Raí quer São Paulo aproveitando frustração do revés

Reconhecendo a frustração do elenco após a derrota na estreia da Libertadores para o Binacional, Raí espera que o São Paulo reverta o sentimento em motivação para se reerguer no torneio continental. Passado o revés, o diretor de futebol do Tricolor já projetou o próximo compromisso da equipe na competição e não nega: o confronto com a LDU, na próxima quarta-feira, será praticamente uma decisão.

“São pontos importantes que deixamos escapar. Sabemos que o time tinha condições de ganhar aqui dentro. Agora temos que usar isso a nosso favor. Quarta-feira eles têm que mostrar o poder de reação, usar esse golpe que todo mundo sentiu para reagir, mostrar personalidade, força de um time que quer ganhar”, afirmou Raí.

Depois de dominar o primeiro tempo e criar diversas oportunidades de gol, o São Paulo sofreu um duro baque na etapa complementar, em que não conseguiu repetir o desempenho dos 45 minutos inicias e acabou sofrendo a virada. A amarga derrota vem sendo difícil de ser digerida, e a altitude de 3825 metros passa longe de ser usada como desculpa, apesar de ter influenciado consideravelmente o jogo do Tricolor.

“O jogo é outro com altitude, mas o São Paulo dava para ganhar, criou chances para matar o jogo no primeiro tempo. O segundo tempo pesou, até lucidez acaba faltando pelo cansaço, mas isso não é desculpa, porque deveríamos sair daqui com um resultado muito melhor. Temos 2 jogos em casa, precisaremos mostrar força mental para conseguir os resultados”, prosseguiu o diretor de futebol do São Paulo.

“O clima é de tristeza. Conversamos no vestiário, todos estão tristes porque criamos muito mais que o adversário. No começo do segundo tempo fomos surpreendidos com um gol. Eles reagiram e não tivemos força para recuperar. Sem dúvida nenhuma, era para ter matado o jogo no primeiro tempo”, completou.

Apesar do golpe sofrido na altitude de quase 4 mil metros do altiplano andino, Raí reconheceu o bom trabalho que vem sendo feito pelo técnico Fernando Diniz. O time novamente criou diversas chances para colocar a bola nas redes, mas esbarrou na já conhecida falta de eficiência do ataque, principalmente com Pablo.

“Estamos pensando na classificação. Temos um grupo difícil e, obviamente, o time vem em um trabalho consistente. A gente conseguindo a classificação, teremos tudo para crescer a cada etapa e pensar em objetivos ambiciosos”, concluiu.

 

Fonte: Gazeta Esportiva

3 comentários em “Raí quer São Paulo aproveitando frustração do revés

  1. Rai nao adianta nada usar isso como forma do time ter reaçao, a reacao tem partir do jogador, que tem que querer reverter essa situacao e nao vemos, veja o caso do Pablo como perde gol esse garoto, é impressionante, é no paulista e agora na libertadores tem alguma coisa errada ou ele é pe torto, vesgo, ou é ruim mesmo.
    Agora tem que ganhar do botafogo no paulista pq nao podemos esquecer que nao ganhamos o paulistinha a muitooooooos anos, e esse seria o titulo vamos dizer mais facil, pq Libertadores e Brasileiro tem pelo menos uns 10 times melhores que o nosso e muito mais forte.

  2. Precisa ter uma conversa com o Pablo.

    Alguns gols são perdidos e isso faz parte. Mas o Pablo se recusou a tocar a bola pro Pato fazer o segundo gol… esse comportamento não da pra aceitar. O time é mais importante que o sucesso individual de um ou outro.

    Se fosse na pelada de final de semana sairia até briga.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.