SP cobra marketing por receitas maiores com Dani Alves e Libertadores

O São Paulo trabalha para aumentar a sua receita em 2020 e não depender somente da venda de jogadores. Segundo apurou o UOL Esporte, o departamento de marketing é uma das apostas do clube para não fechar o próximo ano no vermelho. A ideia é que o Tricolor paulista alavanque a sua imagem com Daniel Alves e a participação na Copa Libertadores para conseguir receber cerca de R$ 80 milhões – em 2019, o time do Morumbi deve fechar as contas com cerca de R$ 46 milhões provenientes do setor.

O departamento de marketing é bastante questionado por parte do Conselho Deliberativo. Neste ano, as quedas precoces na Libertadores e na Copa do Brasil prejudicaram a venda de patrocínios. De acordo com relatório da diretoria, uma “variação negativa de R$ 5,8 milhões é representada pela perspectiva de negociação de uma cota de patrocínio na camisa oficial de jogo, fato que não ocorreu até o mês de agosto de 2019”.

No mesmo documento que a reportagem teve acesso, o clube deixava claro que uma das esperanças era utilizar a figura de Daniel Alves. Vale destacar que a responsabilidade de encontrar parceiros para ajudar a pagar os custos do jogador, com a venda da imagem do lateral direito da seleção brasileira, passou para o departamento de futebol.

O time já acertou para que o camisa 10 seja uma espécie de embaixador da DAZN por R$ 5 milhões pelos próximos três anos de contrato. Para o São Paulo fechar tal parceria, o executivo de futebol, Raí, e o gerente, Alexandre Pássaro, contaram com a ajuda de um colegiado de profissionais de marketing, que também deu suporte na hora de apresentar o projeto para convencer Daniel Alves a atuar no clube do Morumbi.

Com o Tricolor paulista já garantido na fase de grupos da Copa Libertadores e o bom relacionamento com o Banco Inter, a expectativa é de que a cota de patrocínio máster da camisa, que vence em abril de 2020, seja renovada com um aumento substancial. Entre todos os patrocínios de uniforme, o time arrecadou aproximadamente R$ 21 milhões em 2019, já na próxima temporada a diretoria pretende alcançar até R$ 41 milhões.

 

Fonte: Uol

4 comentários em “SP cobra marketing por receitas maiores com Dani Alves e Libertadores

  1. É assim que se planta um déficit para colher em Dezembro de 2020.

    Como é possível acreditar que nossas receitas de patrocínio de camisa do futebol possam saltar de R$ 21 milhões em 2019 para R$ 41 milhões em 2020? Querem nos fazer acreditar que vão conseguir aumentar em 100% o aporte do BANCO Inter. Em um mercado estagnado e onde patrocínio privado é cada vez mais disputado?

    Como acreditar que nesse mercado recessivo conseguiremos captar R$ 7,5 milhões em patrocínios para basquete e vôlei?

  2. Nessa semana assistindo a Globo num restaurante vi uma chamada acho que de amigo secreto ou sei lá o que na qual aparecem a jogadora do SPFC Cristiane, Daniel Alves e Gabigol do Flamengo pra uma ação social. Uma chamada extremamente bem produzida. Me chamou a atenção que o Gabigol estava devidamente paramentado com as vestimentas do Flamengo e tanto Daniel Alves como a Cristiane apareciam com roupas casuais. Na legenda aparecia. Gabriel Barbosa, Gabigol atacante do Flamengo, Daniel Alves lateral da seleção brasileira e SPFC e Cristiane jogadora da seleção feminina e do SPFC. Ou seja, um marketing da principal emissora do país pra uma ação que foi ou será reproduzida nacionalmente e o SPFC é uma nota de rodapé. Algo muito, mas muito errado do mkt de copo do SPFC

    • Bem observado. Daniel Alves não tem parte de seus vencimentos relacionados ao direito de imagem? Como pode aparecer na Globo sem estar vestido com nossos materiais? O mesmo com relação à Cristiane. Falha de nosso setor de marketing que desvaloriza nossa marca.

      • No caso do Daniel Alves, não é a primeira vez, ele já foi naquela mesa redonda do SportTV que é um tipo Roda viva, vestido com suas roupas, nenhum outro profissional de outros clubes aparecem assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.