendo-se que o sao paulo nao ganha nada importante a muitos anos, viramos a 4a força e viramos time de chacotas, coisa de time pequeno que essa diretoria transformou.
    Precisavamos de um treinador experiente e cascudo que sabe trabalhar o vestiario e nao deixar o jogador ficar falando em entrevista o que vem na telha, e o Jardine nao é desses.
    Mas é o que temos e vamos apoiar e torcer para que mais um nao vá para lixo.
    E a diretoria precisa urgente contratar bons jogadores para que venham jogar ser titular e nao reserva, de reserva o time esta cheio.

  15. Independentemente de quem seja o técnico, temos que parar de criticar tanto os jogadores, de queimá-los, de rifá-los como fazemos todos os anos. Temos que valorizar os jogadores que deram o sangue em vários jogos pelo São Paulo, que ganharam do Flamengo no Maracanã, do Cruzeiro no Mineirão, do Atlético no Paraná. Temos que somar jogadores, não subtrair. Chega dessa queimação de que o Jucilei é lento, o Reinaldo é o tiririca, o Bruno Peres é ruim. São todos bons jogadores que tem que ficar. O time tem que ser ser reforçado com mais jogadores, não perder os que estão aí. Já queimamos o Maicon, o Cícero e o Cortez, e eles foram campeões mundiais com o Grêmio. Se tivéssemos mantidos eles aqui, não teríamos um time melhor? Vocês vêem times de ponta rifando jogadores bons todo final de ano como faz o SP? Portanto, chega de falar mal de jogadores do SP e pedir sua demissão. Vamos focar em trazer novos jogadores, não em rifar os que temos.

  16. Eles precisavam de um “Pau Mandado” no comando do time!!!!!

    Um treinador que não vai “encher o saco” pedindo reforços, que utilize a base e com a prerrogativa de não ter experiência, ou seja, com prazo de validade!!!!

    Já disse em outras oportunidades e vou repetir, o Jardine acho que será um excelente técnico futuramente, mas começar com um time GIGANTE que não ganha títulos á dez anos?! com 2 derrotas já vão pedir a cabeça dele!!!!

    O que essa diretoria está fazendo com o SPFC é um crime!!!!!!

    A experiência com Rogério Ceni não foi suficiente??? Vão disputar o Paulista com um novato que não terá reforços, no Brasileiro vamos lutar pra não cair igual ao ano passado!!!!!

    Jogo passado o time perdeu e muitos aqui já questionaram seu trabalho!!!!

    O Jardine tinha que assumir depois que o time ganhasse um titulo aí eu seria totalmente à Favor!!!!

    Mas vamos torcer mesmo sabendo o resultado!!!!

  17. Boa noite tricolores!!
    Provavelmente esse era o planejamento desde o início, o Aguirre ficar até o final do ano e o Jardine assume no próximo, meu maior temor é que seja prenúncio de poucas contratações para 2019 motivo pelo qual não haverá busca de um novo treinador

  18. Por todo o contexto do mercado achei acertada a efetivação de Jardine, as dificuldades serão enormes, mas não impossíveis de serem vencidas. Lembro que mesmo com um times milionários vimos técnicos sucumbirem (Roger, Barbieri…), e outros com elenco modesto mas aplicado conseguirem êxito (Carille).

    Sucesso ao André Jardine.

  19. Em algum lugar, tem-se que começar: por que não num clube que queremos grande mas que, há anos, insiste em não parecer?
    Quando e onde o Renato Fossalupe começou; e onde ele fez um grande trabalho?
    Será que fará outro tão bem como este último no Grêmio?
    E o Carile: alguém acredita que ele vá reviver seu trabalho do primeiro ano no curintia?
    Sei não…
    Futebol é jogo, – como estou sempre afirmando aqui neste espaço – e, como tal, tem um número enorme de condicionantes e “ses”: “se tivesse sido assim…”; “se tivesse sido assado…”
    Um técnico, iniciante ou medíocre, pode vir a fazer uma grande temporada num determinado clube; até mesmo várias, naquele clube, e não repetir a mesma performance em outro (vide o Dorival Jr e o Santos).
    Idem, tudo isso, jogadores. Os jogadores dá até raiva vê-los contratados (principalmente pelo S.Paulo) após excelentes temporadas e aqui chegarem para decepcionar-nos definitivamente.
    Muitos falam da vinda do Carile como se fosse a melhor coisa a se fazer para treinar o S.Paulo. Muitos acharam que a volta do Jucilei, que “matou a pau” jogando pelo curintia, seria o melhor dos remédios para nosso meio campo; e o resultado estamos vendo aí.
    Assim, gostaria apenas que, junto à informação da efetivação do Jardine, nossa diretoria nos fizesse conhecer o que esperam dele e pra quando.
    Vai ser cobrado pela copa nos EUA? Pelo título paulista? Pelo título brasileiro de 2019?
    Vai ter um bom tempo para montagem de seu time? Vai poder dispensar essa velharada encostada em nosso elenco? Enfim, qual é o valor real que estão apostando no conhecimento do Jardine sobre futebol e o conhecimento dos diretores sobre esse conhecimento e a capacidade de implementá-lo já no S.Paulo?
    Por que este meu desejo?
    Pra que eu possa saber o que esperar e pra quando. Pra que eu possa entender que num parto se sente dores mas que o resultado, na grande maioria das vezes, felizmente, vale a pena…
    Vamos ser o melhor time do Brasil? Não sei! Alguém aí pode afirmar que o seremos com o Abel ou o Cuca; com o Mano ou com o Carile? Eu também não!
    O que sei é que acompanhei os anos de trabalho do Jardine na base e isto me faz confiar que, se lhe dermos tempo, autoridade e tranquilidade para trabalhar, ele pode repetir seu sucesso, agora, no time profissional.
    O resto é jogo; e, como tal … só esperando pra ver as carta e o desempenho dos jogadores!!!

    • Concordo com isso. Eu sempre me pergunto, por que não?
      O pessoal fala dos medalhões, mas me desculpe, não vejo nada… Muricy já voltou pro São Paulo e o que aconteceu? Quase morreu, olha o Cuca no Santos. É só ver o São Paulo desde 2009, medalhões passaram e conseguimos um troféu de Sulamericana com Ney Franco, num jogo que nem terminou…
      O futebol brasileiro gosta muito do imediatismo, contrata o técnico agora pra ganhar o paulista já. Talvez se pensassemos a longo prazo lá atrás, de uns 3 anos pra cá poderíamos estar lotando a sala de troféus… Mas é o que você fala, e se…e se…e se…
      Eu acho que temos que apostar sim e torcer que dê certo e não contratar um medalhão já foi uma mudança. Mas que nao façam o que fizeram com Rogerio Ceni que prometeram tudo e simplesmente venderam todos os jogadores em plena temporada.

    • Na base o técnico pode fazer testes, tem tempo para treinar, poucos jogos, a torcida não cai de pau quando perde um título, são garotos no sentido literal da palavra muito mais fáceis de serem domados e comandados comparados a assumir um elenco de jogadores já rodados e que em grande parte são quem levam o time às conquistas , salvo garotos craques acima da média reconhecidos mundialmente.

      O Muricy campeão Internacional com o expressinho em 1994 e que fez história naquele time goleando o Peñarol por 6×1 na final, eliminando a escória inclusive, não segurou o rojão quando assumiu o SPFC que não tinha na torcida a necessidade de um mísero título como temos hoje ,saindo do SPFC ora ir treinar times menores aonde ganhou experiência in loco com conquistas , montagens e gerenciamento de elencos que o capacitou pra voltar ao SPFC e ser tricampeão brasileiro, não sem antes assumir um time que vinha da conquista do Paulista, Libertadores e mundial.

      O Jardine pode dar certo?? Claro que pode, mas os exemplos são diminutos e as chances menores ainda , a não ser que seja montado um elenco muito bom com jogadores que ainda não temos no elenco e muito menos na base para o Jardine fazer o que nenhum outro auxiliar técnico alçado ao cargo de técnico conseguiu fazer.

      Espero ao menos que a diretoria contrate um coordenador técnico (ex técnico) que deveria ter sido feito com o Rogério, para dar suporte ao novato treinador.

      • Será que eles lêem este blog ou outras fontes para análises? Hehe
        Ou quem manda no São Paulo são os conselheiros que só pensam nos investidores e o resto que se lasque? rsrs
        Às vezes acho que nos matamos por nada…e não sabemos nada do que realmente acontece…
        Uma coisa eu sinto, saudades de chorar gritando “é campeão”, por enquanto só me resta o passado. Mas o mundo é cíclico e a nossa hora há de chegar novamente.
        I

  20. Depois do objetivo traçado para 2018 ter sido alcançado está na hora da Diretoria passar para a próxima fase.

    Jardine tem alma de vencedor e pode sim ser o próximo Carille.

    A base multicampeã do SP precisa ser utilizada e será. Reforços devem ser trazidos com a certeza de retorno (Hernanes e Wanderlei). Junto com algumas apostas para as posições onde nossa base não irá suprir (Lateral Direita).

    Se a Diretoria manter o excelente trabalho feito até agora seremos campeões em 2019 ou 2020. O único risco que existe se chama Leco…

  21. O Muricy que era auxiliar do saudoso Mestre Telê, quando assumiu o SPFC e com apoio total do torcedor, não durou 6 meses.
    Teve depois, acho que em 2010 a efetivação do Sérgio Baresi que treinava a base, não durou 4 meses.
    Mas quem sabe um milagre acontecerá.
    Aliás o SPFC está parecendo o Botafogo/RJ , Vasco, times que já foram grandes mas por estarem quebrados após administrações desastrosas tal qual o SPFC de hoje , apelam para iniciantes por falta de dinheiro e capacidade de se reinventarem.
    Jair Ventura era promissor no Botafogo.
    Zé Ricardo e Barbieri no Flamengo.
    Loss(t) na escória.
    E quais desses são vencedores???
    O próprio Roger kd ??
    Nunca imaginei ver o SPFC tão apequenado administrativamente, mas ver o SPFC com o futebol destruído, departamento médico e fisiológico ultrapassados parece um pesadelo do qual não acordo.
    Meus amigos adversários nem me zoam mais, ao contrário ficam comigo conjecturando como melhorar o clube, e dando como exemplo seus próprios clubes.

  22. Longe de ser vidente e querer prever o futuro.
    Mas a efetivação do Jardine jamais poderá dar certo, pq quem anunciou tamanha falta de criatividade foi o próprio Leco , a uruca do SPFC , e assim sendo acredito que o Jardine como técnico profissional já é natimorto ,maturado e com prazo de validade definido.
    E mostrando que não tem capacidade para tirar o Mano Menezes do Cruzeiro, o Renato do grêmio e quaisquer outros técnicos de qualquer clube do Brasil, mostra que o SPFC tem o tamanho certo para o Jardine que ainda nem é um técnico que treinou um time profissional.
    Gostaria de saber se o Grêmio sente falta do Jardine.

  23. Nossa, quanto chororô!!

    O Guardiola não virá? O Mourinho também não? PAAAARAAA!! A turma tá chorando por causa do Abel Braga? Com o Cuca doente, Mano (bem) empregado, só sobra ele de medalhão. Ou será saudades do Bauza?

    Em 2019, NÃO TEREMOS GRANA suficiente para montar uma grande equipe. Se o Abelão, de quem eu gosto, ou qualquer outro medalhão não tiver bom material humano em mãos, não fará milagres. O fluminense tá aonde mesmo na tabela?

    Só a partir de 2020 que as contas estarão melhores. Aí, poderemos, realmente, voltar a ser o São Paulo de sempre. Contratando jogadores à altura das tradições campeãs do Tricolor e, quem sabe, trazer um treinador tarimbado e vencedor. Até lá, Jardine pode ser o responsável nesse período de recuperação financeira. É uma merda? É. Mas é a nossa realidade.

    Mais do que técnico, o São Paulo precisa que sua DIRETORIA trabalhe muito bem com os recursos que tem.

  24. Esse time virou uma vergonha com qualquer tecnico, tem que trocar tudo, os valores sao repugnantes, isto e ser repugnante, administrador de ong, tudo precisa ser trocado para ver se alavancamos uma nova vida, os valores que sempre tivemos, puxa saco dos ladroes e assassinos que os representam. Voce, a diretoria e conselheiros ve se buscam a nossa identidade vitoriosa e decente de volta. Com um time decente nao precisamos dos felipoes & ze ruelas da vida. Temos que ter jogadores e nao promessas sem vontade e veteranos em fim de carreira.

  25. Acho que a não contratação de um técnico bom é a falta desse no mercado.
    Mano não sairá do Cruzeiro ;
    Renato é Gremio ou Flamerda ;
    Osório já está empregado em uma seleção ;
    Carille se vier, será para os galinhas ;
    Cuca está fora do mercado por problemas de saúde ;
    Roger ………não tá com essa bola toda ;
    E Abel ………EU não acho um bom técnico ATUALMENTE , já foi !
    Portanto, na falta, foram de Jardine ………

  26. A realidade hoje é que não temos dinheiro para grandes nomes, vendemos grandes jogadores para pagar as cagadas do Aidar, nossa realidade no Momento é está, não me sinto confiante com Jardine,mesmo respeitando sua grande trajetória nas categorias de Base, mas é o que podemos pagar, vamos torcer para que faça um bom trabalho.

  27. Ja começamos 2019 lutando para nao cair para serie B, mostrando que sem dúvida somos o vasco de Sao Paulo, com um técnico inesperiente tendemos a lutar para nao cair já no campeonato paulista. 2019 seria um bom ano para contrar um bom técnico como o Abel ou o Cuca, ambos conseguiriam fazer um bom trabalho e planejar nossa equipe.
    #foradireitoria
    #JardineAindaNao

    • Quero ver jogar futebol ofensivo com o Shaylon armando, Brenner e Helinho nas pontas e Pedro Bortoluzo de matador. Dureza, hein! Esse laboratório pra base vai custar caro, o São Paulo é gigante demais para essa diretoria ficar brincando de fazer testes.

        • Sei…. deixei de acreditar em papai noel faz séculos. O dia que Shaylon e essa geração fraca jogar bola, vai nevar no nordeste.

          Se jogar igual a base joga, vai perder de 3 x 0 todo jogo, essa molecada fraca não fará nada na frente e vai abrir o time. Futebol de menino é muito diferente de profissional.

          • Ue, o sp já toma 3×0 toda vez que vai ao Ananias. É humilhado toda vez que vai a Itaquera, tem como ficar pior? Acho que não, vale a pena tentar e eu apoio !

  28. Olha, até que foi uma boa notícia rapaz, eu tinha quase certeza que iriam contratar um medalhão. Acho eu, que até tentaram pelo que li nas notícias, mas os salários exorbitantes fez repensar…
    Muito bom, tomara que o Raí tenha lido e ouvido as críticas e feito uma auto análise para parar com essa cultura horrível brasileira de trocar técnico como troca de roupa. Faça melhor, pense diferente, será que só estrelas, jogadores caros resolvem o problema? Essa cultura está correta? Era a mesma utilizada quando éramos o maior exemplo de administração no país?
    Vamos lá, torço pra dar certo e que o Jardine não seja mais uma marionete na mão do nosso clube, como foi Rogério Ceni e tantos outros. Lembremos que Telê não começou ganhando tudo não, mas sabemos qual foi o resultado. Muricy que o diga também…
    Sempre São Paulo, até depois da morte!

    • Adriana, o Mestre onde colocou sua filosofia em pratica, ganhando ou nao dava gosto de ver o futebol fluindo com leveza e determinacao. Tele, alem de inquestionavel e incomparavel. Nao da motivo para comparacoes e sim para nos reverenciarmos, sempre com saudades.

    • Adriana, técnico medalhão é pra time grande, aliás o último medalhão do SPFC foi o Muricy na terceira passagem.
      Tirando o carille qual técnico iniciante deu certo em clube grande?
      Telê quando chegou ao SPFC era um medalhão que tinha sido técnico em duas copas do Mundo , esse era medalhaço ou medalhOURO.
      Torcer e apoiar eu vou, porém não dá pra acreditar que cometendo os mesmos erros vamos conseguir resultados diferentes.

      • Mas os medalhões ao mesmo tempo estão deixando a desejar. Problemas de saúde então nem se fala. Por que não inovar, o Carille deu certo e o Jardine é multi campeão da base, por que nao? O Cuca, o Abel, o Vanderlei não me parecem mais os mesmos, se é que foram… Felipão? Bicho, me desculpe, foi campeão e tudo o mais, mas eu não queria um cara desse treinando o São Paulo, o cara conhecido mundialmente por levar 7×1 em casa na semifinal de uma copa??? Nós, o Brasil!!! Eu daria uma chance sim…muda um pouco a mentalidade… Aliás, os medalhões daqui a pouco vão embora e os novos podem ser o futuro. Olhe nosso Rogério Ceni!

        • Se teve um técnico que eu acho que foi quem mais se aproximou de Telê Santana com um futebol agressivo e bonito de se ver foi o Luxemburgo.
          Sem dúvidas que faz tempo que não faz um bom trabalho e aparentemente está sem mercado, porém vendo entrevistas de ex jogadores que trabalharam com ele dizem que ele entende e muito de futebol.
          Quando o SPFC trouxe o Telê Santana que não ganhava nada há muito tempo e carregava a injusta pecha de pé frio, certamente naquele momento ele era um medalhão que certamente seria considerado ultrapassado e em decadência após ter perdido duas copas do Mundo com seleções muito boas recheadas de craques e que apresentavam um grande futebol.

          A diferença do carille para o Jardine é que o primeiro trabalhou anos com Mano e Tite como auxiluar técnico, enquanto o Jardine foi auxiliar técnico apenas do Aguirre neate tempo de SPFC.
          Torcer eu vou sempre mas acreditar no SPFC está cada vez mais difícil.
          Só ver os últimos campeões brasileiros e os brasileiros que ganharam uma libertadores e ver quanto novatos e quantos medalhões conquistaram o título.
          O que sei é que o SPFC contrata apostas e iniciantes faz tempo e os resultados são os mesmos: Zero título .

  29. 2019 nem chegou e já acabou para o São Paulo.

    A torcida é passiva demais, Esse Leco vem cagando e se borrando no comando do clube, e não há cobrança.

    O time da marginal joga pela torcida, e quando não rende, a cobrança da torcida é pesada. No São Paulo, diretoria e jogadores estão cagando para o torcedor, mas é aquele ditado, cada um tem o que merece.

    Jardine não passa da eliminação do Paulistinha.

  30. Jardine confirmado! E com isso vamos perder quatro meses de trabalho em 2019.
    Se nem Rogério Ceni foi poupado da pressão da “torcida” pelos anos sem título, o que esperar de mais um iniciante como treinador de equipe profissional?
    A única forma de Jardine permanecer após Abril será classificar o time para a fase de grupos da Libertadores E ser campeão paulista.
    Honestamente, se não trouxermos pelo menos sete reforços essa é uma “missão impossível”.

  31. Chega com data de validade, cai no fim do paulistinha ou na queda da libertadores. É uma pena, vamos perder um grande profissional na base e um cara importante para fazer o elo entre profissional e base, vai ser demitido e não vai voltar mais pro tricolor, não vai dar em nada e vamos perder o profissional.

    O problema maior não é o Jardine, é o que ele representa, é uma mensagem que a diretoria está mandando: “2019 é o ano da base”, me parece que não virão grandes reforços e vão com tudo pra cima da base, e alguém acredita que a nossa solução é Shaylon, brenner, caíque e cia? Se fosse manter o Jardine e dizer, vamos investir pesado, vamos te dar 1 centroavante, 2 pontas e um meia que joguem bola e chegarão para serem titulares, aí ok, mas para usar a base, é um fracasso anunciado.

    O Jardine é o Rogério Ceni sem respaldo de ídolo que o Rogério tinha, vai cair muito antes que o Ceni.

    Sobre o Jardine, o estilo de jogo dele precisa de jogadores que desequilibram, vc querer propor o jogo tendo estes cabeças de bagres no elenco, não vai fazer gol, vai se abrir e vai levar um monte de gols. Não a toa o Aguirre viu isso e jogava fechadinho, pq esse time não tem capacidade de jogar propositivamente, tem que se fechar e tentar jogar no contra-ataque, o estilo de jogo do Jardine, com esse monte de pé de rato que temos não vai funcionar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*