Para direção do São Paulo, parte dos jogadores sente cobranças mais duras

A direção do São Paulo avalia que parte do elenco sente as cobranças mais duras feitas pela torcida e que isso prejudica o rendimento time.

No último sábado, por exemplo, integrantes de torcidas organizadas fizeram um forte protesto em frente ao CT do clube na véspera do empate com o Coritiba.

O entendimento é de que essa pressão provoca um efeito negativo em alguns jogadores que ficam com medo de errar durante as partidas.  Por exemplo, o cara deixa de tentar uma finalização com receio de errar e ser mais criticado.

Os nomes dos atletas que estariam mais afetados pelas manifestações presenciais dos torcedores e nas redes sociais não são citados pela diretoria externamente.

Há um sentimento na direção de que cobranças em relação ao comprometimento dos jogadores são injustas. Os dirigentes não se queixam do empenho dos atletas em treinamentos e jogos e nem da maneira como como eles cuidam de suas formas físicas. Os problemas admitidos são mais coletivos e táticos, como falhas no sistema defensivo.

Dados dos aparelhos com GPS usados pelos atletas durante as partidas servem para defender o elenco.  O discurso é de que, constantemente, jogadores quebram seus recordes de distância percorrida.

O baixo número de lesões na temporada está entre os argumentos lançados em apoio aos jogadores. Há uma sensível diferença em relação à temporada passada.

Por tudo isso, o sentimento da direção é de que os atletas merecem ser blindados por ela. A partida contra o Atlético-GO, nesta quarta, no Morumbi,  será mais um teste para essa blindagem.

 

Fonte: Uol

8 comentários em “Para direção do São Paulo, parte dos jogadores sente cobranças mais duras

  1. E isso pq tá jogando sem torcida. Deixa ver se entendi: querem salário de clube grande mas não aguentam a pressão de time grande? É o fim.

    Imagina se jogassem no time da marginal sem número, lá a torcida vai pra dentro do CT cobrar jogador.

  2. Fica claro, pelo menos para mim, que o maior problema é a formatação desenvolvida pelo pseudo treinador. Se há dedicação nos treinamentos, se todas as orientações são cumpridas e o time não consegue bom desempenho é porque tudo que foi feito não surtiu o efeito esperado. Este técnico tem algum problema psicológico, o sujeito não bate bem. Quando buscou imitar o Barcelona do Pepe, criou uma imagem na sua imaginação do que ele achava ser o trabalho feito, só que tudo ficou pela metade, pois, ele não tinha as mínimas condições para tal, seu conhecimento sobre futebol era pífio, se restringia ao de um jogador mediocre sem estudos. Tal situação se confirmou com os trabalhos feitos no AP, no Flu e agora no SPFC. Ele é o culpado por 10 anos de um SPFC perdedor? De forma alguma. Esta é uma outra situação criada pelo famigerado JJ, mas que chegou ao pseudo técnico gênio. Muitos elogiam as ideias de FD, mas ninguém o aceita em seu time, por tratar-se de um sonhador que não consegue viabilizar seus conceitos. Todavia, os herdeiros de JJ por serem obtusos em sua maioria, entenderam que FD era o técnico ideal para o SPFC, um sonhador que poderia trazer de volta os dias de glória, tudo isto sem qualquer fundamento prático, pois, ninguém nesta diretoria tem capacidade para tal. O SPFC de hoje, como associação carece, e muito, de inteligência caso contrário não teria tido como presidentes os três últimos.

    • O SPFC como associação carece de inteligência …………
      então você quer dizer
      que os sócios votantes e os conselheiros eleitos e vitalícios são um bando de BURROS !!
      Se for isto, concordo totalmente !!

  3. Veja como são uns covardes mesmo. A cobrança é fruto do que eles próprios estão fazendo. Jogam mau, são cobrados e se sentem desconfortaveis por serem cobrados por jogarem mau, Vai ver se eu to na esquina

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.