River paga ao São Paulo parcelas atrasadas de Pratto

O River Plate pagou os 4 milhões de euros (cerca de R$ 18 milhões) que devia ao São Paulo por duas parcelas atrasadas referente à compra do atacante Lucas Pratto, realizada em 2018.

O caso estava na Fifa desde setembro, quando o São Paulo entrou com uma representação pelo atraso de 2 milhões de euros da parcela de julho. No início de dezembro, o clube brasileiro acionou novamente a entidade pelo atraso de 2 milhões de euros de setembro.

Embora tenha quitado os R$ 18 milhões, o River Plate não pagou as multas pelos atrasos. O São Paulo, então, segue com representação na Fifa para receber esses valores. A quantia não foi revelada.

A venda de Lucas Pratto foi acertada por 11,5 milhões de euros (R$ 44,4 milhões), mais 3,5 milhões de euros (R$ 13,5 milhões) condicionados a metas (títulos). Com a conquista da Libertadores de 2018, por exemplo, o Tricolor lucrou mais 1 milhão de euros.

A entrada do dinheiro nos caixas é um alívio para o clube. Isso porque o São Paulo registrou um déficit de R$ 180 milhões ao fim de 2019. A meta de vender ao menos R$ 80 milhões em jogadores até 31 de dezembro não foi cumprida.

 

Fonte: Globo Esporte

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.