Léo cita Alaba e Fernandinho para explicar passe em jogada de gol do SP

Léo, do São Paulo, tem Alaba, do Bayern de Munique, como referência. Novo zagueiro do time de Fernando Diniz, o lateral-esquerdo de origem tem visto vídeos do próprio Alaba e de Fernandinho, do Manchester City, para melhorar a adaptação ao novo posicionamento.

Na vitória do São Paulo por 2 a 1 sobre o Corinthians, domingo, no Morumbi, Léo começa a construção da jogada do segundo gol.

Em participação no “Tá na Área”, do SporTV, Léo explicou o passe para Toró, responsável por cruzar para Brenner marcar ,

– Quando vejo um vídeo fico mentalizando para nos treinos tentar aplicar. Mesmo que erre ou acerte, o negócio ter coragem. É o que o professor pede. Fiquei vendo bastante o lance do segundo gol. Tinha o Liziero e o Toró. Toquei para o Toró no último terço do campo. Esse vídeo ajudou muito – disse.

Lateral-esquerdo de ofício, Léo foi titular do São Paulo nos últimos três jogos como zagueiro. As partidas agradaram à comissão técnica, que apostou na mudança de posição do atleta pelos bons treinos que ele vinha fazendo e para melhorar a saída de bola pelo lado esquerdo.

O São Paulo de Léo venceu as últimas três partidas seguidas e é o vice-líder do Brasileirão, com 13 pontos. O próximo adversário é o Atlético-MG, nesta quinta-feira, às 20h, no Mineirão.

2 comentários em “Léo cita Alaba e Fernandinho para explicar passe em jogada de gol do SP

  1. A bola tem medo do Arboleda. Quando ela chega perto dele tenta fugir e ele tem que persegui-la.
    Já o Bruno Alves tem medo da bola. Quando ela chega nele ele se livra logo dela passando para quem estiver mais perto

  2. ARBOLEDA JAMAIS DEVE SAIR DO SÃO PAULO!!!!!!!!

    Ele é idolo e prata sampaulino !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
    Não podemos reforçar o curintineo comprimido!!!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*


Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.