São Paulo sofre com ‘surto’ de indisposição e câimbras em Ribeirão

O São Paulo teve problemas físicos na derrota por 1 a 0 para o Botafogo-SP, neste domingo, em Ribeirão Preto. Antes do jogo, alguns jogadores relataram indisposição ao médico José Sanches, sendo que Hernanes acabou cortado da partida e nem foi ao estádio. Durante a partida, seis deles reclamaram de câimbras: Fabinho, Everton, Diego, Shaylon, Brenner e Liziero.

– Nós tivemos seis jogadores com câimbra, três que saíram e três que ficaram dentro do campo. Além dos jogadores que a gente poupou, outros que poderiam estar aqui hoje estão se recuperando, caso do Helinho, caso do Sara, do próprio Hernanes, que teve um problema de virose. Não sei se virose, mas uns cinco jogadores tiveram indisposição e eu também estava indisposto. A gente não sabe o que causou. De acordo com aquilo que a gente tinha, o time aguentou bem enquanto teve condição de jogar. No segundo tempo a gente foi sofrendo com as câimbras. De fato o problema das câimbras foi o que mais me incomodou – disse Fernando Diniz.

– A virose e o longo tempo que a maioria dos jogadores têm sem jogar 90 minutos são os dois fatores principais para as câimbras – emendou.

O São Paulo não sabe se a indisposição foi causada por algum fator durante a viagem para Juliaca, no Peru, ou depois da volta ao Brasil. Sobre a dificuldade física da equipe, Fernando Diniz disse que era esperada, mas não em grau tão alto.

– Os que jogaram estão na mesma pegada dos outros, mas tem um porém: o maior treino para qualquer jogador é o jogo, e eles estão há muito tempo sem jogar. A gente esperava que alguns tivessem câimbra, caso do Fabinho. Um que a gente esperava que pudesse sentir era o Rodrigo Nestor, que não joga na base há bastante tempo, e aguentou a partida inteira. A gente estava preparado para um ou outro sentir, mas o número foi maior que o imaginado.

 

Fonte: Lance

Um comentário em “São Paulo sofre com ‘surto’ de indisposição e câimbras em Ribeirão

  1. Diante de mais um revés, as desculpas de sempre – viagem, campo, peso da bola, calor, altitude, problema com alimentação, virose… a maioria dessas deesculpas bem esfarrapada para um clube que dispõe de um Departamento Médico com nutricionista, preparadores físicos, fisiologistas, etc.. Um monte de babás para essa garotada que se acha craque, mas não passa de bijuteria de má qualidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.